Novas Tendências para o

Mercado Cinematográfico


 
  • DISTRIBUIÇÃO COMERCIAL

Todos os filmes que chegam às salas de cinema são previamente seleccionados pelas distribuidoras, que funcionam como editoras de conteúdos. São elas que lideram o mercado da exibição filtram o que e será exibido comercialmente.

A liderança de mercado pelas grandes distribuidoras deixa poucas alternativas à produção menos comercial: géneros cinematográficos menos apreciados ou produções de baixo orçamento.

A distribuição da democratização, nomeadamente Através da internet, e do vídeo-on-demand, é uma tendência futura e cada vez mais uma realidade. O produto chega directamente ao público, sem que haja filtragem "de conteúdos, mas a falta de monotorização pode também consistir num problema, ao Poder contornar termos legais.

Os festivais e mostras apresentam-se cada vez mais como uma forma de exibição independente e alternativa.

 

 

Pesquisa mais sobre como distribuidoras portuguesas em: http://www.dvdpt.com/_distribuidores.php

 

 

    • PRODUÇÃO

 

Assistimos também uma uma transição de formatos ao nível da produção e exibição, ou seja dos Processos Químicos e analógicos para o digital, o que Vai permitir A utilização de técnicas avançadas de produção, como é o caso do 3D. Esta transição traduz-se na democratização principalmente ao nível da exibição cinematográfica, levando um questões até agora incontornáveis, mas preocupantes para a indústria, como o caso do download ilegal.

 

  • POLARIZAÇÃO DO CONSUMO 

Assistimos também uma uma Polarização do consumo audiovisual: entre canais de televisão com o cinema, internet e vídeo-on-demand, exibidores comerciais, clubes de vídeo, Cineclubes, festivais e mostras internacionais e nacionais, o público tem cada vez mais poder de escolha sobre O tipo de produto que queres consumir.

A transição de formatos com vantagem para o digital, leva a novas formas de consumo, nomeadamente Através de dispositivos móveis. Hoje em dia já é Possível Através assistir a um filme do iPhone.

 

 

»         NECESSIDADE DE NOVAS ESTRATÉGIAS PARA FILMES DE BAIXO ORÇAMENTO

 

Com grandes produções onde o investimento já representa parte da Estratégia de marketing  e com uma aposta não tem e não digital 3D, os filmes de orçamento médio: entre os 30 e os 60 mil dólares, são produtos Cuja Estratégia terá de vir um ser repensada, não conseguindo concorrer com as grandes produções, muitas vezes, só o lucro chega (quando chega) após uma exibição de saída e entrada para exploração comercial sobre a forma de DVD.

 

  • NOVAS FORMAS DE DIVULGAÇÃO

 

Os líderes de opinião, e os Meios de Comunicação de Massa, ser uma continuam Os Grandes Responsáveis pela tendência cinematográfica comercial. As alternativas passam cada vez mais pela internet como plataforma para uma divulgação, nomeadamente Através dos canais sociais.

  

 

por Cláudia Almeida