Escola

A Escola Reunida Municipal Eldorado  III, foi criada em maio de 1993, sendo que sua autorização para o funcionamento foi em 17 de agosto de 1993, onde passou a denominar-se Escola Reunida Municipal Maria Bordignon Destri.

            Esta escola surgiu a partir da necessidade de ter um espaço desta natureza  neste bairro uma vez que o número de crianças era significativo. Estas precisavam atravessar a BR Leopoldo Sander para frequentar outra escola, correndo riscos de acidentes uma vez que a referida BR é muito movimentada. A comunidade  então achou por bem reivindicar junto aos órgãos públicos a instalação  de um educandário neste bairro e assim foi concedido.

            No início as atividades da escola eram realizadas em casa alugada,  com 10 funcionários, entre direção, professores e serventes. (...) a partir de 15 de março de 1995, a escola recebeu novas instalações físicas. (...) atualmente a escola conta com 10 salas de aula, 1 sala de professores com 2 banheiros, 1 secretaria com 1 banheiro, 1 laboratório de informática, 1 sala de recursos multifuncional, 1 cozinha, despensa, área de serviço, 1 quadra de esportes coberta, tendo ao todo 54 funcionários entre professores e serviços gerais.

            A comunidade atendida na escola localiza-se no Bairro Eldorado, localizado na região noroeste da cidade tendo com limites ao Norte, o Bairro Belvedere confrontando com área rural; ao Sul, pelo eixo da Av. Leopoldo Sander, liga-se  ao Bairro Cristo Rei; ao Leste pelo eixo do acesso a BR 282, confrontando com o bairro líder; a Oeste, confrontando com a área rural e Bairro Alvorada. O bairro possui ruas pavimentadas, o transporte coletivo urbano te linhas regulares a cada 35 min, tendo estes horários reduzidos nos finais de semana e feriados. Os serviços públicos que servem o bairro, resumen-se  à Escola, uma Policlínica e um CEIM ( Cento de Educação Infantil Municipal). Além disso, o bairro possui estabelecimentos comerciais como mercados, bares e indústrias.

            A escolaridade média das famílias que compõe a comunidade não ultrapassa o Ensino Fundamental, na maioria incompleto.

            As famílias são de baixa renda (de 1 a 2 salários mínimos);  possuem casa modestas, porém próprias. A renda advém de profissões variadas como pedreiro, empregadas domesticas, comerciários, trabalhadores das indústrias, autônomos, catadores (reciclagem), observando-se que 80 % destes são empregados formais, com carteira assinada, sendo que os 20 % restante são trabalhadores informais.

            Entre os maiores anseios  da comunidade, estão questões relacionadas à falta de espaços públicos para o lazer, a pavimentação de algumas ruas, a regularização dos terrenos irregulares, saneamento básico  e segurança pública.

 

 

Č
ą
ď
FOTOS001.jpg
(1104k)
Vera Lucia Boff,
28/04/2010 16:11
Comments