Português

WEB DO GRUPO DE CAPOEIRA ANGOLA "LIBERDADE DE VADIAR", SEVILHA, ESPANHA

English Português Français Español





¿O que é a Capoeira Angola?

A Capoeira Angola é o estilo tradicional da Capoeira, forma de arte afrobrasileira nascida dos escravos trazidos da África para o Brasil que combina elementos de luta, dança, canto, música, teatro e filosofia. É caracterizada por preservar as tradições Africanas, tendo sido desenvolvida na área de Salvador da Bahia, e pelas suas sinergias entre música, movimento e rituais tradicionais em uma mistura única de dança, luta, expressão corporal e musicalidade.

¿Quem somos nós?

Fazemos parte do Grupo de Capoeira Angola Liberdade de Vadiar, surgido nas cidades brasileiras de Recife e Rio de Janeiro pelo Contramestre Dirceu de Angola, original de Rio de Janeiro e aluno do Mestre Manoel. Atualmente o grupo Liberdade de Vadiar têm sedes em Sevilha, Santander e Toulouse (França) e sede principal em Madrid.


Contramestre Dirceu de Angola




 


AULAS DE CAPOEIRA EM SEVILHA


O Grupo de Capoeira Angola Liberdade de Vadiar oferece aulas de Capoeira Angola para todas as idades e níveis, abertas a todas as pessoas interessadas. Para participar você só precisa trazer roupas confortáveis e sapatilhas.
 O treinamento geralmente têm uma parte musical, onde se aprende a tocar todos os instrumentos da Capoeira Angola e canções tradicionais. Depois de alguns alongamentos começamos com o movimento, onde tentamos aprender do básico às seqüências mais complexas, em grupos, individualmente ou em pares.

Finalmente fazemos uma roda de capoeira angola onde você pode por em prática as músicas, toques, movimentos e desenvolver jogos com outros camaradas.
 

Venha probar a sua primeira aula sem compromisso ou custo para você!
 




Os instrumentos musicais na Capoeira Angola



O berimbau é o instrumento musical mais importante e caraterístico na Capoeira. Marca o tempo, marca o toque e comanda a roda. Foi trazido da África pelos angolanos e antes de serem utilizados na capoeira foram usados por comerciantes ambulantes para atrair compradores. É constituído por um arco de madeira rígida (a biriba é a mais utilizada), que aperta um arame, uma cabaça seca como caixa de ressonância, um caxixi, uma pequena pedra ou moeda para variar o tom, e uma baqueta para bater o arame. A rigidez da madeira fornece a tensão no arame, assim, para um som mais agudo precisa de mais tensão e, portanto, de uma madeira mais rígida. Para um som mais grave precisa de uma biriba mais fina e flexível.

 A bateria na roda de Capoeira Angola é composta dos seguintes instrumentos:
-Berimbau gunga: berimbau com a maior cabaça e biriba mais fina, que produz um som mais profundo e comanda na roda, geralmente com o toque de Angola ou Angola Dobrada.
-Berimbau meio: berimbau com a cabaça e a rigidez da biriba intermediária, cujo toque é contrário ao gunga: Quando o gunga toca "ton", o meio toca "tin", e viceversa.
-Berimbau viola: berimbau com a menor cabaça e biriba mais rígida dos três, que produz o som mais agudo, e que nos deleita com variações, improvisações e constante vibração, o equivalente à guitarra solista numa banda de rock.
-Em ambos os lados dos três berimbaus, encontram-se os pandeiros, tambén usados no samba, choro e cocó.
-Ao lado de um pandeiro está o atabaque, parecido com uma conga, um pouco mais rústico e com a pele não tão tensa, que produz um som grave ao toque.
-Ao lado do outro pandeiro fica o agogô, instrumento de percussão utilizado no samba e introduzido no Brasil desde África, composto por duas campanas metal ou castanhas do Pará.
-Finalmente, ao pé do agogô temos o reco-reco, ou Ganza, feito a partir de uma variedade de cana de bambu com sulcos transversais sobre o qual é raspada uma vara metálica. Têm também aqueles feitos de cabaça seca (chamados de Güiro na Cuba).



 
Comments