Filmes

Com o apoio do Consulado Geral da Alemanha no Rio de Janeiro e do Goethe-Institut, a Mostra SBH 175 anos | Cinema Brasil-Alemanha, sob curadoria da cineasta Rejane Zilles, trará filmes já consagrados, além do inédito "Die andere Heimat", do cineasta Edgar Reitz.

Sinopses

12.04 - Sexta

18h: OS MUCKER

  • Direção: Jorge Bodansky e Wolf Gauer
  • FIC | 1h 47min | 1978 | Brasil
  • Classificação indicativa: 16 anos

Sinopse:

Em 1824, os primeiros colonos alemães começam a chegar ao Brasil. Na década de 70, a região de Sapiranga, no Rio Grande do Sul, testemunha a chegada de um novo conceito de formação de comunidades: os Mucker, imigrantes germânicos instalados na região, que decidem criar uma sociedade própria, inspirada em conceitos bíblicos, autossuficiente e isolada das outras colônias. Comandados por Jacobina Mentz, uma beata, esse novo grupamento, no entanto, encontrará resistência por parte de seus vizinhos e das forças militares brasileiras. Em 1874, a comunidade é invadida por tropas do Exército e da Guarda Nacional.


Participação em Festivais e Prêmios Recebidos:

  • Festival de Gramado (1979) – Melhor Direção, Melhor Atriz para Marlise Sauressig e Melhor
  • Cenografia para Dorlay Schumacher
  • Festival de Brasília (1979) – Melhor Direção, Melhor Atriz para Marlise Sauressig e Melhor
  • Cenografia para Dorlay Schumacher / indicado na categoria de Melhor Filme
  • Prêmio Air France (1979) – Melhor Filme e Melhor Direção

20h: DIE ANDERE HEIMAT – A OUTRA PÁTRIA

  • Direção: Edgar Reitz
  • FIC | 3h 51min | 2013 | Alemanha
  • Classificação indicativa: Livre
  • Trailer

Sinopse:

Em uma vila da região do Hunsrück, no meio do século 19, Jacob é o filho mais novo de uma família pobre de agricultores e artesãos. Mesmo com suas condições precárias de vida, ele cultiva o hábito da leitura, agarrando qualquer livro que chegue às suas mãos. Com o anseio de ir para o Brasil recomeçar a vida, ele aprende as línguas da selva indiana, traçando aventuras e fantasias em sua cabeça. No entanto, suas tentativas de imigrar para o Brasil são sempre frustradas por novos obstáculos. Ele e sua família precisam tomar uma decisão que mudará para sempre suas vidas: ficar ou deixar a sua casa para sempre.


Participação em Festivais e Prêmios Recebidos:

  • 70o Festival de Veneza (2013) – premiére
  • Festival Internacional de Cinema de Toronto (2013)
  • 15o Festival do Rio (2013) – Mostra Foco Alemanha
  • Prêmio do Cinema da Baviera 2013 - Bayerischer Filmpreis 2013 (Melhor Produção, Melhor Argumento)
  • Prêmio da Crítica Alemã de Cinema 2013 - Preis der Deutschen Filmkritik 2013

(Melhor Filme, Melhor Fotografia)

  • Prêmio do Cinema Alemão 2014 - Deutscher Filmpreis 2014 (Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Argumento)

13.04 - Sábado

18h: STEFAN ZWEIG: ADEUS, EUROPA

  • Direção: Maria Schrader
  • FIC | 1h 46min | 2016 | Áustria, Alemanha e França
  • Classificação indicativa: 12 anos
  • Trailer

Sinopse:

Em 1936, o ilustre escritor austríaco de origem judaica Stefan Zweig desembarca no Novo Mundo, percorrendo Rio de Janeiro, Bahia, Buenos Aires, Nova York e Petrópolis. Apaixonado pelo Brasil, inicia a escrita de um novo livro, tendo a terra como tema, e decide se instalar na cidade imperial em 1941. Porém, atormentado pelo crescimento da intolerância, da barbárie e do autoritarismo na Europa e sentindo-se impotente por não poder ajudar seus conterrâneos a escapar do horror nazista, Zweig sucumbe aos fantasmas do exílio.


Participação em Festivais e Prêmios Recebidos:

  • Prêmio do Cinema Austríaco (Austrian Film Award) 2017 – indicado ao prêmio de Melhor Ator (Josef Hader) / vencedor do prêmio de Melhor Maquiagem
  • Prêmio do Cinema da Bavaria (Bavarian Film Awards) 2017 – vencedor do prêmio de Melhor Diretora (Maria Schrader)
  • Prêmio do Cinema Europeu (European Film Awards) 2017 – prêmio do Público para Maria Schrader / indicado ao prêmio de melhor ator (Josef Hader)
  • Premiação da Associação Alemã de Críticos de Cinema (German Film Critics Association Awards) 2017 – vencedor dos prêmios de Melhor Ator (Josef Hader) e Melhor Cinematografia (Wolfgang Thaler) / indicado aos prêmios de Melhor Filme (Maria Schrader), Melhor Atriz (Aenne Schwarz) e Melhor Roteiro (Maria Schrader e Jan Schomburg)
  • Prêmio Jupiter (Jupiter Award) 2017 - indicado ao prêmio de Melhor Ator Alemão (Josef Hader)
  • Festival Internacional de Cinema de Palm Springs (Palm Springs International Film Festival) 2017 – indicado ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro
  • Festival Internacional de Cinema de Locarno (Locarno International Film Festival) 2016 – Maria Schrader indicada ao Grande Prêmio do Festival
  • Prêmio do Cinema Alemão (German Film Awards) 2016 – indicado aos prêmios de Melhor Direção (Maria Schrader) e Melhor Atriz (Barbara Sukowa)


20h: WALACHAI *

  • Direção: Rejane Zilles
  • DOC | 1h 24min | 2013 | Brasil
  • Classificação indicativa: Livre
  • Trailer
  • * Sessão seguida de conversa com a diretora

Sinopse:

Walachai, em alemão antigo, significa lugar longínquo, perdido no tempo. Habitantes desta colônia e de outros povoados rurais do Sul do Brasil comunicam-se em dialeto alemão, transmitido pelas gerações de descendentes e, no entanto, nada sabem de sua Alemanha de origem. São todos brasileiros e se identificam como tal. O documentário conecta o público do Brasil urbano contemporâneo a uma forma diferente de viver, revelando um pedaço de Brasil ainda desconhecido.


Participação em Festivais e Prêmios Recebidos:

  • 33ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (2009)
  • 14º Festival Audiovisual de Florianópolis (2010)
  • 28º FilmFest München (Munique / Alemanha 2010)
  • 38º Festival de Cinema de Gramado (2010)
  • Festival de Cinema e Vídeo Rural de Piratuba (Piratuba / SC 2010)
  • Prêmio de Melhor Trilha Sonora
  • 6º BrasilCine (Estocolmo / Suécia 2010)
  • 6º Brasilianisches Filmfestival (Berlin / Alemanha 2010)
  • CineSul 2011 – Festival Ibero Americano de Cinema e Video (Rio de Janeiro /RJ 2011)
  • 24o. Neue Heimatfilmfest (Freistadt / Austria 2011)
  • 5o. Festival Cine Música (Conservatória /RJ 2011)


14.04 - Domingo

17h: FÜR IMMER – GERAÇÕES

  • Direção: Marcelo Collar
  • DOC | 47 min | 2018 | Brasil
  • Classificação indicativa: Livre
  • Trailer

Sinopse:

O documentário faz um recorte de uma região no sul do Brasil, colonizada por imigrantes alemães, revelando como diferentes pessoas se relacionam com a cultura alemã ou com aquilo que percebem como sendo a cultura alemã. O filme fala também sobre o êxodo rural e as dificuldades enfrentadas por descendentes de imigrantes durante a Segunda Guerra Mundial.


18h: OUTRO SERTÃO

  • Direção: Soraia Vilela e Adriana Jacobsen
  • DOC | 1h 13min | 2013 | Brasil
  • Classificação indicativa: 10 anos
  • Trailer

Sinopse:

Um documentário sobre a estadia de João Guimarães Rosa na Alemanha nazista. O filme resgata a experiência do então vice-cônsul em Hamburgo entre 1938 e 1942. Através de imagens de arquivo da época, documentos, testemunhos de pessoas que o conheceram e uma entrevista inédita com o próprio escritor, o filme rastreia os quatro anos vividos por Guimarães Rosa em Hamburgo e revela novos aspectos de sua biografia. Trechos de cartas, contos e anotações revelam suas impressões pessoais e esboçam o cenário no qual ele viveu.


Participação em Festivais e Prêmios Recebidos:

  • Prêmio Especial do Júri, 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, 2013.
  • Prêmio de melhor documentário brasileiro, 37ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, 2013.
  • Prêmio de melhor filme, melhor direção e melhor uso de material de arquivo no REcine, Festival Internacional de Cinema de Arquivo, Rio de Janeiro, 2014.
  • Prêmios de melhor filme, melhor direção, melhor roteiro e melhor montagem, 9º Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões, Piauí, 2014.

19h30: CINEMA, ASPIRINAS E URUBUS

  • Direção: Marcelo Gomes
  • FIC | 1h 39min | 2005 | Brasil
  • Classificação indicativa: 14 anos
  • Trailer

Sinopse:

Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é um alemão fugido da 2ª Guerra Mundial que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Aos poucos, surge entre eles uma forte amizade.

Participação em Festivais e Prêmios Recebidos:

  • Estreia Brasil - 19 de Abril de 2006
  • Prêmio ABC de Melhor Fotografia - Mauro Pinheiro Jr.
  • Prêmio ACIE - Indicado a Melhor Filme e Melhor Fotografia
  • Festival de Cannes (2005) - Prêmio do Sistema de Educação Nacional da França
  • Grande Prêmio de Cinema Brasileiro (2007) - Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia, Melhor Edição
  • Festival de Cuiabá – Melhor Ator, Melhor Filme, Melhor Produção
  • Guadalajara Mexican Film Festival – Melhor Ator, Melhor Filme (Júri Ibero-Americano)
  • Lima Latin American Film Festival - Prêmio Revelação, Prêmio da Crítica
  • Mar del Plata Film Festival (2006) – Melhor Filme Ibero-Americano, Melhor Filme
  • Festival do Rio (2005) – Melhor Ator, Prêmio Especial do Júri (Marcelo Gomes)
  • APCA Associação de Críticos de São Paulo (2006) - Melhor Filme, Melhor Fotografia
  • Mostra Internacional de São Paulo (2005) - Prêmio da Crítica, Melhor Ator (Prêmio do Júri Internacional)