Página inicial



A década de 70 foi marcada pela guerra dos EUA contra o Vietnã e pelos anos mais repressivos da ditadura militar aqui no Brasil. Com toda a censura que o regime autoritário tinha ocorreram muitas transformações culturais e comportamentais, as roupas, as artes e o comportamento do jovem mudaram radicalmente. No início dos anos 70, com o término da guerra do Vietnã deu-se inicio ao movimento dos hippies, movimento idealista e pacifista. Os Hippies que acreditavam que o mundo deveria ser movido pelo amor e pela paz.




Suas roupas traziam peças despojadas, confortáveis, leves, estampadas e também pelo movimento “Black Power”; Usavam bijuterias étnicas, roupas artesanais, de materiais naturais e de tinturas caseiras, saias longas no estilo Cigana e bolsas e sapatos de camurça com franjas.




A era Disco dos anos 70 foi marcada pelas festas do tipo Discoteca onde todos dançavam ao som dançante de músicas pop ou da dance music.

As roupas da época eram caracterizadas pelo estilo colorido, com estampas, brilhos, tubinhos, calças boca de sino, botas de cano alto de camurça e plataformas, mini-saias, estampas florais, saas e calças de cintura baixa com cintos largos ou com penduricalhos.

O mesmo servia aos homens, que usavam plataformas, camisetas florais, calças boca de sino, camisas abertas e óculos escuros.

                                                                                                                     Matéria feita por: Lara Chula Martins
Fotos tiradas por: Gabriela Campo Perez
Modelo: Marina de Oliveira Albino