CONTEXTO

Estamos diante do fenômeno da transformação digital, que tem causado o surgimento de aplicações cognitivas no mundo dos negócios. Existe uma grande possibilidade de você ter conversado com um robô online (ChatBot). Grande empresas já utilizam o ChatBot para otimizar a sua comunicação com seus clientes e obter dados para potencializar o seu marketing. O que poucos sabem é que o ChatBot é um sistema cognitivo, os sistemas cognitivos interagem com os seres humanos naturalmente para interpretar os dados, aprendendo com praticamente todas as interações e propondo novas possibilidades por meio do raciocínio probabilístico.

Entre as características dos sistemas cognitivos, podemos citar as principais:

1) Compreender: adaptar e dar sentido a todos os dados, por exemplo: ler um texto, ver imagens e ouvir a fala natural com contexto. Os sistemas cognitivos entendem os tipos de dados não estruturados, como: textos, imagens, voz, vídeos, músicas. Os sistemas cognitivos entendem toda forma de comunicação, assim como nós humanos interagimos.

2) Razão: interpretar a informação, organizar e oferecer explicações sobre o que isso significa, com base em conclusões. Os sistemas cognitivos geram hipóteses, criam ideias, preveem algo que está por vir.

3) Aprender: acumular dados e obter informações sobre cada interação, perpetuamente para aumentar a qualidade de seu raciocínio e processo de decisão. Assim como nós humanos, os sistemas cognitivos fazem leitura de novas informações, aprendem e conhecem a cada interação.

OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

O objetivo principal desta academia é capacitar os interessados a desenvolver solução de atendimento utilizando o conceito de sistemas cognitivos com ChatBots através da Plataforma da Google e sucessores. Além disso, serão apresentadas características para construção de Intenções, Contextos e Entidades. Outro ponto forte será a integração com aplicações de Backend com Webhooks e consultas avançadas, além da integração com o banco de dados NoSQL (FireBase) da Google. Para tanto, será desenvolvida uma versão em Android para conversação de Voz para Voz com o seu agente.

PÚBLICO ALVO

Gestores, Administradores de Empresas, especialistas em Marketing e atendimento ao público, além de estudantes de Ciências da Computação, Sistemas para Internet, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Processamento de Dados. Podemos incluir ainda como público-alvo: contadores, advogados, matemáticos, engenheiros, além de profissionais de nível Médio que atuam no mercado, pessoas que tem interesse em se especializar para área de atendimento e suporte a usuários.

METODOLOGIA IECEI

A metodologia IECEI está baseada nos seguintes princípios: Inspirar, Engajar, Conectar, Empoderar e Impactar. Nessa academia trabalharemos a inspiração por meio da apresentação de vários exemplos e situações aplicadas a construção de sistemas cognitivos, o engajamento pelo envolvimento dos participantes em processos de aprendizagem ativa com a participação de dinâmicas em grupos e o empoderamento pela apresentação dos principais conceitos e processos da área. As conexões serão estabelecidas entre os vários participantes da academia e empreendedores do FABWORK e o impacto será causado na capacitação dos participantes.

O QUE VOCÊ VAI APRENDER

Aula #1 (4h): 23 de março das 8:00 às 12:00

  • Introdução - Chatbots - assistentes virtuais e agentes com finalidades específicas, Processamento de Linguagem Natural e Detecção de Emoções, API REST e Serviços Postman;
  • DialogFlow Parte I - criação do primeiro agente e suas configurações, Intents, Welcome Intents, Fallback Intents, Suporte multi-idiomas, Entidades, sinônimos de entidades e expansão automatizada, Definição de parâmetros obrigatórios.
  • DialogFlow Parte II - Entidades do Sistema, Enum type Entities, Developer Composite Entities, Training, History e Analytics, Smalltalk e PreBuilt Agents, Integração do Agente com um Site.

Aula #2 (4h): 23 de março das 14:00 às 18:00

  • Contextos - Contextos de entrada e saída, Recuperação de valores em contextos, Encadeamento de diálogos, Tempo de vida de contextos, Follow-up Intents.
  • WebHook (Novo);
  • Desenvolvimento de ChatBot para Atendimento Delivery (Pizzas e Sanduíches);
  • APIs e Eventos de Integração;
  • Integrando o Agente com Redes Sociais (Facebook, Telegram, Skype, Twitter);
  • Criação de uma APP Mobile (Android) com Deploy da Aplicação.

TRANSFORMADORes

Possui graduação de Tecnologia em Processamento de Dados - ASPER (Associação Paraibana de Ensino Renovado) - 2003; Pós-graduação - MBA em Tecnologia da Informação (UNIPÊ) - 2006; Mestrado Profissional em Engenharia de Software - (CESAR) (2014); MBA em Machine Learning (IGTI) 2018. Também foi Assistente de Informática SNR 6 da Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (CODATA), Gerente de Projetos no DETRAN-PB e Professor de graduação e Pós-graduação do UNIPÊ, IESP, ASPER, UNIBRATEC, UNINASSAU - PE, Estácio de Sá - PB/RN - Cesar.edu.br - PE. Foi fundador da Fábrica de Software do UNIPÊ , foi Diretor Geral de Desenvolvimento de Sistemas - UMTI/SEPLAN - Prefeitura Municipal de João Pessoa. Atualmente é Analista de Tecnologia da Informação - Desenvolvimento de Software da DATAPREV (PB). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Arquitetura de Sistemas de Computação, Engenharia de Software, Gestão de Projetos, Linguagem de Programação, Business Intelligence, BIG DATA, Testes de Software, atuando principalmente nos seguintes temas: Metodologias de Desenvolvimento de Software, Processos, Negócios, Banco de Dados Relacionais e Não-Relacionais, Programação Orientada a Objetos Java, JSE, JEE, JME, (Android), Desenvolvimento em Python com Django e Ruby On Raills, Sistemas Distribuídos e Cloud Computing. Análise Orientada a Objetos, UML2, OCL2 e IA (Inteligência Artificial) Agentes Inteligentes, sistemas embarcados, programação Shell Script Linux, Engenharia de Software Orientada a Agentes Inteligentes, MDA, Reuso de Componentes. Machine Learning, Python para Análise de Dados (Pandas, SctLearning, Numpy, Mplotlib, NLTK), Mineração de Dados, Computação Cognitiva, Big Data, HDFS, Hadoop, Spark, Mlib, Hive, Hue, Ambari, Flume, Scala. Métricas de Software baseadas em pontos de Função e Pontos por Casos de Uso, Testes de software funcionais (manuais e automatizados) e Testes de Desempenho, além do certificado oficial da Alliance SCRUM MASTER.