CURTA NO FACEBOOK

Vale a pena conferir:

Atividade recente no site

Plantae‎ > ‎Magnoliophyta‎ > ‎Euphorbiaceae‎ > ‎

Euphorbia thymifolia (Quebra-pedra)

Nome(s) Popular(es): Quebra-pedra, quebra-pedra-rasteiro, beldroega-pequena, caá-bambuí


        Divisão: Magnoliophyta
          Classe: Magnoliopsida
             Ordem: Malpighiales
                         Família: Euphorbiaceae
                                            Espécie: Euphorbia thymifolia L.
Sinônimos:
Chamaesyce thymifolia (L.) Millsp. 
Anisophyllum thymifolium (L.) Haw. 
Euphorbia afzelii N.E.Br. 
Euphorbia botryoides Noronha 
Euphorbia foliata Buch.-Ham. ex Dillwyn 
Chamaesyce mauritiana Comm. ex Denis 
Chamaesyce microphylla (Lam.) Soják 
Euphorbia microphylla Lam. 
Euphorbia philippina J.Gay ex Boiss. 
Euphorbia rubicunda Blume 
Chamaesyce rubrosperma (Lotsy) Millsp. 
Euphorbia rubrosperma Lotsy 
Euphorbia thymifolia var. suffrutescens Boiss. 

 
Descrição:

Erva anual, 10-20 cm alt., Raiz fibrosa. Caules elongados e estreitos, muito ramificados a partir da base e geralmente prostrados, 1-2 (-3) mm de espessura, com muitas raízes adventícias, esparsamente pilosos. Folhas opostas; estípulas lanceoladas ou lineares, 1-1,5 mm, de fácil abscisão; pecíolo ca. 1 mm; lâmina foliar arredondada ou cordada, margem geralmente finamente serrulada, ocasionalmente inteira, com ambas as faces pubescentes. Ciátios únicos ou numerosos agrupados nas axilas, pedúnculo 1,2 mm, esparsamente piloso; invólucro campanulado a turbinado, ca. 1 x 1 mm, parte externa curto-pilosa, lobos marginais 5, ovados; glândulas 4, com apêndices brancos. Poucas flores masculinas, estreitamente excertas do invólucro. Flores femininas: pedicelo curto; ovário curtamente pubescente; estigmas 2- lobados. Cápsula 3-angular-ovóide, ca. 1,5 x 1,3 - 1,5 mm, macia, curto-pubescente. Sementes ovóides-tetragonais, ca. 0,7 x 0,5 mm, vermelho-escuras, cada lado com 4 ou 5 sulcos transversais; carúncula ausente. (FLORA of CHINA ONLINE apud PIER).

Hábitos, ecologia:

Dimunta planta prostrada que cresce caracteristicamente em fendas de rochas, calçamentos e canteiros, em solos em geral bastante secos e pobres. Produz imensa quantidade de sementes. Apesar de aparentemente escassa, ocorre desde o México até Argentina, em todo o território antropizado e assim como E. prostrata, hoje é uma planta praticamente cosmopolita. Dados sobre polinização não foram encontrados e sua dispersão muito provavelmente seja mais anemocórica que autocórica.

Usos:

Medicinal: Na medicina popular são reportados usos desta planta como antihelmíntica, diurética, termogênica, são também usadas em caso de micoses e hanseníase. Possui propriedades antivirais e antimicrobianas. No Brasil, esta planta é usada indistintamente de E. prostrata e Phyllanthus spp.

"Malefícios":

Assim como E. prostrata, cresce em fendas de muros e calçadas, e é de difícil controle mecânico divido à natureza dos locais que costuma crescer.

Observações:

Muito semelhante a E. serpens, da qual difere em especial por ser totalmente glabra, possuir margens inteiras e inflorescências com brácteas alvas; e E. thymifolia, que diferencia-se por apresentar tricomas esbranquiçados recobrindo todo o caule e os frutos.

Referências:

Kane, S.R.; Mohite, S.K. & Shete, J.S. 2009. Antihelmintic Activity of Aqueous and Methanolic Extracts of Euphorbia Thymifolia Linn. PharmTech Res. 1(3): 666-668.

PIER, (Pacific Island Ecosystem at Risk), Disponível em: <http://www.hear.org/pier/species/euphorbia_thymifolia.htm> Acesso em: 05 jul 2012

Steinmann, V.Caruzo, M.B.R.Silva, O.L.M. 2012. Euphorbia in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2012/FB025520).




E. thymifolia em fendas na calçada, em Blumenau-SC

Comments