Pesquisar o site

Lei de Adoração

Sérgio Biagi Gregório

1) O que significa adorar?

A palavra adorar vem do latim ad + orare e significa orar para alguém. Prostrar-se, reverenciar, inclinar-se são seus principais significados. Há também outras definições: fazer um show, ser tolo, celebrar, brilhar, usar a mão, cantar, falar em voz alta. Deduz-se que há o entendimento pejorativo e o entendimento racional. Para não confundirmos a cabeça do crente, talvez fosse importante usar a palavra REVERÊNCIA em vez de ADORAÇÃO. Em realidade é uma postura de reverência ao Criador.

2) Como ver a adoração num processo histórico?

O homem de Neanderthal, há 150.000 anos, já enterrava os mortos junto com objetos de uso diário, evidenciando crença na vida futura. Os egípcios embalsamavam os seus faraós, com a crença de a alma voltaria para o corpo. No Totemismo, há referência às forças da natureza como o mana e a orenda, bem como a instituição do tabu. Pode-se falar também do horizonte tribal (mediunismo primitivo), o horizonte agrícola (animismo), o horizonte civilizado (mediunismo oracular), o horizonte profético (mediunismo bíblico) e o horizonte espiritual (mediunidade positiva). Na própria Bíblia há muitos versículos sobre a adoração. Salmos, Apocalipse, Lucas etc.

3) Por que a lei de adoração é uma lei natural?

A lei da adoração é uma lei natural porque é o resultado do sentimento inato no homem. Encontramo-la em todos os povos, embora de forma diferente. Lembremo-nos da definição de "lei": fluir como um rio. A palavra "lei" não deve ser usada com o sentido de obrigação ou uma regra. A adoração é algo que deve fluir livre e espontaneamente de dentro de nós.

4) Que tipos de adoração temos?

Adoração exterior, adoração conjunta, adoração individual, adoração pela prece, adoração pelos sacrifícios. Há os mantras, as preces cantadas etc.

5) Como passar da adoração dogmática para a adoração racional?

Há muitos povos que se dizem científicos, civilizados, mas permanecem com os sistemas de crenças, os quais se praticavam no Totemismo. Observe o símbolo de algumas torcidas organizadas: gavião, porco, peixe etc. É preciso amar a Deus em Espírito e Verdade. Eis o exercício maior.

6) Qual o caráter geral da prece?

A prece é um ato de adoração. É uma comunicação de pensamento entre a criatura e Deus. Pela prece podemos fazer três coisas: louvar, pedir e agradecer.

7) A prece que fazemos por nós mesmos pode modificar a natureza das nossas provas e desviar-lhes o curso?

Não. O que está reservado para cada um de nós, acontecerá necessariamente. O que a prece faz é dar-nos resignação e forças para suportar a nossa provação.

8) É possível a comunicação direta com Deus?

Sim. Fazer preces a Deus é pensar nEle, aproximar dEle, pôr-se em comunicação com Ele.

9) No que se fundamentam as muletas que usamos para adorar a Deus?

Ignorância religiosa, usos e costumes, má intenção dos religiosos etc.

Nov/2007.

Em forma de palestra: http://www.sergiobiagigregorio.com.br/palestra/lei-de-adoracao.htm

Apresentação em PowerPoint: http://www.sergiobiagigregorio.com.br/powerpoint/lei_moral/lei-adoracao.ppt

Mais textos em PowerPoint: http://www.sergiobiagigregorio.com.br/powerpoint/powerpoint.htm

Estude Online: Lista dos Cursos 24 Horas


Comments