Serviços‎ > ‎

Educação Especial

ENQUADRAMENTO


A intervenção da Educação Especial visa respostas educativas no âmbito do Decreto-Lei nº 3/2008, por referência à Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) e enquadra-se no Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas João Villaret (AEJV) para o quadriénio 2014-2017 “Em nome de uma Escola de Excelência e de Sucesso”.


FUNCIONAMENTO

No presente ano letivo, o Grupo de Educação Especial/Apoios Especializados é constituído por doze docentes do grupo 910, espalhados pelas diversas escolas do agrupamento, duas psicólogas e uma assistente social. O Grupo constitui um recurso do agrupamento no apoio e na promoção de condições que assegurem respostas articuladas e integradas à diversidade dos alunos com Necessidades Educativas Especiais de caráter permanente nos diferentes estabelecimentos de ensino. 


DESTINATÁRIOS

A Educação Especial destina-se a alunos com limitações significativas, de caráter permanente, ao nível da atividade e participação, num ou vários domínios da vida, nomeadamente:
- dificuldades continuadas ao nível da comunicação,
- da aprendizagem,
- da mobilidade,
- da autonomia,
- do relacionamento interpessoal e
- da participação social.


UNIDADES DE ENSINO ESTRUTURADO

No AEJV foram criadas duas Unidades de Ensino Estruturado, como respostas diferenciadas para alunos com Perturbação do Espectro do Autismo e/ou défice cognitivo grave. 
Estas Unidades têm como missão a inclusão educativa e social dos alunos, contribuindo para a aquisição de competências pessoais e sociais que lhes permitam a otimização da sua autonomia nos vários contextos de vida, bem como a promoção da igualdade de oportunidades.  


REFERENCIAÇÃO

O processo de sinalização da criança/jovem é realizado de acordo com o constante no art.º 5º do Decreto-Lei n.º 3/2008, iniciando-se com a sua referenciação ao Diretor do Agrupamento pela família, pelos serviços de Saúde ou pela Segurança Social, pelo docente titular do grupo/turma, pelo diretor de turma ou qualquer outra pessoa ou entidade que tenha conhecimento das suas necessidades educativas.


SERVIÇO DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO

O Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) do AEJV, dispõe de duas psicólogas e uma técnica de Serviço Social.
Este serviço desenvolve, nos diferentes níveis de escolaridade do AEJV, atividades no âmbito promoção ou intervenção primária, que visam melhorar o potencial de desenvolvimento e de aprendizagem de indivíduos ou grupos saudáveis; atividades ao nível da intervenção secundária, cujo objetivo passa por detetar alunos que possam estar em risco de desenvolver determinadas problemáticas e que, por esse motivo, são alvo de intervenção e, por último, é desenvolvido todo um trabalho no domínio da intervenção terciária, cujo objetivo é apoiar na resolução de problemas já manifestados, essencialmente ao nível da avaliação psicológica e educacional e consulta psicológica individual e/ou de grupo.
Ao nível da Intervenção Social, este serviço garante o apoio social individual aos alunos e respetivas famílias. São identificadas e analisadas situações de carência/fragilidade sócio-económica e é efectuado um acompanhamento/encaminhamento para os serviços públicos. No âmbito das suas competências,  estes serviços garantem a satisfação de necessidades básicas da população, através do usufruto dos recursos disponibilizados na área da ação social, a saber: rendimento social de inserção, apoio alimentar, proteção social, serviços de saúde e apoio ao emprego.


PARCERIAS / PROTOCOLOS

- CRI – Centro de Recursos para a Inclusão da APPDA de Lisboa;
- Laboratório da Fala;
- Clínica SaberdeMim;
- IDDP – Instituto de Desenvolvimento Didático & Psicologia;
- Saúde Escolar do centro de Saúde de Loures;
- Centro de Neurodesenvolvimento do Hospital Beatriz Ângelo. 


O NOSSO BLOGUE
Blogue da Educação Especial, dinamizado por alunos com Currículo Específico Individual: