I CONGRESSO DE EXPERIÊNCIAS EXITOSAS EM EDUCAÇÃO BILÍNGUE PARA SURDOS


                                         
                                                





                                    


A Linguagem de Sinais é o verdadeiro equipamento da vida mental do Surdo: ele
  pensa e se comunica apenas por este meio, e ele recebe por este mesmo meio
os conceitos e as ideias [...]. Ela [...] precede qualquer outra linguagem e,
abrindo caminho para o pensamento, permite ao Surdo apreender a palavra e a
própria ideia de linguagem. A Língua de Sinais é um meio indispensável de
comunicação entre o professor e o aluno, e é de enorme valia em sala de aula para
a explicação de conceitos e palavras. Ela não apenas abre caminho para o ensino
inicial, como também oferece um apoio contínuo para o processo de orientação e
explicação.
.
Otto F. Kruse (1853) Sobre Surdos,
educação de Surdos, e instituições para
Surdos, juntamente com notas do meu
diário de viagem




                            

O Instituto Cearense de Educação de Surdos - ICES, em Março de 2011, irá comemorar os seus 50 anos de existência realizando o  I Congresso de Experiências Exitosas em Educação Bilíngue para Surdos, com o intuito de promover uma troca de experiências entre as mais variadas instituições de ensino para Surdos, posto que ciente de sua responsabilidade social na realização de uma educação de qualidade, de inserção dos sujeitos surdos na vida acadêmica, social e profissional, o ICES vem compartilhar suas histórias de sucesso e êxito com outras instituições e pesquisadores na área da surdez e do bilinguismo.




I. OBJETIVO:

 O Congresso tem por objetivo compartilhar conhecimentos e metodologias de ensino relacionadas à Educação Bilíngue para Surdos, buscando:

  • orientar e apoiar os sistemas de ensino,
  • resgatar e valorizar o papel dos professores como agentes fundamentais para a construção de uma educação bilíngue de qualidade
  • dar visibilidade às experiências pedagógicas conduzidas pelos professores e consideradas exitosas e passíveis de adoção por outros professores e sistemas de ensino
  • promover uma discussão sobre a atual política pública tanto a nível local como nacional

 II. PÚBLICO ALVO:

  • Professores, técnicos, coordenadores e diretores de escola;
  • Pessoas Surdas e Familiares;
  • Estudantes Secundários e Universitários;
  • Intérpretes;
  • Outros profissionais que lidam direta ou indiretamente com o surdo.

III. PERÍODO: 21 a 24 de março de 2011


O evento contará com intérpretes de Libras.



APOIO:



COLABORADORES:




SECRETARIA DO TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL - STDS
GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ