Uma idéia EXTREMAMENTE simplificada do protocólo da Dra. Amy Yasko

Com a genética disponível poderíamos ter a medicina individualizada.

Autismo: Uma Abordagem e processo de Reversão

 

Escrito pela Dra. Amy A. Yasko e traduzido pelos grupos de pais relacionados com a ADEFA.

 

 

Introdução

 

            Eu acredito que a conhecimento é poder, e quanto mais você sabe, mais você tem o controle sobre sua condição. Um dos meus objetivos é dividir meu conhecimento, minhas observações e experiência para que outras possam ter as ferramentas que elas precisam para se ajudar em seu processo de cura. Os indivíduos podem, então, aplicar este conhecimento para primeiro deter a progressão da inflamação neurológica e então começar a jornada para reverter os sintomas.

 

O Programa: Fase I, II, III

 

            O programa que nós usamos nos consultores da saúde holística tem 3 fases básicas:

 

 Fase I

           

            Primeiro, eu acho que é crítico retirar os estimulantes excitotoxin da dieta. Isto simplesmente envolve a leitura de rótulos e monitorar de perto o alimento e a absorção de alimentos para evitar as excitotoxins. As excitotoxins são neurotransmissores tais como o glutamate e o aspartate que podem excitar os nervos até a morte quando seus níveis não são apropriadamente regulados. Os alimentos ou suplementos que contêm excitotoxin incluem MSG (monosodium glutamate – glutamato de monosódio), glutamic acid (ácido glutâmico), glutamine (glutamina), nutrsweet, aspartate, asparteme e cysteine (cisteína). O mercúrio e o alumínio podem também servir para estimular a liberação de glutamato.

            Durante esta fase também é importante parar com o processo infamatório criado pelos estimulantes excitotoxin. Excitotoxins em excesso causam um desequilíbrio no fluxo de cálcio que leva a ativação de uma cascata inflamatória complexa, a liberação de mediadores inflamatórios e por fim causa a morte dos neurônios. É possível deter a cascata inflamatória com vários suplementos conhecidos por aliviarem os mediadores inflamatórios.

            Finalmente, durante esta fase é necessário auxiliar os sistemas de órgãos prejudicados, e preparar a base para reparar e gerar novos neurônios. Isto se consegue com uma variedade de ervas, de vitaminas e de suplementos nutricionais que servem como antioxidantes e ajudam a reforçar a dieta da criança. A idéia é compensar quaisquer desequilíbrios no corpo devido ao mal funcionamento de um número de sistemas de órgãos. O número de suplementos utilizados varia de 5 a 50 ou mais, dependendo da severidade e do número de desequilíbrios numa criança. Os sistemas ou desequilíbrios que podem requerer suplementação incluem o pâncreas, o trato i8ntestinal, produção excessiva de ácido no estômago, o fígado, os desequilíbrios hormonais, a tiróide, a supra-renal e os desequilíbrios neurotransmissores entre outros. Isto pode parecer suplemento demais, e em alguns casos é. No entanto, o que nós estamos tentando realizar é a reversão do dano acumulado. O dano ao nervo é um processo; quando um indivíduo consulta comigo, mais de 50% de seus neurônios podem ter sido danificados ao ponto que esteja causando sintomas neurológicos óbvios. Requer tempo e compromisso para deter e reverter este processo. Quanto tempo leva para se ter um novo neurônio? Ninguém sabe realmente. O que nós sabemos é que quando eu tenho um indivíduo que se compromete a seu programa e permanece nele, juntos nós somos capazes de atingir resultados incríveis.

 

Fase II

 

            Uma vez que nós percebemos menos estereotopias um melhor contato do olhar, uma habilidade social melhor, melhoria na linguagem, melhora das habilidades cognitivas, menos mau humor e/ou comportamento agressivo, e uma melhoria na saúde geral e bem estar, nós então estamos prontos para continuar. Neste ponto, o corpo está mais balanceado e funcionando adequadamente. Isto verifica o fato que a suplemntação da Fase I fez seu trabalho. Neste ponto nós saímos da fase do programa de suplementação do “indivíduo múltiplo” e mudamos para o programa de suplementação de “órgão inteiro”. A idéia por detrás desta fase de suplementação é fortalecer e auxiliar os órgãos em geral e o sistema imunológico especialmente.

 

Fase III

 

            Esta é a parte de “eliminação” do programa. Os suplementos são adicionados durante esta fase para ajudar a eliminar ambos, vírus e metais. O programa de suplementação da fase II continua na fase III para assegurar que o sistema imunológico e os outros órgãos estejam bem fortalecidos durante o processo de eliminação.

            Algumas crianças precisam de 5 suplementos apenas na fase I. outras crianças podem precisar de 50 suplementos na fase I, bem como na fase II e fase III do programa. Depende das necessidades de cada criança individualmente. Os padrões que eu estabeleço para a melhora são altos. Eu não fico satisfeita se uma criança esteja simplesmente se saindo melhor do que elas estavam antes de começar a trabalhar comigo. Eu espero que ocorra. Como eu escrevi antes, eu acredito que as crianças autistas sejam extremamente inteligentes. É precisamente por causa de sua alta inteligência, e dos receptores adicionais de glutamato que elas são particularmente suscetíveis ao autismo. O problema não é com a quantidade que entra, é com a que sai. Os propósitos das fases I - III é atingir e modificar o problema da saída.