Horta em Peneus e Garrafa PET

Horta em Peneus e Garrafa PET

Faça você mesmo um suporte especial para o cultivo de hortaliças para pequenos espaços, como quintais e varandas, com produtos recicláveis 

Imagine cultivar uma horta que poderá gerar frutos para seus tataranetos. A idéia partiu do técnico em agropecuária, Adejar Gualberto Marinho. Trabalhando há 24 anos na Embrapa Hortaliças, o pesquisador pensou em criar algo que fosse feito de maneira ecologicamente correta.

O técnico descobriu que pneus e garrafas PET, que demoram mais de 500 anos para se decompor na natureza, poderiam ser reutilizados para servir de suporte no cultivo de hortas em pequenos espaços.

"Uma oportunidade de as pessoas cultivarem vitaminas, sais minerais e fibras em casa." Desde que teve a idéia, em 2004, Adejar já instruiu 600 pessoas nos cursos que ministrou sobre hortas em pequenos espaços.

Além de prático, custa pouco. Tanto as garrafas PET quanto os pneus podem ser encontrados de graça. Com os materiais, o preço de cada modelo pode sair por menos de 50 reais. E compensa, pois neles podem ser plantados hortaliças folhosas, flores, frutos e plantas condimentares.

O produtor deve montar a horta em locais bem arejados e iluminados. A irrigação deve ser feita todos os dias e a planta precisa receber cinco horas diárias de sol. Ensinamos como montar os modelos em PET e pneus. E mostramos como preparar o solo para o cultivo. Mãos à obra!

Com garrafa PET
Além de simples e barato, o suporte é politicamente correto por reciclar materiais
Material
• 18 garrafas PET;
• 1 tesoura pontiaguda

Como sugestão, divida o total de garrafas da seguinte maneira: oito para plantar alface, duas para salsa, duas para coentro, duas para cebolinha, uma para pimenta, uma para pimentão e duas para couve. Deixe cada vaso a uma distância de 60 centímetros um do outro.

Corte garrafas PET à altura de 20 centímetros a partir da base. Faça furos no fundo para dar vazão à água. A parte superior pode ser usada para reter a água. Para tal, encaixe-as com arame embaixo da base, e coloque em um suporte.

Com pneus
Neste sistema, troque a tampa de madeira a cada dois anos de utilização
Material
• 2 pneus velhos aro 13;
• 1 faca bem amolada;
• 2 bacias de plástico
• 2 tábuas de madeira de angelim de 20 centímetros de largura cada ou madeirite;
• Cola;
• Pregos;
• Arame
• Serra

1 - Corte os pneus transversalmente e vire-os do avesso, formando duas bacias côncavas. Molhe a faca na água para deslizar e facilitar o corte. Se o pneu for radial, use serra e depois passe as bordas em um esmeril para retirar as pontas do arame.

2 - Cada bacia pode ser dividida em três partes para o plantio. Na primeira, pode-se plantar cebolinha, coentro, salsa ou alface. Na segunda, pimenta, pimentão ou couve. E na terceira, tomate rasteiro ou cereja.

3 - Pregue as duas tábuas uma ao lado da outra, deixando meio centímetro entre elas. Coloque uma bacia embaixo do pneu para servir de reservatório. Desenhe nelas um círculo de 36 centímetros de diâmetro e serre. Cole o tampão circular na parte inferior da bacia de pneu. Quem for usar madeirite, faça 20 furos com broca de 5/16 de polegada.


Mais informações: Embrapa Hortaliças - Rodovia Brasília/ Anápolis BR-060, Km 09, Gama, DF. Tel.             (61) 3385-9000       www.cnph.embrapa.br

 

Comments