Homem - Natureza

Rigorosamente, o meio ambiente do Núcleo Colonial está em equilíbrio. Prova disso é a convivência com quatis, gambás, lontras, porcos do mato, queixadas e lagartos. A suçuarana, predadora do topo da cadeia alimentar, e até pouco tempo considerada extinta no Parque, tem sido frequentemente avistada pelos moradores do Núcleo Colonial. Entre os primatas, é possível avistar, especialmente na trilha para os Três Picos, o muriqui, o maior macaco das Américas. Há também o sauá, o bugio e bandos de macaco-prego próximos às casas e às áreas de visitação.

Some-se a enorme variedade de pássaros e aves que ficam junto aos moradores: saíras, sabiás, tiés, beija flores, juruvas, tucanos, araçaris, jacus, murucututus, gavião pega - macaco e muito, muito mais. A cada ano, muitos grupos de observadores de pássaros vindos de diversos países, se hospedam nos hotéis e pousadas e visitam as casas dos moradores com este fim. Valioso acervo científico e artístico tem sido produzido nessas ocasiões.