O Cinetógrafo e Cinetoscópio de Thomas Edison


 

Thomas Edison foi o inventor da lâmpada incandescente e do fonógrafo.

Foi no seu laboratório que surgiram as primeiras máquinas de filmar e monitores. A ideia era que as pessoas para além de ouvirem os seus artistas preferidos, os pudessem ver. 

 

Em 1889, o seu assistente William Dickson, inventou um sistema de engrenagem para uma tira de 15m de película de celulóide. O cinetoscópio de Edison, patenteado em 1891, permitia a observação através de um furo, e foi o precursor de todos os subsequentes aparelhos de filmar, passando a largura do seu filme para 35mm a ser considerada internacionalmente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Cinetoscópio de Thomas Edison

 

Uma vez que o cinetoscopio não podia ser facilmente sincronizado com o fonógrafo, Edison desistiu do registo internacional de patente, tendo sido copiado por imitadores europeus, que apressaram a produção.

Salas cinetoscópio proloferaram por toda a Europa e América do Norte. Pagando uma moeda, o passante podia olhar através de um orifício e vislumbrar 15 minutos de movimento real.

Curiosidades:

Um espirro monumental de um dos trabalhadores do laboratório de Edison, foi uma das primeiras e favoritas sequencias de imagens.

 

Clica no link para veres o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=2wnOpDWSbyw&feature=PlayList&p=3F53C17967CF9294&playnext=1&playnext_from=PL&index=18

Mais tarde, foram cobertos acontecimento noticiosos e filmados espectáculos de variedades no estúdio Edison, em New Jersey, denominado Black Maria.