Breve trajetória de um professor

 

“A vida, como um comentário de outra coisa que não alcançamos, e que está ao alcance do salto que não demos.”

Cortázar

 

“O acontecimento precisa de uma lógica mais complexa”

Foucault

 

“O grande pedagogo é como a natureza: ele deve acumular obstáculos para que sejam ultrapassados.”

Nietzsche

 

Nascido em sete de junho de 1961, tive infância, juventude e parte da vida adulta felizes na zona sul de São Paulo, até os 29 anos, quando então, após o casamento, fui morar na zona oeste. A doce fruta dessa não menos doce união vem ao mundo em 2003.

 

Desenvolvi precocemente o gosto pela leitura, principalmente pela ficção científica de Isaac Asimov e depois pelo realismo fantástico de Borges e Cortazar. Meu interesse se expandiu para os clássicos (Dante foi uma aventura) e para os não tão clássicos (o universo de Kafka, a narrativa de Joyce). Aos 20 anos já havia lido boa parte do que já li de literatura, filosofia e política. Acho imprescindível a leitura de Marx, Weber, Florestan Fernandes e Foucault. E prescindível a leitura de Marx, Weber, Florestan, Foucault e Paulo Coelho. A música está presente e ouço Pink Floyd e Chico Buarque, dentre outros, sem nostalgia. 

Meu primeiro local de trabalho foi no Shopping Ibirapuera como vendedor temporário na loja especializada em material esportivo, Procópio, durante o natal de 1980. Em seguida lecionei Química na escola em que havia cursado o segundo grau, E. E. S. G. Prof. "Alberto Levy", no projeto de recuperação montado pela Secretaria da Educação durante a gestão Maluf. Não foi minha primeira experiência no magistério, pois, já aos nove anos, ajudava colegas com dificuldade em Matemática. Assim, imagino, iniciei o gosto pelo magistério.

 

Em 1981 ingressava pela primeira vez no ensino superior, no curso de Agronomia, profissão que não irei seguir, mas que me levou a ser cunicultor, numa experiência não muito bem sucedida em Itapecerica da Serra durante o plano cruzado. Novo vestibular, nova profissão a que me dediquei trabalhando sucessivamente em três empresas como microbiologista e em cargos de chefia na pesquisa e desenvolvimento de produtos na área da química fina e biotecnologia. Definitivamente volto-me ao magistério, lecionando no Ensino Médio e Fundamental. Nesse período segue-se de modo alternado minha formação na área da educação: Licenciatura em Química, especialização em Metodologia do Ensino Superior, Pedagogia e especialização em Educação, Arte e História da Cultura.

 

Presentemente, dedico-me a formação docente em vários âmbitos: na formação continuada de professores da rede pública de ensino, nos cursos de formação inicial (Pedagogia e Letras, mais recente, Artes Visuais, Geografia, História, Matemática e Educação Física) e na pós-graduação em “Docência para o Ensino Superior”. Após a conclusão do Mestrado em Educação,  desenvolvo pesquisas e estudos voltados para a formação docente, com foco nas tecnologias e linguagens digitais.