A 1ª Tarefa Cristã:A Morte Psicológica

Uriel

Download dos livros gratuitos

Grupo Consciência Cristo - Revolução da Consciência

A Obra Magna

A Profecia

A Revolução da Consciência

O Auto-Conhecimento

A 1ª Tarefa Cristã: A Morte Psicológica

A Auto-Observação

Súplicas à Nossa Senhora, Mãe Divina

A Doutrina do Coração

As Dificuldades

O Cotidiano

O Anti-Cristo

A Dualidade

Os Sonhos Mudam

Experiências no Plano Astral

O Despertar

O Hermetismo

A 2ª Tarefa Cristã: O Sexo Sagrado

A Íntima Realização do Ser

A Sublimação Sexual para os Solteiros

A Transmutação Sexual para os casados, O Arcano AZF

A 3ª Tarefa Cristã: A Entrega do Ensinamento Sagrado

As Enfermidades

As Drogas

Senhores da Situação

A Transformação Interior

O Medo

Eliminando o Ego

A Intuição e o Raciocínio

Os Inimigos são Internos

A Comodidade Tentadora

Aos Revolucionários de Si Mesmos

 Convite aos irmãos

Obras Recomendadas

A 1ª TAREFA CRISTÃ: MORTE PSICOLÓGICA

 

 

As pessoas que possuem anelos espirituais ouvirão este chamado, praticando em seu diário viver estes maravilhosos ensinamentos, passando a se auto-observar de instante a instante buscando a auto-superação, o despertar, a Revolução da Consciência. Este é o trabalho interno ao qual vivemos e comprovamos. O “Negar a si mesmo” ensinado pelo Kabir Jesus é exatamente o trabalho de lapidação interior, na eliminação das milhares de imperfeições que nos afastam Daquele que é Perfeição (Deus) e que os religiosos equivocados sinceros não compreenderam.

O ego não quer morrer! O ego gosta de se sentir injustiçado se fazendo de vítima! O ego justifica as manias e perversidades! O ego faz com que coloquemos o coração em coisas que pertencem ao tempo e com o tempo serão corroídas, objetos, bens e coisas materiais... O ego busca o “ter” e rechaça o “SER”.

 

A batalha individual está no corpo mental! Através dos pensamentos por onde os defeitos psicológicos atuam, criamos monstros, doenças, verdadeiros infernos mentais. Neste emaranhado de pensamentos e dúvidas, incertezas e preocupações dos quais apenas um é o correto: O Iluminador Silêncio Mental! E esta é a busca! Na limpeza do corpo mental, se fazendo íntegro em obediência ao Pai Celestial.

É emergente que todos nós passemos a buscar o silêncio mental cada segundo do dia!Tudo que vier contrário à estas disciplinas interiores seguiremos “negando à nós mesmos”, ou seja, colocaremos em prática a primeira lição entregue pelo Cristo Jesus (Marcos 8-34).

Necessitamos apelar para uma Força capaz de desintegrar estes agregados psíquicos. A partícula feminina de Deus em cada um de nós. Me refiro à Nossa Mãe Cósmica, a Nossa Senhora Mãe Divina. Aplicamos a Morte Psicológica suplicando desta forma:

Mãe Divina destrua este defeito, desintegra-o”.

Além destes defeitos psicológicos que são os pensamentos e impulsos de raiva, ódio, orgulho, inveja, cobiça, preocupações, luxúria, gula, ansiedade, preguiça, etc... Existem os defeitos que nos atacam através dos pensamentos involuntários. São aqueles que vem para nos tirar a concentração, para nos dispersar, o que faz com que ocorram acidentes e até tragédias.

Devemos realizar uma única tarefa por vez, nos mantendo concentrados na atividade que estivermos realizando, mas sem ficar repetindo mentalmente o que estamos fazendo. Atentos à nós mesmos, mantemos a concentração e o silêncio mental na tarefa que estamos nos dedicando. 

Precisamos aprender a viver o momento, sem nos deixar sonhar com o que iremos fazer depois, ou com o que já fizemos anteriormente. Se algum pensamento destes interferir imediatamente suplicaremos à Nossa Mãe Divina que nos limpe, dissipando esta tendência mecânica que o ego tem de nos tirar a concentração. Certamente que vocês amados leitores irão comprovar que através destas disciplinas, passamos a evitar os erros causadores de acidentes, passamos a economizar energias nos sentindo muito mais fortes e dispostos!

Através do Silêncio Mental logramos a Paz Interior e a Conexão com o Pai Celestial, onde estaremos com os sentidos voltados a um único ponto, aprendemos a ouvir o coração e não as múltiplas vozes interiores cada qual com uma vontade distinta.

É urgente que saibamos distinguir a voz do Pai, do Real Ser, desenvolvendo a intuição, eliminando as múltiplas vozes internas, os eus gritões.

A eliminação do ego animal é a chave para a Felicidade Suprema, pois, o ego nunca está satisfeito, quanto mais tem mais quer. O ego é multiplicidade e se apresenta sob a forma de pensamentos involuntários e impulsos inferiores que nos conduzem aos erros, delitos e crimes, contra nós mesmos, contra os semelhantes, contra Deus!

Porém, à partir de agora que estão recebendo o modo operante para colocar em prática o Verdadeiro trabalho Cristão será diferente! Pois, mediante a nossa auto-observação, vigiando os próprios pensamentos, logo ao percebermos o agregado psíquico se manifestando, passamos a Orar suplicando à Nossa Mãe Divina que elimine de nós tal imperfeição!

 

É notório e constatamos que a tão sonhada felicidade à qual todos buscam, se consumindo e se destruindo por alcançá-la, não está no luxo, no dinheiro, no materialismo... Olhemos ao nosso redor: Quem é realmente feliz? É algo mais que impossível a felicidade carregando esta carga inútil dentro de nós: os defeitos psicológicos, o ego animal que tanto mal já nos fez e tanto mal já fizemos aos nossos irmãos.

Nossa busca deve estar além deste plano tridimensional, além das posses e riquezas materiais, além do orgulho de querermos ostentar coisas da matéria. O famoso “ser alguém na vida” está relacionado a tudo isto.

As chaves para a Autêntica Felicidade foram entregues à Humanidade pelos Mestres que tiveram suas passagens terrenas. Devemos eliminar de nós mesmos a multiplicidade de vontades, de desejos que povoam nossas mentes, os eus gritões, que hora queremos uma coisa e no segundo seguinte já queremos outra, ficamos à mercê do ego animal.

É preciso nos lançarmos ao trabalho interno, em profunda devoção à Nossa Mãe Cósmica e ao Pai Interno. O filho deve sempre recorrer à Mãe, sem Ela não há trabalho interior, necessitamos de Sua ação para que elimine de nós os defeitos observados. A Mãe Divina limpa o filho amado. A Nossa Senhora, Nossa Mãe Divina aguarda que nós nos lancemos à este trabalho, por isto devemos ser inconformados com a miséria interior em que nos encontramos passando a buscar as Virtudes da Alma que se encontravam aprisionadas nos defeitos. Para cada agregado que logramos compreender e eliminar resulta que vamos nos tornando cada vez mais virtuosos!

Que saibamos realizar a vontade do Pai. Lograremos ouvir Sua “voz” nas constantes buscas calando o ego nas súplicas seguidas, em busca do Iluminador Silêncio Mental.

Devemos nos interiorizar, buscando o equilíbrio, a serenidade diante das atribulações do dia-a-dia, zerando a mente dos pensamentos inúteis, suplicando a morte dos defeitos psicológicos a todo instante, buscando um ponto de apoio interior, nas batidas do coração para jamais nos esquecermos de nós mesmos, do trabalho Cristão, da busca pelo Pai e pela Mãe Divina.

A maneira com a qual nós nos dirigimos às nossas Divindades é algo pessoal. O importante é fazermos com convicção, muita fé, com força, crendo fervorosamente no poder da Nossa Mãe Cósmica, que está sempre pronta a atuar e aguarda que nos lancemos conscientemente ao trabalho. A Mãe Divina estará sempre de prontidão! A Mãe Amada trabalha incansavelmente atendendo aos chamados e limpando o filho das impurezas criadas. Jamais alimentar dúvidas de que as súplicas não estão surtindo efeito! Isto também é defeito!

 

Muitas vezes podemos perceber um ataque em bloco de terríveis defeitos que não querem morrer, irão protestar, reclamar deste trabalho que aqui entrego. Nestes instantes devemos nos dedicar às súplicas de forma ininterrupta até percebermos o silenciar da mente. De forma sucessiva ao longo do dia na batalha pelo controle supremo do próprio corpo mental: Mãe Divina, destrua este defeito, desintegra-o.

Desta forma nos disciplinamos. As súplicas devem ser aplicadas literalmente a cada segundo, não importando qual defeito seja, atentos a cada mínimo defeito que se pronuncia, assim morremos no ego, eliminando os defeitos que servem de alimento para os defeitos maiores.

A mente “mente”. Aqueles pensamentos que a mente classifica como “bons”, devem ser observados e eliminados da mesma forma, pois, o ego quer nos enganar, contar-nos grandes histórias, de que somos “bonzinhos”, que fazemos o bem e isto e aquilo... Resultado: Adormecemos a consciência pois estamos robustecendo defeitos de orgulho, vaidade, auto-estima, auto-considerações, etc... Devemos ser sérios, compreender e eliminar sem tréguas o ego sabotador da Obra do Pai.

É importante que nos mantenhamos na disciplina se quisermos realmente o despertar para o verdadeiro sentido da vida! O mundo à volta está repleto de tentações. É preciso vencer as tentações eliminando o que dentro de nós nos faz cair nestas tentações. As coisas que pertencem ao tempo, logo se acabarão, não possuem verdade alguma. É verdadeiro o que fizermos pela Alma, o que somos, as boas obras realizadas levaremos conosco para a Eternidade. Os bens materiais, pertencem ao tempo e com o tempo se perderão. Merecem que nos percamos por eles?

Muitas pessoas se queixam de seus problemas, por isto é preciso transformar as impressões que nos chegam aos sentidos, passando a agradecer ao Pai pelas dificuldades e eliminar o ego que reclama, que protesta, que lamenta. Observaremos cada detalhe em nós de protesto: se o Sol brilha o ego reclama que está muito quente; se chove, o ego também protesta. Nada agrada ao ego!

As dificuldades são necessárias para o nosso aprendizado, para o auto-conhecimento, são providências Divinas, são provas às quais o Pai nos coloca. Se nos conscientizamos de que esta existência é passageira, que o tempo terreno nada é em comparação à Eternidade, cairá por terra qualquer tipo de preocupações. Desta forma opera o autêntico Cristão na lapidação interior. O Mestre dos Mestres Jesus é o exemplo de Revolucionário à Quem devemos nos espelhar.