APRESENTAÇÃO

    

ESTRELLA D´ALVA BENAION BOHADANA :
HOMENAGEM DA EX-ALUNA VERA LÚCIA L. DIAS
A UMA PROFESSORA E BAILARINA INESQUECÍVEL



Lembro nitidamente o dia em que conheci a minha querida mestra. Corria o ano de 2003 e eu estava no campus da Universidade Estácio de Sá, na Rua do Bispo,
 em  companhia de uma amiga comum, Eleonora Santos, que nos apresentou dizendo : "Estrella,essa
é a Vera Lúcia que te falei outro dia ". Ela estava sentada na mesa e levantou-se alegremente estendendo a mão em minha direção com aquele 
inconfundível sorriso franco e aberto que lhe era peculiar e exclamou : "Olá ! Como vai ? Ouvi falar muito de você !" . Foi assim que
começou uma linda amizade que  me deixou marcas profundas e grandes lições de vida.

Estrella Bohadana se tornou, a partir daquele dia, além de minha professora orientadora no meu mestrado em Educação da UNESA,
  uma grande amiga que me ensinou a superar e enfrentar meus problemas decorrentes da minha surdez e desenvolver meu potencial como professora.

Assim que recebi a triste notícia de seu falecimento, através de uma outra amiga , depois de me recobrar do choque , só consegui pensar em cumprir
uma promessa que tinha feito a ela há dois anos atrás, por ocasião do nosso último encontro nos corredores da UERJ : de criar um site
que reunisse o melhor de sua produção intelectual. 

Foi assim que nasceu essa página, como uma espécie de catarse.

Apesar de minha alma estar ainda dolorida e as lágrimas correrem pelos meus olhos enquanto confeccionava a página, consegui levar
a cabo a empreitada lembrando-me do quanto ela gostava e vivia elogiando tudo que eu produzia e criava no computador, na época em que ela me convidou a 
a organizar os arquivos do computador da sua casa, um ano antes de eu defender minha dissertação, em novembro de 2005.
 Sabendo que naquela ocasião eu trabalhava como Analista de Sistemas na antiga TELERJ e tinha fama
de ser uma excelente programadora , ela me incumbiu de arrumar a bagunça que se transformara os arquivos contidos no seu computador caseiro.

Ao final, computador arrumado, arquivos etiquetados e  organizados com seus respectivos backups, tornei-me também sua aluna de dança flamenca.
A princípio, eu recusei seu convite para participar de aulas com ela, alegando que, por ser surda, eu jamais seria uma boa dançarina.
Mas ela insistiu tanto que acabei cedendo e isso se tornou uma experiência ao mesmo tempo maravilhosa e surpreendente. 

Estrella me ensinou que o flamenco era um estilo de vida, uma arte; era uma poesia, uma história oriunda da vida de povos que agiam pela emoção.
 Flamenco, era me dizia, era a cultura das paixões. Erguia-se na dor e na felicidade. Associava-se ao mesmo tempo ao amor intenso e a tristeza profunda.
E que essa dança a ajudara a superar os teríveis e dramáticos acontecimentos que ela enfrentara na vida . Sofrimentos esses que só muito tempo depois
eu tomei conhecimento e jamais poderia supor, vendo seu sorriso alegre e seus andar de bailarina, o quanto ela fora uma guerreira
 e aguentara angústias e dores inimagináveis.

Assim, convido a todos os visitantes dessa página a conhecerem um pouco da obra e realizações desse grande espírito de luz que recentemente nos deixou
para tornar-se mais uma estrela brilhante no firmamento divino.

 Aproveito também para expressar meu mais profundo agradecimento a algumas das minhas ex-colegas de turma da Estácio 
e amigos de Estrella que generosamente contribuíram e continuam a contribuir com a remessa de fotos e depoimentos que muito enriqueceram esse site.

E que a luz dessa estrela brilhe cada vez mais  nos espíritos das pessoas que lhe foram queridas e tiveram o privilégio de conviver com ela.
Esteja onde estiver,  Estrella Bohadana continuará sempre viva nos corações de seus filhos, alunos , ex-alunos e amigos,
através da lembrança de seu sorriso e dos seus conhecimentos que gostava de transmitir com entusiasmo e alegria.

BRILHA, BRILHA, ESTRELLINHA !

Nº de Visitantes :
estatisticas gratis