Bibliografia


AB’SABER, A. N. & BERNARDES, N. Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e arredores de São Paulo. Rio de Janeiro: Conselho Nacional de Geografia, 1958. 303p.

ARZOLLA, F. A. R. P. et al. Contribuições para a discussão sobre a desafetação de áreas em Unidades de Conservação da Natureza de Proteção Integral. In: IV Congresso Brasileiro de Unidades de ConservaçãoAnais Vol. 1.(Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à Natureza: Rede Nacional Pró Unidades de Conservação, 2004. 736p.), pp. 631-640.

BALDINI, K. B. L. Etnoconhecimento como ferramenta para conservação de recursos naturais no Parque Nacional do Itatiaia. 2008. 180p. Dissertação (Mestrado em Ciência Ambiental) – Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2008.

BORGES, C. (Org.). Revista da Academia Itatiaiense de História, nº 01. 2005.

BARROS, W. D. Parques Nacionais do Brasil. Série documentária nº 01. Rio de Janeiro: Serviço de Informação Agrícola. 1952. 88p.: il.

______. Parque Nacional do Itatiaia. Rio de Janeiro: Serviço de Informação Agrícola. 1955. 67p.: il.

BAUDRILLARD, J. A sociedade de consumo; Lisboa: Edições 70, 1995. 213 p.

BENSUSAN, N. Conservação da biodiversidade em áreas protegidas.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. 176p.

BERTALANFFY, L. von. Teoria geral dos sistemas. Petrópolis: Vozes, 1973, 351 p.

BRITO, M. C. W. Unidades de Conservação: intenções e resultados. São Paulo: Annablume: Fapesp, 2003. 230p.

CAPRAF. O ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, 1999.

______. A teia da vida: Uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix, 1996. 256p.

CUNHA, S. B. & GUERRA, A. J. T. (Orgs.). A Questão Ambiental – Diferentes Abordagens. Rio de Janeiro: Editora Bertrand, 2003. 248p.

DEAN, W. A ferro e fogo: A história e a devastação da mata atlântica brasileira. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. 484p.

DIEGUES, A. C. S. O mito moderno da natureza intocada. São Paulo: Universidade de São Paulo, 1994.

______. O nosso lugar virou parque. São Paulo: NUPAUB – USP, 2005. 175p.

DRUMMOND, J. A. A História Ambiental: temas, fontes e linhas de pesquisa.Estudos Históricos. Rio de Janeiro, v.4, n.8, 1991. p.177-197.

______. Devastação e preservação ambiental no Rio de Janeiro. Niterói: EDUFF, 1997.

EMPRESA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL DO RIO DE JANEIRO (EMATER-RIO). Levantamento Sócio-econômico de Itatiaia.1996. 43p.

FERGUSON, M. A conspiração Aquariana: Transformações pessoais e sociais nos anos 80. Rio de Janeiro: Record, 1980. 411p.

FREITAS, I. A. História de uma floresta, geografia de seus habitantes. In: OLIVEIRA, R. R. (org.) As marcas do homem na floresta: História Ambiental de um trecho urbano de Mata Atlântica. Rio de Janeiro: ED. PUC-Rio. (no prelo)

Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável. Planejamento Participativo na Elaboração de Manejo do Parque Nacional do Itatiaia. 1998. 16p.

______. O Parque Nacional do Itatiaia. Cadernos FBDS 3. 2000. 173p.

Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente. Perfil ambiental do município de Resende/Itatiaia. Rio de Janeiro, 1990. 81p. il.

GOMES, P. C. C. Geografia e Modernidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005. 368p.

GONÇALVES, C. W. P. Os (Des)caminhos do Meio Ambiente. São Paulo: Editora Contexto, 1998. 148p.

Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal; Fundação Brasileira para a Conservação da Natureza. Plano de Manejo do Parque Nacional de Itatiaia. 1982. 207p.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Vocabulário básico de recursos naturais e meio ambiente. 2º ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2004. 346p.

Instituto Brasileiro de Reforma Agrária. Parques nacionais e reservas equivalentes no Brasil. Relatório com vistas a uma revisão da política nacional nesse campo.Rio de Janeiro. IBRA IBDF, 1969. 100p.

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Plano de Ação Emergencial para o Parque Nacional do Itatiaia. Brasília, 1994. 91p.

LINCOLN, R. J. et al. A Dictionary of Ecology. New York: Cambridge University Press, 1982.

MACHADO, L. M. C. P. Paisagem Valorizada: A Serra do Mar como Espaço e como Lugar. In: OLIVEIRA, L. (Org.). Percepção Ambiental: a experiência brasileira. São Paulo: Studio Nobel, 1999. p. 97-119.

MAGRO, T. C. & VIEIRA, V. M. F. Manejo do Uso Público. In: Planejamento Participativo na Elaboração de Manejo do Parque Nacional do Itatiaia. Rio de Janeiro: FBDS. 1998. 16p.

MAGRO, T. C. Impactos do uso público em uma trilha no planalto do Parque Nacional do Itatiaia. 1999. 135p. Tese (Doutorado) Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 1999.

MALTA, R.R. Valoração dos serviços recreativos e ecoturísticos em unidade de conservação: o caso do Parque Nacional da Tijuca (Rio de Janeiro-RJ). 2008. 221p. Dissertação (Mestrado) - Departamento de Geografia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

MININNI-MEDINA, N. Elementos para a introdução da dimensão ambiental na educação escolar - 1º grau. Amazônia: uma proposta interdisciplinar de educação ambiental. Brasília, IBAMA, 1994.

MORSELLO, C. Áreas protegidas públicas e privadas: Seleção e manejo. São Paulo: Annablume: FAPESP, 2001. 344p.

NOGUEIRA, M. J. & SALGADO, G. S. M. Teorias econômicas e a conservação da natureza: Compatíveis?. In: MILANO, M. S.; TAKAHASHI, L. Y.; NUNES, M. L.(Org.).Unidades de Conservação: Atualidade e Tendências 2004. (Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à  Natureza, 2004. 208p.), pp. 38-53.

OLIVEIRA, L. (Org.). Percepção Ambiental: a experiência brasileira. São Paulo: Studio Nobel, 1999.

______. Percepção da Paisagem Geográfica: Piaget, Gibson e Tuan. Geografia, Rio Claro, v. 25, n. 2, pp. 5-22, ago. 2000.

______; MACHADO, Lucy. Percepção, cognição, dimensão ambiental e desenvolvimento com sustentabilidade. In: VITTE, A.; GUERRA, A. (Org.). Reflexções sobre a geografia física no Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

PÁDUA, J. A. A ocupação do território brasileiro e a conservação dos recursos naturais. In: MILANO, M. S.; TAKAHASHI, L. Y.; NUNES, M. L.(Org.). Unidades de Conservação: Atualidade e Tendências 2004. (Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à  Natureza, 2004. 208p.), pp. 12-19.

PRIMACK, R. B. Biologia da conservação. Londrina: E. Rodrigues, 2001, 328 p.

RIBEIRO, W. C. A ordem ambiental internacional. São Paulo: Contexto, 2005. 176p.

RICHTER, M.; CUZ, C. B. M. & VALEMTIM, L. Análise do uso e ocupação do solo no Parque Nacional do Itatiaia a partir de produtos de sensoriamento remoto. In: IV Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. Anais Vol. 1.(Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à  Natureza: Rede Nacional Prá Unidades de Conservação, 2004. 736p.), pp. 481-490.

ROCHA, A. M. Migrantes em Resende: Visconde de Mauá“ O Núcleo Colonial de Visconde de Mauá“ 1908/1916. FUNARTE/PMR, 1984.

SANTOS, R. F. Participação Pública e Educação no Planejamento Ambiental. In:Planejamento Ambiental: teoria e prática. São Paulo: Oficina de Textos, 2004. p. 158-170.

SEGADAS-VIANNA, F. Ecology of the Itatiaia Range, Southeastern Brazil I Altitudinal zonation of the vegetation. Arch. Mus. Nac., Rio de Janeiro, v. LIII, p 7-30, 1965.

SERRANO, C. M. T.(Org.). A educação pelas pedras: ecoturismo e educação ambiental. São Paulo: Chronos, 2000

______. A Invenção do Itatiaia. 1993. 111p. Dissertação (Mestrado) Departamento de Sociologia, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1993.

______ & BRUHNS H. T. (orgs.). Viagens à  natureza: Turismo, cultura e ambiente. Campinas, SP: Papirus, 1997.150p.

TEIXEIRA, W. et al. Itatiaia: Sentinela das Alturas. São Paulo: Terra Virgem, 2007. 159p.

TERBORGH, J. [et al.] & SPERGEL, B. [et al.] (Organizadores). Tornando os parques eficientes: estratégias para a conservação da natureza nos trópicos. Curitiba: Ed. da UFPR/ Fundação O Boticário, 2002. 518p. (Série Pesquisa, n.75)

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: Difel, 1983. 250p.

______. Topofilia: Um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel, 1980. 288p.

WAGNER, P. L. The human use of the earth. The Free Press, A. Corporation, 1960. 359p.