Promoção da Alimentação Adequada

A Promoção da Alimentação Adequada é desenvolvida na Escola da Vila pela transmissão de conhecimento sobre alimentação e nutrição e pela motivação para o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis em toda a comunidade escolar.

A escola se constitui por um espaço privilegiado para o desenvolvimento de ações de Educação Alimentar e Nutricional, potencializando as atitudes das famílias na promoção da alimentação adequada de seus filhos .

Para tanto, a Vila implementou um conjunto de ações para proteger, apoiar e incentivar essa alimentação adequada, pois nenhuma ação sozinha é eficiente para garantir a transformação duradoura das práticas alimentares .

Essa implementação foi feita a partir da análise do comportamento alimentar das crianças, do consumo e das características dessa faixa etária, em conjunto com a equipe pedagógica, a nutricionista da Escola e as estagiárias do Curso de Nutrição da Universidade São Judas Tadeu. Seguem as ações propostas:
  • Promover a oferta de lanches adequados, organizados pelas famílias, através de orientações disponibilizadas neste site.
  • Orientar as crianças para que bebam mais água nos intervalos das atividades, para repor as perdas, como com as atividades físicas, por exemplo, e assim levá-los a melhorar a aceitação dos alimentos trazidos no lanche. 
  • Valorizar o horário do lanche estabelecendo uma rotina de atividades para motivar o consumo alimentar adequado. Também proporcionar o convívio social e as trocas de experiências tanto alimentares quanto culturais entre os alunos. Estimular a prática do bom convívio no momento de comer, de compartilhar o alimento.
  • Apresentar novos alimentos para aumentar o repertório daqueles já conhecidos e aceitos, estimulando o desenvolvimento das Rodas de Degustação e da Culinária na Educação Infantil .
  • Adequar constantemente os produtos comercializados na cantina, favorecendo o consumo de alimentos em combinações mais adequadas com a criação de cardápios específicos, buscando a diminuição da oferta de alimentos ricos em gorduras, açúcares e sal. Para tanto, não deixar expostos refrigerantes (a Escola solicitou intervenção nas cantinas sempre que verificados consumos alimentares inadequados).