A superestrutura da dívida

Depoimentos

A face mais importante e, ao mesmo tempo, menos estudada da hegemonia financeira pela sociologia crítica talvez seja a dívida pública. O livro . . . organiza-se em torno de um problema sociológico fascinante, sobre como a financeirização redefiniu o caráter específico de classe do Estado brasileiro.

Ruy Braga, Universidade de São Paulo

Daniel Bin oferece-nos uma sofisticada análise teórica sobre despossessão no Brasil e em outros lugares. Tal análise é reforçada pela utilização de dados concretos. Mesmo que não se concorde totalmente com ele, seu livro enriquece a nossa capacidade de aprofundar estudos futuros. Por isso, vale muito a pena lê-lo, e urgentemente.

Immanuel Wallerstein, Universidade Yale