Cadernos CIMEAC :: ISSN 2178-9770

 
COMUNICADO IMPORTANTE

 
A Revista Eletrônica Cadernos CIMEAC mudou de URL. Com a definitiva incorporação do periódico pelo sistema da UFTM, nosso novo site pode ser acessado aqui:

http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/cimeac



 
IMPORTANT REPORT

 
Since November 2015 this e-journal has been running in a new system (linked to Federal University of Triângulo Mineiro - UFTM). Visit us:

http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/cimeac




Revista eletrônica de publicação semestral do Centro de Investigações de Metodologias Educacionais Alternativas Conexão (CIMEAC, Ribeirão Preto - SP, Brasil). Concebida como veículo acadêmico de diálogo e de reflexão da prática em educação popular, a revista é parte das nossas atividades como centro de investigações que reúne pesquisadores das mais diversas áreas e instituições. A Revista Eletrônica Cadernos CIMEAC publica trabalhos (artigos, resenhas, resumos de dissertações e teses etc.) interessados em refletir sobre as condições práticas e teóricas da educação popular em suas diversas vertentes (pedagogia, políticas públicas, história da educação, filosofia da educação, ensino de ciências etc.).
 
O CIMEAC, organização sem fins lucrativos, foi criado em 2003: mantido por professores (Graduados, Mestres e Doutores), profissionais liberais e graduandos, o Centro busca subsídios para discutir o processo de ensino-aprendizagem e a socialização dos conhecimentos escolar e universitário - ainda restritos a uma minoria -, através do desenvolvimento e da investigação de metodologias educacionais alternativas. O CIMEAC atua fundamentalmente em duas frentes: o Curso Popular Conexão, destinado à população de baixa renda, e o grupo de pesquisa CIMEAC, que publica a Revista Eletrônica Cadernos CIMEAC, periódico acadêmico de reflexão sobre a educação e o ensino. O principal objetivo é pensar os sentidos e as possibilidades da própria prática educativa sob uma perspectiva interdisciplinar que é constantemente avaliada e reconstruída em conjunto pelos professores e alunos integrantes do grupo. Não se trata, bem entendido, apenas de analisar a educação a partir do currículo formal e das cantadas necessidades de diálogo entre as disciplinas, mas de uma prática necessariamente engajada na compreensão das formas assumidas pela escola e pela educação - o que, afinal, supõe os próprios limites para se pensar uma sociedade.


Apoio institucional


 
Avaliação Qualis - CAPES [2013]

 ÁREA DE AVALIAÇÃOESTRATO 
 EDUCAÇÃO C
 HISTÓRIA B5