A ARANHA E EU

Kalandraka, 2009

Premio Neira Vilas ao melhor livro infantil e juvenil  em 2009 na Galiza

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura

Texto de Fran Alonso / Fotografias de Manuel G. Vicente

Tradução: Ana M. Noronha
 

Um belo dia, de repente, uma aranha  gorda e feia, saltou do céu  e veio aterrar no meu corpo. Primeiro, a descarada, explorou um dedo  do meu pé, volumoso como um kiwi. Depois, subiu até aos meus tornozelos, rugosos como a pele de uma tangerina.

O livro:

Um álbum de grande beleza artística e literária, ideal para todos os públicos, desde os primeiros leitores até aos adultos, pela delicadeza com que as palavras percorrem a geografia do corpo humano na figura de uma menina, comparando cada parte com um fruto, através do seu formato, tamanho e textura. O recurso à aranha, socialmente considerada como um animal pouco querido, proporciona um subtil contraste e inclusivamente um certo toque de humor, tornando os leitores partícipes das sensações que a protagonista recebe da narrativa ao longo do percurso do insecto. Esta obra oferece uma abordagem visual e poética do corpo humano.  


Kalandraka

2009

ISBN: 978-989-8205-22-3

Álbum Ilustrado

22 x 22 cm.

48 páginas, cartonado

Edição em galego, espanhol, português e inglês.