Pesquisar o site



Aprofundamento Doutrinário
Sérgio Biagi Gregório


1) O que significa aprofundar?

Tornar fundo ou mais fundo; escavar. Examinar ou investigar a fundo, ou com minúcia; indagar, pesquisar, inquirir. À luz dos dados estatísticos, os economistas aprofundaram as razões da crise. Entrar, penetrar em um assunto, tema, idéia etc., investigando-a a fundo e com minúcia. (Dicionário Aurélio)

Aprofundar é, em síntese, fazer uma análise mais acurada do tema proposto. Nos cursos regulares, tais como o Curso de Educação Mediúnica, o Curso de Introdução ao Evangelho e outros, a abordagem é mais ampla, mais geral. Neste grupo de estudo, pretende-se rever os mesmos temas, porém com profundidade, ou seja, com mais vagar, com mais tempo, com mais argumentações e com mais discussões, possibilitando ao participante do grupo um aprendizado mais sólido da Doutrina Espírita.

2) Que significa doutrina? E doutrinário?

Doutrina – O sentido mais antigo é o que deriva da sua etimologia latina doctrina que, por sua vez, vem de doceo, "ensino". O sentido mais antigo, portanto, é de ensino ou aprendizado do saber em geral, ou do ensino de uma disciplina particular. Ao longo do tempo perdeu-se o sentido original e o termo firmou-se como o indicador de um conjunto de teorias, noções e princípios coordenados entre eles organicamente que constituem o fundamento de uma ciência, de uma filosofia, de uma religião etc. (Bobbio, 1986)

Doutrinário – O termo indica, em geral, quem obedece rigidamente aos princípios da própria doutrina, prestando atenção à teoria no seu sentido abstrato, mais do que no prático.

3) Como pode ser definida a Doutrina Espírita?

Conjunto de princípios, ditado pelos Espíritos superiores, através da mediunidade. Seus princípios fundamentais são: Deus, Reencarnação, Pluralidade dos Mundos Habitados, Lei de Causa e Efeito etc.

4) Espiritismo e Doutrina Espírita são a mesma coisa?

Deveriam ser. O Espiritismo é a prática da Doutrina Espírita. Vemo-lo na boca de muita gente, porém, muitas vezes, carregado de diversos equívocos, confirmando a frase de José Herculano Pires: "Espiritismo, esse desconhecido, inclusive dos próprios espíritas". Em linhas gerais, podemos dizer que o Espiritismo é praticado nos Centros Espíritas. Pergunta-se: quantos são os Centros Espíritas que realmente se interessam por colocar em prática os pressupostos básicos codificados por Allan Kardec?

5) No que a Doutrina Espírita difere das outras doutrinas filosóficas e religiosas?

A Doutrina Espírita é um conjunto de princípios, elaborado com o auxilio dos benfeitores espirituais que, analisando os mesmos temas de outras religiões, deu-lhe uma conotação particular, por isso a criação do neologismo "Espiritismo" e "Espírita". Foi para diferenciar das teses expostas pelo Espiritualismo.

6) Como interpretar a frase: "todo espírita é espiritualista, mas nem todo espiritualista é espírita"?

Todo espírita é espiritualista. Explicação: espiritualista é o contrário de materialista; ele crê que existe algo além da matéria.

Mas nem todo espiritualista é espírita. Explicação: nem todo aquele que crê que existe algo além da matéria pode se dizer espírita. É preciso que ele, além de crer que haja algo além da matéria, certifique-se dos seus princípios fundamentais. Sem isso, será apenas um espiritualista tal qual o budista, o católico, o protestante etc.

7) Faça um resumo da Doutrina Espírita.

Os temas Deus, Espírito e Matéria, os Três Elementos que compõe o Homem, a Classe dos Espíritos, a Reencarnação, a Alma depois da Morte, a Comunicação entre Encarnados e Desencarnados, a Distinção entre os Bons e os Maus e a Moral dos Espíritos Superiores dão nos uma boa base do que seja a Doutrina dos Espíritos.

8) Como proceder no exercício do aprofundamento doutrinário?

O participante deste grupo de estudo deve ser um construtor de conhecimento, ou seja, deve habituar-se a questionar, a indagar sobre o tema em questão. Comece sempre pelo seu próprio interesse, pela sua motivação interior, formulando as suas questões-chave para uma melhor compreensão do tema; posteriormente, responda-as com as próprias palavras. Concluída esta fase, poderá pesquisar em dicionários, enciclopédias e mesmo nos livros da codificação.

Bibliografia Consultada

BOBBIO, N. et al. Dicionário de Política. 2. ed. Brasília: UNB, 1986.

FERREIRA, A. B. de H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, [s. d. p.]

Março/2008

Apresentação em PowerPoint: http://www.sergiobiagigregorio.com.br/powerpoint/doutrina/aprofundamento-doutrinario.ppt

Mais Textos em PowerPoint: http://www.sergiobiagigregorio.com.br/powerpoint/powerpoint.htm

Estude Online: Lista dos Cursos 24 Horas

Comments