O objetivo deste site é disponibilizar informações sobre a relação histórica dos moradores e hoteleiros com a área do Núcleo Colonial Itatiaya e com o Parque Nacional do Itatiaia, comunicar as iniciativas da Associação dos Amigos do Itatiaia (criada em 1951) e servir como meio de interação entre os sócios e demais interessados na preservação da natureza e da biodiversidade, bem como auxiliar o governo na tomada de decisão no que se refere à boa gestão do Parque.

Por motivos históricos, existem propriedades particulares que foram legalmente adquiridas do governo federal entre 1908 e 1916 no território do Núcleo Colonial Itatiaya que se encontra inserido dentro dos atuais limites do Parque Nacional.

As pessoas que possuem propriedades no Núcleo são amantes do lugar e tiveram participação decisiva na transformação de campos e pastos (figura acima) na atual floresta (figura abaixo). Contribuem com a sua preservação e manutenção até os dias de hoje e nesse local habitam lado a lado a vila do Núcleo e a do Parque, que também ali construiu grande parte da sua estrutura administrativa.

Entrada do ParqueAntes da ampliação do Parque em 1982, o seu plano de manejo propôs transformar a área do núcleo em um Parque Natural, semelhante ao Monumento Natural, previsto pela lei do SNUC do ano de 2000 e que faz parte da proposta da Associação dos Amigos do Itatiaia.

Essa recomendação respeita três aspectos fundamentais: a ocupação histórica, a cultura local em todas as suas manifestações e acima de tudo, a necessária preocupação com a preservação ambiental e conservação da biodiversidade numa área de elevada importância nacional. Infelizmente ela nunca foi executada e a discussão se estende por quase 27 anos.

Convidamos você para conhecer e participar dessa história.