Dia 1

"Tudo Quanto Ela Fizer Prosperará"


O alicerce para se Viver uma Vida Abundante, uma vez que você tenha um relacionamento pessoal com o Senhor, é aprender a viver os princípios de Deus— o mapa da estrada da vida.

O primeiro passo é aproveitarmos esta extraordinária e extravagante promessa de Deus que se encontra logo no primeiro Salmo. Leia o versículo inteiro, mas preste bastante atenção na parte em destaque.


Salmos 1

1 Bem-aventurado o homem que

não anda segundo o conselho dos ímpios,

nem se detém no caminho dos pecadores,

nem se assenta na roda dos escarnecedores.

2 Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR,

e na Sua lei medita de dia e de noite.

3 Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas,

a qual dá o seu fruto no seu tempo;

as suas folhas não cairão,

e tudo quanto fizer prosperará.


Este Princípio de Vida diz que se nós SIMPLESMENTE meditarmos em Sua lei, e fizermos isso porque nos deleitamos nela, Ele promete que tudo que fizermos IRÁ prosperar!

Mas como exatamente este princípio poderia ser FACILMENTE aplicado?

A maneira que eu descobri, no ano de 1991, quando aprendi este princípio, foi começando a usar cartões, cartões 3x5, e a escrever neles cada versículo que eu gostaria de ler para renovar a minha mente e me fortalecer espiritualmente.  Eu escrevi muitos versículos em cartões e continuei acrescentando outros. Eu os mantinha por perto o tempo todo e lia quando eu sentia que estava cedendo ao medo. Nunca precisei tentar memorizá-los porque logo descobri que eles estavam “alimentando” a minha alma e que a minha mente os buscava, e meu coração os repetia sem parar.

Ele [Jesus], porém, respondendo, disse: ‘Está escrito: NEM SÓ DE PÃO VIVERÁ O HOMEM, MAS DE TODA PALAVRA QUE SAI DA BOCA DE DEUS.’” Mateus 4:4

Mas se atualmente você não se encontra em um estado tão desesperador como eu estava, o método mais fácil seria então colocar os seus versículos “alvo”, ou versículos “chave”, bem ao lado da sua cama. Leia-os ASSIM que você acordar, e NOVAMENTE no momento em que for se deitar à noite— em outras palavras— medite neles de dia e de noite!

Esta foi a sabedoria que o Senhor deu ao meu filho adolescente quando nós discutimos este Princípio de Vida. Todos os jovens querem prosperar, mas não há nenhuma garantia real que o mundo possa lhes dar. Somente Deus é fiel e pode nos reassegurar disso!

COMECE agora! Escreva estes versículos chave em um cartão OU copie e cole-os em um email ou outro documento. Leia-os no seu celular ou imprima. Deixe o Senhor guiá-la, e nós falaremos mais sobre isso na próxima Lição de Vida!

Meu Diário



Dia 2

"Prazer"

Leis

É difícil abraçar a Palavra de Deus e os Seus princípios quando chegamos à parte da “lei”. Deus nos diz que para prosperarmos em tudo que fizermos, nós devemos ter prazer na LEI do Senhor e em seguida meditarmos NELA dia e noite. Como podemos ter prazer na lei quando a “lei” é algo que detestamos?

Se você já leu o Capítulo 1 do meu livro RSC, “Restaurar Seu Casamento”, então talvez você se lembre de ter lido essa parte (abaixo). Tire um momento para relê-la para que você possa compreender a LV desta semana.

Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR,

e na Sua lei medita de dia e de noite.

A Bíblia está repleta das LEIS ESPIRITUAIS da Sua criação. Quando Deus criou o mundo, Ele não o fez apenas usando leis físicas, como a lei da gravidade por exemplo, mas Ele também o criou usando LEIS ESPIRITUAIS. Assim como a violação da lei da gravidade fará com que você tropece ou que um objeto caia, violar os princípios das Escrituras terá o mesmo efeito...

Nós só detestamos as leis quando as violamos. Mas, no entanto, as leis foram estabelecidas, e nos foram ensinadas, para a nossa proteção. Elas são quase como que uma cerca invisível à nossa volta! Não é que estejamos presas, ao contrário, Ele está nos cercando com a Sua proteção e com o Seu favor.

Somente quando colocamos em nossas mentes que queremos nos aventurar para além desta tela de proteção é que nos vemos em perigo de ou despencarmos de um penhasco ou sermos devoradas pelo inimigo. Trata-se apenas da maneira como olhamos para essa lei, o  fosso de proteção invisível que nos cerca, que irá determinar o sucesso ou o fracasso do nosso futuro.

Cada versículo em que você meditar irá te dar o conhecimento necessário para que você seja bem sucedida.

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei…”  Oséias 4:6

Meu Diário



Dia 3

"Ele Me Guia"

Uma das minhas coisas absolutamente favoritas a se fazer é passar tempo lendo o livro de Salmos. E um dos meus Salmos favoritos é o 23. Talvez este seja o único Salmo que você saiba  de cor, ou que pelo menos você já tenha ouvido falar.

Salmos 23 (JFA)

O Senhor é o meu pastor;

nada me falta.

Deitar-me faz em pastos verdejantes;

guia-me mansamente a águas tranqüilas.   

Refrigera a minha alma;

guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome.  

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte,

não temerei mal algum, porque tu estás comigo;

a tua vara e o teu cajado me consolam.

Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos;

unges com óleo a minha cabeça, o meu cálice transborda.

Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida,

e habitarei na casa do SENHOR por longos dias.    

  


O Salmo 23 em algumas versões da Bíblia é muito poético e eu o escrevi muitas vezes em meus cartões.

Embora exista um número sem fim de Princípios de Vida, jóias escondidas, nestas seis linhas do Salmo 23, há TRÊS palavras simples nas quais você precisa se concentrar esta semana: ELE ME GUIA.

A maneira de desenvolver um relacionamento próximo e íntimo com o Senhor é percebendo o quanto Ele está perto de você. E ao dizer estas TRÊS palavra simples: ELE ME GUIA, você começará a experimentar uma nova maneira de viver.


Aqui estão mais dois versículos que confirmam esse Princípio de Vida que estou ensinando esta semana, e que você precisa acrescentar aos seus versículos alvo para meditar noite e dia.

 

Isaías 30:21

“E os teus ouvidos ouvirão a palavra do que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda.”

João 10:27

"As minhas ovelhas ouvem a Minha voz, e eu conheço-as, e elas Me seguem..."

A designação desta semana é continuar adicionando os seus versículos “alvo”, ou versículos “chave”, que você irá FIELMENTE manter bem ao lado da sua cama; leia-os ASSIM que você acordar, e NOVAMENTE no momento em que for se deitar à noite— em outras palavras— medite neles de dia e de noite!


E, para um deleite ainda maior: meu “prazer está na lei do SENHOR.”, em vez de continuar “conversando consigo mesma”, que é uma atitude inútil e eu creio que seja uma tolice (porque como nós poderemos conhecer as respostas que precisamos?), você deve PEDIR ao Senhor para guiá-la, dizendo estas três palavras cada vez que você for realizar a mais simples ou a mais complicada das tarefas hoje e todos os dias desta semana: “ELE ME GUIA”.


Meu Diário



Dia 4


"Convicção"


Hoje eu gostaria de tratar direto de um conceito que vem com vários princípios que eu acredito que sejam tão importantes de serem aprendidos e compreendidos (a fim de) que permaneçamos livres— livres para vivenciar a Ele e à Sua palavra ao máximo.


Temos confiando muito em nossos “sentimentos”— e, como mulheres, nós sabemos que são os nossos sentimentos que dirigem a maioria de nós.


A maneira como fomos criadas é perfeita como diz em Salmos 139:14— “Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem.”


No entanto, quanto mais compreendermos como funcionamos, como fomos feitas, mais, eu creio, nós poderemos nos beneficiar das nossas emoções que tantas vezes são tão imprevisíveis. Ele quer que compreendamos a nós mesmas como mulheres para que possamos compreender as outras mulheres, e também aprender a não simplesmente ceder, nos entregar ou lidar nós mesmas com as nossas emoções. Ao contrário, os nossos sentimentos mais profundos são uma outra razão pela qual precisamos Dele tão desesperadamente.


Vamos começar com os sentimentos que temos quando fazemos aquilo que não deveríamos. Muitas vezes, quando estragamos tudo, nós experimentamos convicção ou culpa. A diferença entre estas duas emoções é que a emoção comum, ou normal de culpa não é boa.


A culpa se encaixa na categoria das emoções negativas, e a condenação frequentemente é a companheira ou o resultado dela. Então, já que estes sentimentos que nos sobrevêm são negativos, de onde ou de quem você acha que eles estão vindo?


Certo, do inimigo.


Sentimentos de culpa e condenação NÃO vem de Deus. Estes sentimentos, e sejam quais forem os pensamentos que os seguem, não são aquilo que Deus está te dizendo de maneira alguma. Então, apenas perguntando a si mesma COMO você está se sentindo e determinando se estes sentimentos são negativos, você pode saber imediatamente de onde essas emoções e pensamentos estão brotando. Eles NÃO estão vindo Dele. Ao contrário, eles são uma mentira, são uma coisa que você precisa sacudir para longe como se fosse uma serpente. (Veja Atos 28:5 e marque a sua versão favorita).


Eu sinto que estes foram os mesmos sentimentos que Adão e Eva provavelmente experimentaram e que fez com que eles se escondessem de Deus. Porque a outra companheira da culpa e da condenação é a vergonha que te impulsiona a se esconder. A se esconder das outras pessoas, a se esconder de Deus e a esconder aquele pecado (do qual você está sendo acusada).


No entanto, é exatamente que precisamos buscar o nosso Pai, ou entrar em contato com o nosso Marido Celestial: quando estamos encrencadas por causa de alguma coisa que sentimos que fizemos de errado. Aí é quando então que precisamos identificar de onde esses sentimentos estão vindo, se eles são positivos ou negativos, e correr PARA, em vez de correr , Daquele que pode nos colocar no caminho certo e nos dar  a verdade. E quando fazemos isso podemos experimentar o Seu amor que “lança fora todo o medo” e também cobre uma “multidão” de pecados e sabermos que Ele morreu por nós “enquanto éramos pecadores”.


Mas fique alerta, o inimigo estará sempre esperando para destruir qualquer coisa boa que você trouxer à vida. E se ele não tiver a permissão para roubá-la, ele fará algo mais engenhoso— ele irá simplesmente despejar emoções negativas em cima de você para fazer com que você sinta que quer se esconder, e com isso ele poderá seguir em frente com mais dos seus ardis astutos.


Felizmente, assim que experimentamos o Senhor e temos uma experiência real com Ele como nosso Marido, e permanecemos com Ele, nós não iremos mais permitir uma separação Dele ou deixar que estes sentimentos negativos permaneçam conosco. É por isso que, como Suas noivas, nós precisamos praticar e depois compartilhar com as outras mulheres que simplesmente não sabem buscá-Lo, precisamos conversar com Ele sobre tudo e permitir que Ele nos ame, sentir o Seu perdão e deixar que Ele nos ajude a consertar as coisas seja com quem for que esteja envolvido na situação.


HOJE, em vez de ficar relutando ou sofrendo ou tentando controlar os seus sentimentos, leve cada um deles para o Senhor. Ele está sentado bem aí ao seu lado apenas esperando para poder conversar com você sobre a Sua verdade de amor, de perdão e sobre os planos maravilhosos que Ele tem para o seu futuro— se você simplesmente levar suas emoções a Ele.


Meu Diário


Dia 5

"Encobrir"

Na semana passada nós terminamos comigo encorajando cada uma de vocês a parar de relutar ou sofrer ou tentar controlar os seus sentimentos e, em vez disso, levar cada emoção negativa ao Senhor.


Quantas de vocês começaram a senti-Lo bem ao seu lado? Quantas de vocês perceberam que Ele está esperando para falar com você sobre as Suas verdade de amor, perdão e sobre os maravilhosos planos que Ele tem para o seu futuro— porque você está disposta a levar tudo a Ele?


Porque é quando as mulheres ignoram como podem experimentar a verdadeira cura que elas tentam se automedicar, usando outros meios para aliviar a sua dor.


Jeremias 8:22 — “Não há bálsamo em Gileade? Não há médico? Por que será, então, que não há sinal de cura para a ferida do meu povo?”


O que a maioria das pessoas “boas” fazem para eliminar os sentimentos negativos é se entregar às obras, o que é o mesmo que simplesmente colocar um band aid (ou um emplastro) em cima da ferida emocional. Um curativo nos ajuda a não vermos mais o machucado e nos permite realizar boas obras para nos ajudar a “compensar” pelo erro que cometemos. Muitas vezes, se isso continuar, nós começamos a expandir as nossas obras e logo nos tornamos apenas pessoas “religiosas”, e iremos nos certificar de que todo mundo saiba o que fizemos ou que estamos fazendo da maneira religiosamente correta.

Deixe-me dar um exemplo recente. Não que nós tenhamos na verdade visto ou ficado sabendo que uma das nossas ministras tivesse “pecado”, mas o comportamento dela sugeria que alguma coisa havia acontecido. O que nós realmente percebemos foram as palavras floridas e macias de louvor que dava para sentir que eram vazias. Em seguida ela não apenas dobrou o valor do seu “dízimo”, mas também começou a se certificar de escrever e postar comentários sobre isso em todas as oportunidades que ela tinha. Depois ela anunciou que estava jejuando, não apenas uma vez, mas em todos os lugares, ela falou sobre isso com todas as pessoas.


Deixe-me parar aqui por um momento só para explicar que essa ministra também não compreendeu que, se você dobrar o valor do seu dízimo, ele não será mais um dízimo, mas passará a ser um dízimo e uma oferta. Porque a palavra dízimo significa 10%, então qualquer coisa acima disso se torna uma oferta.


Você se lembra de ter lido em Malaquias 3:8-10 que nos diz, “Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão Me roubando. E ainda perguntam: ‘Como é que Te roubamos?’ Nos dízimos e nas ofertas. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão Me roubando; a nação toda está Me roubando.”


Então, claro, é fantástico devolver mais para o Senhor, começando a dar não somente o seu dízimo, mas uma oferta também. Mas a questão é o motivo pelo qual você está doando. É sempre o motivo de estarmos fazendo alguma coisa que importa porque a razão pela qual agimos é um reflexo do que está em nossos corações.


O jejum também precisa ser feito com privacidade, entre você e o Senhor, como é dito em Mateus 6:16-18.


Contudo, nenhuma dessas situações era o que estava nos preocupando porque elas eram meros sintomas do que ela estava tentando esconder e se sentir melhor a respeito. Pecado. E pode ser se tratar de um pecado grande ou pequeno OU pode até ser uma completa MENTIRA. Muitas vezes o inimigo sabe do seu desejo sincero de andar em retidão com o Senhor e, portanto, ele astutamente planta mentiras que levam ao sentimento de culpa, o qual se não for levado ao Senhor, resultará em condenação, que resultará em vergonha, e que, por fim,  fará com que você queira se esconder atrás de obras.


E assim que tentarmos Encobrir aquilo de que poderíamos ser curadas, se simplesmente confessarmos, nós estaremos rumando ladeira abaixo, porque estaremos carregando nossos próprios fardos.


Deixe-me compartilhar um exemplo que vivenciei enquanto eu ajudava a minha irmã mais velha para que você compreenda este princípio com mais clareza. Durante anos a minha irmã foi uma pessoa impossível de se conviver ou mesmo de se estar no mesmo ambiente. O temperamento dela era explosivo e ninguém sabia quando ela iria estourar. Então, a única maneira de lidar com ela era evitando-a sempre que possível. Por ser nove anos mais nova, eu nunca soube realmente que ela não havia sido assim a vida inteira, porque, desde que eu nasci, parecia que ela era aquela irmã que ninguém gostaria de contrariar ou de entrar para a sua lista negra.


Somente muitos anos depois foi que eu vim a descobrir a verdade. Um dia ela me ligou aos prantos e demorou para conseguir me dizer o que ela queria me contar. Ela repetia sem parar, em meio aos soluços, “Se você soubesse…”


Depois do que me pareceu uma eternidade, ela finalmente conseguiu sussurrar que havia tido um bebê quando ainda era adolescente e que o entregou para a adoção. Eu fiquei perplexa. Não por causa do que ela havia feito, mas porque eu nunca percebi que ela pensava que eu não sabia. Não, nós nunca tínhamos conversado sobre isso. Ela nunca tocou nesse assunto, então, claro, eu também nunca falei nada, mas eu já sabia.


Logo que eu disse a ela gentilmente, “Mas eu já sabia disso.” ela parou de chorar. Ela ficou chocada e aliviada ao mesmo tempo. Mas, quase que imediatamente, o desespero começou a consumi-la novamente e ela me disse, “Mas espera só até os meus filhos descobrirem, eles vão me odiar!!” E eu então expliquei para ela que era mais do que provável que eles também soubessem. Eu disse que se uma sabia o outro também saberia, e eu sabia que a filha dela tinha conhecimento dessa situação porque ela tinha conversado comigo a esse respeito.


Minha irmã vinha carregando esse fardo durante toda a sua vida, o fardo de um “pecado” de que ninguém a estava acusando. Nunca, nem uma única vez, quando comentávamos sobre essa situação infeliz, nenhum dos meus irmãos ou a sua filha, pensaram mal dela de maneira alguma. Pelo contrário, nós nos sentíamos aflitos por ela. Nós concordávamos que seria difícil demais viver sabendo que você tem uma filha crescida em algum lugar e que a última vez que você a viu ela era apenas um bebezinho.


Esta mesma exata situação tem sido exposta nos programas de televisão. A vergonha, a culpa e a condenação que as mães solteiras (e em alguns casos o pai) sentem quando estão passando por isso— quando dão um bebê para a adoção assim que ele nasce. Mas a verdadeira tragédia são as emoções negativas que a pessoa carrega com ela— elas são tão pesadas e tão dolorosas que a pessoa passa a lidar com elas da maneira que pode: explosões frequentes, medicação constante (esse foi o caminh0 que minha irmã tomou e que levou a outras complicações).


Lembre-se, a causa de tudo isso são as emoções negativas trazidas pelas mentiras do inimigo que tenta insultar e zombar do seu pecado— quando há um Pai nos céus que quer que cada uma de nós suba no Seu colo para nos dizer que está tudo bem. Ou talvez seja o Marido que está apenas esperando para caminhar com você ao longo de uma estrada tranquila para te dizer a verdade e abrir bem os Seus braços para lembrá-la de que os seus pecados já foram pregados em uma velha e áspera cruz.


Na próxima semana eu vou compartilhar outro exemplo sobre Encobrir enquanto você medita sobre o que aprendeu. E certifique-se de não apenas pensar sobre o que você aprendeu, mas marque um encontro com o seu Marido para ficar sozinha com Ele e peça a Ele para compartilhar com você como essa mensagem se aplica à sua vida. :)


Meu Diário



Dia 6


"Acusador"


Na semana passada eu prometi  compartilhar um segundo exemplo da dor desnecessária e do sofrimento trazidos quando simplesmente não buscamos o nosso Pai Celestial, ou o nosso Marido, para confessar nossos pecados e sermos envolvidas pelo Seu perdão e amor.


Desta vez foi com uma querida amiga que eu conheci pessoalmente pela primeira vez na África do Sul. Nós já nos conhecíamos há anos e trabalhávamos juntas no RMI, então eu estava extremamente ansiosa para me encontrar com ela. Por eu ter chegado em um voo cedo, ela sugeriu que tomássemos um café da manhã sul-africano típico na sacada do aeroporto do hotel. Eu mal conseguia acreditar que eu estava na África e o maitre não me ajudou a me acalmar porque ele estava usando um cocar tribal e vestes autênticas. :)


Mas ainda assim, animada como eu estava, eu pude perceber uma sensação de que algo não estava bem rondando a nossa mesa. Como todas nós fazemos, em vez de me dar conta de que muitas das vezes isso não tem nada a ver “conosco”, eu pensei que talvez ela tivesse ficado desapontada ao me encontrar ou que talvez ela realmente não desejasse a minha vinda.


Felizmente ela decidiu “confessar” enquanto eu estava admirando a paisagem da janela do carro. Ela se virou para mim de repente e quase gritou, “Você sabe, não sabe?! Eu sei que você sabe e isso está me matando!!!”


O engraçado é que eu não tinha a menor ideia do que ela pensava que eu “sabia”, e mesmo agora eu não consigo me lembrar o que foi que ela “confessou”. O que eu sei é que não havia nenhuma necessidade de confessar porque não era nada de errado. Isso mesmo, aquilo que ela vinha carregando consigo mesma, com medo de que eu a rejeitasse se ficasse sabendo, não era nada. Acho que era alguma coisa relacionado ao divórcio, parece que ela tinha dado entrada no divórcio e não o marido. Mas eu nem me importei porque quem de nós não cometeu um erro? Nós todos estamos “destituídos da glória de Deus” e é por isso que precisamos de um Salvador.


Logo depois que eu expliquei isso pra ela, ela ficou eufórica, quase que tonta, parecia que ela estava caminhando nas nuvens. Eu descobri que o inimigo a estava atormentando desde o momento em que eu disse que iria visitá-la, mentindo para ela e dizendo que se eu descobrisse o que aconteceu seria o fim da nossa amizade e que eu a expulsaria do ministério.


Felizmente ela não esperou eu “descobrir” e colocou tudo para fora, como eu disse quase que aos gritos, e minha reação foi que eu acho que comecei a rir, e isso mudou o clima imediatamente. Se ela não tivesse “confessado”— você pode imaginar como teria sido a minha estadia ali? Exatamente, teria sido tensa, desconfortável e nada agradável. Mas, ao contrário, ao se recusar a continuar se sentindo culpada, o que gera sentimentos de condenação e acusação e em seguida de vergonha, que fariam com que ela escondesse isso de mim— nós duas ficamos livres para aproveitar as semanas que passei com ela e para passear pela África.


Há pouco tempo houve uma outra ministra que fez uma confissão em um relatório de louvor, dizendo, “Eu tive que me arrepender para o Senhor recentemente porque Ele não era o primeiro no meu dízimo. Desde então eu aprendi a primeiro devolver a Ele antes de pagar as minhas contas. Eu também não me dei conta de que o Senhor estava tentando me mostrar este pecado e me tornei muito temperamental, irritada e comecei a tratar as pessoas de um jeito rude porque eu estava em pecado.” Isto confirmou que aquilo que Ele me mostrou que estava afligindo muitas de vocês era muito real.


Deixe-me continuar com este mesmo assunto para compartilhar sobre uma coisa interessante que aconteceu recentemente. Logo depois que o Senhor nos guiou a dizer a todas as nossas Ministras e Ministras em Treinamento para terminarem de enviar as suas lições que faltavam, nós notamos que algumas fizeram isso calmamente, sem dúvida após terem conversado com seu MC, e por isso estavam tranquilas. Outras correram para terminar, algumas entraram em pânico, e esse é um assunto que deve ser discutido com nosso MC porque Ele nunca está com pressa. Muitas de nós gostaríamos de voar para o nosso destino final, e completar a nossa Jornada de Restauração, apenas para conseguir chegar lá mais rapidamente.


Pessoalmente, eu prefiro ir devagar e apreciar a jornada. Por ter viajado ao redor do mundo todo, eu sei que Ele prefere a velocidade de um trem para que tenhamos tempo de olhar pela janela, relaxar e apreciar a paisagem. Sim, eu estou dizendo isso figurativa ou metaforicamente, mas se aplica literalmente também.


O interessante foi que uma das ministras, a quem pedimos que completasse as suas lições, ficou irritada por sentir que estava sendo chamada de “mentirosa” e o pânico tomou conta dela.


A maioria de nós tem algum tipo de gatilho, alguma coisa que nos aciona. Esse será o nosso próximo tópico. Neste meio tempo, certifique-se de parar e selá, ou em outras palavras, medite sobre o que você aprendeu. E certifique-se de que você não irá apenas pensar sobre o que aprendeu, mas que irá também marcar um encontro com o seu Marido para ficar sozinha com Ele e pedir que Ele te mostre como esta mensagem se aplica à sua vida. :)

Meu Diário



Dia 7  


“Acorrentada e Subjugada"


Na semana passada nós falamos sobre como a maioria de nós (se não todas nós) temos alguma espécie de gatilho, alguma coisa que nos faz disparar em um sentido negativo. E que nós cobriríamos este tópico esta semana.

Recentemente um dos meus filhos teve a mesma reação à alguma coisa que eu disse, pensando (ou talvez sentindo seja uma palavra melhor) que eu os chamei de “estúpidos”. Mas é claro que eu não falei nada disso! O que eu fiz foi uma pergunta, eu perguntei a eles alguma coisa que fez com que eles sentissem que eu os estava chamando disso. Então eu parei e perguntei, “Quem costumava chamar vocês de estúpidos?” E fui compartilhando este testemunho com eles.


Anos atrás eu fui acusada de NÃO estar seguindo o livro Uma Mulher Sábia, que eu mesma escrevi, e fui desafiada com estas palavras, “Se as pessoas soubessem realmente quem é a verdadeira Erin, todo mundo sairia correndo!!!” Na hora, eu fiz a mesma coisa que todo mundo faz, eu senti convicção,  mas na verdade eu estava sendo condenada ou acusada (embora naquele momento eu não tenha me dado conta de que como o sentimento era negativo eu precisava levá-lo ao Senhor). Mas, em vez disso, o que eu fiz foi trabalhar duro, tentei ser melhor, fazer mais e me redimir. Triste, não?

Então, um dia, felizmente, eu não consegui mais continuar com as minhas obras. Mais uma vez, era simplesmente isso que eu deveria ter feito desde o início, mas infelizmente eu não sabia como fazer. Exausta e a ponto de entrar em colapso (tenho certeza de que você sabe do que estou falando), eu simplesmente PERGUNTEI a Ele, “Senhor, isso é verdade? Eu não estou seguindo o Mulher Sábia? Se as pessoas soubessem quem eu sou de verdade elas correriam ou pensariam coisas terríveis a meu respeito?”

Nunca me esquecerei do que aconteceu em seguida. De uma maneira amorosa e bem lentamente, como se o mundo tivesse parado de girar naquele exato momento, Ele começou a me fazer perguntas sobre o livro Uma Mulher Sábia, de capítulo em capítulo:

Erin, você está treinando os seus filhos da mesma maneira que você ensina em “Os Ensinamentos de uma Mãe?”

Eu parei para pensar e tive que dizer, “Sim, Senhor.”

Erin, você confiou a sua fertilidade a Mim? Você tem feito qualquer coisa para evitar a gravidez?

Sim, Senhor, eu tenho confiado somente em Você.

Erin, você está trabalhando fora de casa? Você se sentiu pelo menos um pouquinho tentada quando recebeu ofertas lucrativas e posições importantes?

Senhor, Você sabe que eu não sonharia ou consideraria a possibilidade de trabalhar fora de casa.

E Ele foi me fazendo uma pergunta após a outra, até chegarmos no Primeiro Amor...

Erin, quem é o primeiro em sua vida?

Oh, Meu Querido, é Você!

Erin, onde a sua casa ESTÁ sendo reconstruída?

Em Você, Senhor. Você é a minha Rocha.

Daquele momento em diante as acusações cessaram; o medo de ter que trabalhar para conquistar aquilo que eu pensava (ou sentia) que estava me faltando se foi junto com todos os “gatilhos” —quando mais tarde eu voltei a ser acusada pela mesma pessoa— e por uma multidão de outras nos anos que se seguiram. Nada do que fui acusada (em relação a isso) e que já me disseram me incomodou ou desencadeou a mesma reação que tive antes.


Essa é a aplicação do morrer para si mesma. Se alguma coisa em você estiver morta, você pode chutá-la ou cuspir nela, exatamente como você poderia fazer com um morto, mas nada iria perturbá-lá, certo?


Houve momentos em que levei alguma coisa ao Senhor e que eu NÃO estava inocente? Claro! E é sobre isso que falaremos na semana que vem.

Mas, antes de se apressar, PARE e tire um tempo para ficar sozinha com o Senhor e pergunte a Ele sobre qualquer “gatilho” a que você possa estar reagindo.

Todas nós carregamos conosco mentiras das quais Ele quer nos limpar ao nos mostrar amorosamente a verdade. Se Ele revelar que os gatilhos são verdadeiros, apenas permaneça aberta e nunca corra para longe do Seu amor incondicional. Lembre-se de que foi quando “ainda éramos pecadoras” que Ele nos escolheu para sermos Suas noivas.


Nossa reação deve ter o mesmo tom amoroso com que Ele nos responde quando nos mostra os nossos erros. Nós NÃO precisamos nos prostrar, ou rasgar as nossas vestes espirituais ou atirar cinzas para cima. Também não precisamos correr para a Sua cruz ensaguentada. Em vez disso, Ele simplesmente quer nos ajudar e quer ERGUER o fardo que estivermos carregando, exatamente como um Marido faria.

Então, mais uma vez, PARE e vá consertar essa situação da maneira certa. Como Ele diz, “Tomem sobre vocês o Meu jugo e aprendam de Mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve.” (Mt. 11:29). Ele quer erguer os nossos fardos e simplesmente quebrar o nosso jugo desconfortável.

Então faça um compromisso de que, daqui para a frente, todas as vezes que alguma coisa desconfortável surgir você irá levá-la ao Senhor— para que Ele possa te libertar ou dessa MENTIRA ou do fardo de um pecado não confessado.


Embora eu queira continuar ajudando cada uma de vocês a se libertarem do pecado, porque a maioria de vocês que têm caminhado ao lado do Senhor em suas Jornadas de Restauração já experimentaram o quebrantamento necessário (a entrega, o choro diante dos pés do Senhor como Maria Madalena), eu realmente sinto que a maioria dos nossos gatilhos e pontos “delicados” na verdade não são pecados de maneira alguma. E é por isso que eu sinto que Ele quer que nós falemos um pouco mais sobre o acusador e como ele astutamente nos faz sentir pecadoras através da tentação, assunto que trataremos na Lição de Vida da próxima semana.

Meu Diário



Dia 8


“Tentações"


Na semana passada nós concluímos comigo compartilhando sobre como eu esperava poder ajudar a cada uma de vocês a serem libertadas do pecado. Contudo, eu acredito que para a maioria, falando especificamente para aquelas que têm caminhado ao longo de suas Jornadas de Restauração com o Senhor já há tempo suficiente (e já passaram pelo período de quebrantamento exigido e, como Madalena, já choraram aos pés do Senhor), eu realmente sinto que a maior parte dos nossos gatilhos e pontos “sensíveis” não são pecados de maneira alguma. E é por isso que eu sinto que hoje Ele quer que aprendamos mais sobre o acusador. Que aprendamos um pouco mais sobre como ele astutamente nos faz sentir culpadas através das tentações.


Há poucas semanas atrás, ao ler RLs para aprovar o conteúdo da mensagem, eu li o de uma ministra que me pareceu vago demais. Nesta altura eu já havia começado a trabalhar na próxima Mensagem Semanal, onde eu espero poder compartilhar um pouco mais de sabedoria sobre o “fosso de se ser muito vaga ou super discreta”, que é o oposto daquilo que todas nós (ou a maioria) costumava fazer— exibindo uma grande falta de discrição...

Deixe-me dizer de uma vez, para que você não precise esperar para ver se o inimigo irá conseguirá mantê-la na outra margem, que é onde permanecem a maioria das mulheres, que ele certamente não te deixará caminhar alegremente pela estrada estreita. Por exemplo, ele irá acusá-la falsamente de  ser indiscreta até que você vá recuando e se aproximando mais e mais da margem do outro lado— até que com um último e pequeno empurrão, você  dará um passo para trás e escorregará para cair em no fosso onde aquilo que você diz ou escreve chega a ser  TÃO “discreto” que se torna quase que um segredo ou alguma coisa fortemente encoberta— e, portanto, inútil para ajudar alguém.

Me desculpe, eu saí um pouco do assunto, mas já estou de volta! :)

O que eu queria escrever a respeito, e assim poder libertá-la, é uma coisa maravilhosa que o Senhor me mostrou, anos atrás, sobre o verdadeiro significado da tentação.

Tudo começou porque eu sempre ficava *com raiva ao ler comentários dos “estudiosos” que diziam que Jesus foi tentado a pecar, o que implicaria em aceitar que Ele considerou a possibilidade de “pecar”. Nunca!


Só porque Satanás mostrou a Jesus as pedras, lembrando-O de que Ele poderia transformá-las em pão ou poderia pular do pináculo do templo, você honestamente acredita, mesmo que por um minuto, que Jesus “considerou” fazer o que o inimigo O estava tentando a fazer ou mesmo pensou em fazer aquilo!?!?!  É claro que NÃO!


E a maioria de vocês, que verdadeiramente se tornaram a Sua noiva e O tem vivenciado como o seu Marido, nenhuma de vocês pensaria em agir de acordo com as tentações que vocês ouvem ou imaginam em suas mentes.

Me perdoe, mas eu vou ter que me desviar mais um pouquinho do assunto para explicar sobre a *raiva já que mencionei que sentia antes. Sim, existe uma coisa chamada fúria santa, mas muito poucos demonstram essa fúria justa. Sabemos que ela é genuína quando estiver surgindo, ou estiver enraizada, em prol do inocente. O que te ajudará a conseguir discernir o que isso significa, será meditar sobre este versículo por uma ou duas semanas:

Provérbios 24:11-12

"Liberte os que estão sendo levados para a morte; socorra os que caminham trêmulos para a matança!


Mesmo que você diga: ‘Não sabíamos o que estava acontecendo!’ Não o perceberia aquele que pesa os corações? Não o saberia aquele que preserva a sua vida? Não retribuirá ele a cada um segundo o seu procedimento?”


*Clicando em  Provérbios 24:11-12 você verá outras referências que também ajudarão.

Okay, agora de volta ao nosso assunto principal: o Verdadeiro Significado da Tentação.

Há muitos anos atrás, ao buscar a Ele para receber sabedoria, o Senhor usou um cenário onde eu estava entrando no Walmart (que ficava perto da minha casa na época) e me fez imaginar que havia alguém escondido nos arbustos, me chamando e tentando me vender uma bicicleta por um preço muito “barato”. E eu percebi instintivamente que aquela bicicleta tinha que ter sido roubada.


Sim, muito embora, eu tenha ouvido aquele homem me chamando, enquanto eu ignorava as suas tentações e tentava me afastar rapidamente, aquela pessoa ainda estava tentando me “tentar”. Certo? Isso significa que eu estava sendo sendo tentada. Sim, Jesus foi tentado, mas nem Ele e nem eu poderíamos jamais considerar fazer aquilo que o tentador estava pedindo ou sugerindo. Certo?

Apenas quando eu mentalmente, ou em meu coração, considero a possibilidade de ceder à tentação é que o pecado é concebido. É quando eu começo a cogitar a ideia.


“Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau desejo (A definição de mau desejo é “ansiar” por aquilo que é proibido) sendo por este arrastado e seduzido. Então esse desejo, tendo concebido, dá à luz o pecado, e o pecado, após ter se consumado, gera a morte. Meus amados irmãos, não se deixem enganar.” Tiago 1:14-16*.

Uma outra maneira de pensar sobre quando consideramos a possibilidade de cogitar uma tentação— seria como quando se permite que um gato entre em casa. Se você permitir que ele entre, uma vez que for, assim que ele estiver lá dentro, apenas UMA vez, ele conseguirá entrar todas as vezes em que a porta estiver aberta— mesmo que houver só uma gretinha.


O mesmo acontece com o pecado, apenas considerar o pecado uma única vez, ou basicamente cogitá-lo em sua mente, irá criar uma fresta para uma tentação completa, contra a qual você terá que lutar vez após vez.  Então, NUNCA “cogite” o pecado. E se você estiver sendo tentada, feche e tranque a porta e vá fazer alguma coisa BOA que irá distraí-la.

 

Salmos 34:14

“Afaste-se do mal e faça o bem; busque a paz com perseverança.”

A Mensagem

“Dê as costas para o pecado; faça o que é bom.

Abrace a paz—não a deixe fugir!”

Então, PARE agora e Selá sobre o que você aprendeu, ou em outras palavras, medite sobre tudo isso. E certifique-se que você não apenas pense a respeito do que aprendeu, mas marque um encontro com seu Marido para ficar sozinha com Ele e peça a Ele que compartilhe com você sobre como essa mensagem se aplica à sua vida. :)


*Separe um tempo para clicar em CADA um dos links dos versículos bíblicos (acima) porque as referências cruzadas irão ajudá-la a compreender melhor o seu significado.

Meu Diário



Dia 9


“Comunicação em Duas Vias"


Muitas das nossas Ministras, e outras mulheres, (que falam incessantemente sobre o seu MC), mostram sinais contrários, sinais de que elas, na verdade, não O veem como o seu Marido Celestial, e foi por isso que escrevi a série Encontrando Meu Marido Celestial.

A primeira coisa que notamos, depois da alegria que sentimos ao compreendermos o Seu amor, é que, como acontece com muitos casais depois que se casam, a esposa começa a dominar todas as conversas e ouve muito pouco ao seu novo Marido. Nesta Mensagem Semanal eu espero poder remediar esta tragédia com a Lição de Vida de hoje.

Assim como em qualquer relacionamento, não se trata apenas de você falar COM alguém e compartilhar os seus pensamentos e as suas ideias e as suas emoções. E  a mesma coisa acontece com o seu relacionamento com o Senhor.

Como em qualquer bom casamento, o homem no princípio é quem cuida de toda a conversa. Você lê a Sua Palavra, as Suas cartas de amor para você, as Suas promessas para você, a visão que Ele tem para o seu futuro e o que Ele acredita sobre todas as coisas. Infelizmente, assim que passa a novidade, você se torna mais uma esposa do que uma noiva. Você começa a tomar conta da conversa, toma todas as decisões, e logo aquela velha mulher de antes está de volta.


Para manter o seu amor vivo e permanecer como a Sua noiva, você precisa parar e ouvir, precisa perguntar a Ele a respeito das coisas—exatamente como você costumava fazer antes. E então, juntos, vocês poderão ter um relacionamento amoroso e bem sucedido, e não um daqueles relacionamentos unilaterais (ou desequilibrados).


Tantas vezes nós nos entristecemos e ficamos desanimadas quando lemos aquilo que nos chega e vemos mulheres espiritualmente maduras compartilhando como elas fizeram isso ou aquilo, ou sentiram isso ou aquilo, e percebemos que elas nunca compartilham o que o SENHOR disse a elas sobre o que deveriam fazer para remediar a situação.

Por tantas e tantas vezes elas permanecem no seus mesmos cursos de ação, ou saem fazendo alguma coisa que elas esperam que vá ajudar ou, infelizmente, carregam as suas emoções negativas consigo, quando bem ali, bem diante delas, existe Alguém que tem todas as respostas.

Geralmente nós temos que escrever de volta para elas e perguntar, "Então, o que o Senhor te disse para fazer?" quando está provado que elas não têm sido boas noivas, mas se transformaram em esposas independentes—negligenciando até mesmo o fato de que  possuem um Marido.

É simplesmente uma tolice não perguntar e conversar com Ele sobre todas as coisas! Não, não é para deixar para aquela hora em que você já fez tudo que poderia ou está confusa (ou confundindo outras pessoas com os seus absurdos). Leve tudo a Ele e O busque para tudo e você descobrirá que os seus caminhos serão retos e alegres porque você estará realmente caminhando com Ele!

Deixe-me dar um exemplo. Há muito tempo atrás quando eu estava restaurando o meu casamento em 1989, todo mundo estava orando contra o meu divórcio iminente quando fiquei sabendo que meu marido havia dado entrada no processo. Contudo, por alguma razão, eu não senti a mesma paixão e nunca me senti guiada a orar contra isso.

Perplexa, eu simplesmente parei e PERGUNTEI ao Senhor, "O divórcio vai acontecer?" E Ele me respondeu, "Sim, mas você pode confiar em Mim." E assim eu fiz. Simples!


Depois de ter perguntado, e ouvido a Sua resposta, eu fui me encontrar com o meu grupinho na semana seguinte. E quando as mulheres me disseram que estavam orando contra o meu divórcio, eu disse, "Oh, não precisa. O Senhor disse que vai acontecer, mas que eu devo confiar Nele."

Felizmente, houve apenas uma mulher que ficou contra mim (mais tarde eu pedi a ela que deixasse o grupo devido a outros problemas que estávamos tendo). Ela me repreendeu e gritou, "Você tem que ACREDITAR!! Você tem que orar CONTRA!" Claramente ela não se importava em nada com a vontade Dele e com o fato de que, como cristãos, muitas vezes somos chamados a passar "pelo vale da sombra da morte" para recebermos um testemunho. E eu duvido que ela jamais tenha parado para ouvi-Lo. Ao contrário, ela tinha os seus próprios planos assim como algumas de vocês ainda têm também.


Isto significa que, ao completar a sua Jornada de Restauração, você deverá ter aprendido e ter sido treinada a simplesmente PERGUNTAR a Ele sobre todas as coisas. Por exemplo:

O divórcio vai acontecer?


O que você quer que eu faça a respeito de (complete com o que você quer saber)?

Por que eu estou lutando com sentimentos de (complete com o que você está sentindo) ?

Eu perdoei (nome da pessoa), então por que eu continuo pensando nessa pessoa?

A lista é infinita!! A minha lista é infinita. Do momento em que eu acordo até a hora em que eu vou dormir, e mesmo no meio da noite se eu acordo—eu estou sempre falando com Ele e ouvindo o que Ele fala comigo.

Para ajudar a provar isso, aqui estão os meus versículos absolutamente favoritos sobre este tópico, que você precisa marcar em sua Bíblia e ler até que cada princípio esteja gravado e marcado em sua alma.

Isaías 45:11— "Assim diz o Senhor, o SANTO de Israel, aquele que o formou: Perguntai-Me as coisas futuras..."

Isaías 42:9-10—

“Eis que as primeiras coisas passaram, e novas coisas Eu vos anuncio, e, antes que venham à luz, vo-las faço ouvir.Cantai ao Senhor um cântico novo e o seu louvor, desde o fim da terra."

Isaías 30:21—

"E os teus ouvidos ouvirão a palavra que está por detrás de ti, dizendo: Este é o caminho; andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda." Mas você precisa estar ouvindo.

Isaías 48:6—

“Desde agora, te faço ouvir coisas novas e ocultas, que nunca conheceste."

Isto significa ir até Ele e perguntar o que Ele pensa, como Ele se sente, o que ELE quer que você faça, como um casal faria. E começa com coisas simples:

Senhor, o que Você quer que eu use hoje?

Senhor, como Você quer que eu penteie o meu cabelo?

Senhor, quais são os Seus planos para o jantar hoje à noite?

Se a sua rotina diária não é assim, então posso te dizer honestamente o que você está perdendo? Ele te mostrará roupas que ficarão lindas em você— coisas que você nunca pensou em usar. E pode acontecer que você decida usar uma roupa que não irá combinar com o clima, mas porque Ele sabe exatamente como o tempo ficará, e você perguntou a Ele, você estará vestida apropriadamente!

E se você não tiver roupas suficientes, Ele pode fazer com que você pare em algum lugar para comprar algumas! Eu sou conhecida por andar pelas lojas pensando, "O que eu estou fazendo aqui!?!?", perguntando a Ele (como eu sempre faço e treinei meus filhos a fazerem), "Senhor, me mostra o que o Senhor quer que eu compre. Me mostra o que Você escolheu para mim e por que me trouxe até aqui." Em mais de uma ocasião algumas roupas simplesmente caíram ou foram jogadas dentro do meu carrinho de compras.


Houve uma vez em que eu tinha que comprar um presente para a minha neta, mas ela já tinha TANTAS COISAS que eu não conseguia pensar em nada que ela pudesse precisar. E lá estava eu empurrando o meu carrinho por um corredor quando um cabide ficou preso e um babador estiloso voou na minha frente. Eu fiquei  parada, pasma, pensando, "O que aconteceu aqui?" Eu soube que eu tinha que comprá-lo e a minha nora não para de me dizer que aquele era EXATAMENTE o babador que ela vinha procurando, mas não conseguia encontrar! E, além de tudo, quase sempre o que Ele nos mostra (ou joga no nosso carrinho) são coisas que estarão com um preço ótimo — para confirmar que está vindo Dele.


Em segundo lugar, eu tenho que dizer que ainda parte o meu coração ver taaaaantas mulheres, que já avançaram muito em suas JRs, mas que ainda se esquecem de que Deus criou o homem (começando com os primeiro humanos, Adão e Eva) para ter comunhão!!  E também que o Senhor é um Homem, criado como um Homem e, portanto, Ele também anseia e deseja comungar com a Sua noiva. Mesmo com tudo que Ele tem feito você ainda não se conecta de verdade e passa tempo com Ele tendo uma comunicação aberta? Muitas ainda estão falando "sobre" Ele, clamando que Ele é mais do que realmente é em suas vidas.

Vamos ser honestas, o Senhor é um Cavalheiro, o que significa que Ele irá se sentar em silêncio enquanto você fica tagarelando—Ele vai deixar você fazer as coisas do seu jeito. Ele vai esperar até que você se meta em uma confusão grande o suficiente que te obrigue a buscá-Lo e perguntar o que Ele pensa sobre o assunto. Somente então você conhecerá a verdade e será libertada de si mesma.

Isaías 55:8-9—

“‘Porque os Meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os Meus caminhos', diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os Meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os Meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos."

Provérbios 3:5-6—

“Confie no SENHOR de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos,e ele endireitará as suas veredas.”

Isaías 64:4—

"Desde os tempos antigos ninguém ouviu, nenhum ouvido percebeu, e olho nenhum viu outro Deus, além de Ti, que trabalha para aqueles que Nele esperam."


Então, de volta ao seu relacionamento com o Senhor, o que aconteceria se uma pessoa estivesse conversando com você, mas nunca parasse para OUVIR e PERGUNTAR como você se sente e o que você pensa? Como você se sentiria? Rejeitada talvez. Bem, Ele se sente da mesma maneira.

Se você nunca parar para OUVIR ou PERGUNTAR como Ele se sente ou o que Ele sabe (muito embora Ele conheça a resposta para todas as coisas) que tipo, ou que nível, de relacionamento você diria que vocês têm? Isto não te lembra o mesmo tipo de relacionamento que você destruiu com o seu MT antes de chegar aqui?

Deixe-me explicar também que, muitas vezes o Senhor não me dá as respostas, mas simplesmente me diz, "Confia em Mim". E isso é mais do que suficiente para que eu deixe ir e  simplesmente saiba que Ele está no controle. É tão libertador. Quando eu escrevi o livro Uma Mulher Sábia eu aprendi como me tornar a esposa de um marido terreno—o que eu deveria ter aprendido muito antes de me casar. Contudo, somente depois que eu apliquei estes mesmos princípios em meu relacionamento com meu Marido Celestial foi que eu vi a minha vida mudar de verdade e passei a me sentir tão livre e querida por Ele.

Embora a lição de hoje tenha sido mais longa do que o normal, PARE agora (ou marque uma hora para mais tarde) para selá o que você aprendeu, ou em outras palavras, meditar sobre tudo isso. E certifique-se de que você não irá apenas pensar sobre o que aprendeu, mas marque um encontro com o seu Marido para ficar sozinha com Ele e PEDIR que Ele compartilhe com você sobre como esta mensagem se aplica à sua vida. E PERGUNTE a Ele sobre qualquer outra coisa que você queira saber. Em seguida, sente-se em silêncio e ouça ;) E mantenha o seu amor vivo vivendo desta maneira todos os dias.

Meu Diário



Dia 10


“Fosso Inútil"

Em uma mensagem anterior eu mencionei que  esperava poder escrever mais sobre como podemos cair no fosso de se ser vaga demais e excessivamente discreta. Eu expliquei que este é o completo oposto daquele extremo onde quase todas nós costumamos viver—aquele fosso onde exibimos uma total falta de discrição.

Provérbios 11:22—

“Como anel de ouro em focinho de porco, assim é a mulher bonita, mas indiscreta.”

Na mesma semana eu simplesmente disse a você que se o inimigo não conseguir te manter na margem oposta, onde a maioria das mulheres vivem com falta de discrição, ele certamente  não vai deixar que você viaje alegremente pela estrada estreita, uma vez que você tenha aprendido e aplicado o princípio em sua vida. Pelo contrário, ele irá falsamente acusá-la de não estar sendo discreta o suficiente até que você recue mais e mais—e chegue cada vez mais perto da outra margem a ponto de deixar que com um empurrãozinho de nada você escorregue e caia no fosso oposto. Naquele fosso onde o que você diz ou escreve é tão "discreto" que se torna quase que secreto ou fica tão fortemente oculto que chega a ser frustrante para quem ler. Dessa forma o que você tem a dizer se torna inútil e irritante para a sua leitora.

Recentemente eu escrevi para uma das nossas maravilhosas ministras, que enviou um Relatório de Louvor tão vago que realmente me fez pensar que havia alguma coisa espiritualmente mais perigosa acontecendo do que aquilo que ela estava tentando compartilhar. Na verdade foi preciso mais de uma tentativa para fazer com que ela se arrastasse para fora do fosso do segredo por tempo suficiente para contar o que estava realmente acontecendo.

Já que esta falsa acusação em particular é um esquema que o inimigo usa com frequência, vamos discutir sobre quando você pode sentir que está sendo tentada, mas com o tipo de tentações que falamos a respeito na lição "Tentações". Sabe quando o inimigo está te tentando, fazendo tudo que pode para chamar a sua atenção, mas você está ignorando as suas tentativas, não dando ouvidos ao que está sendo alardeado na sua frente? Eis aqui o que eu finalmente recebi depois que perguntei e, felizmente, após  ter lido o que ela tinha a dizer eu fiquei aliviada.

Para que você compreenda completamente, e para que talvez algumas das suas perguntas sejam respondidas, eu deveria te dar os detalhes do que está acontecendo porque realmente não há outra maneira. O inimigo estava me dizendo para seguir em frente, desistir e ceder. Depois ele me disse que havia uma outra pessoa lá fora para mim me esperando e que as coisas seriam mais fáceis, ele até ajudou uma amiga minha a plantar a semente de que havia "uma pessoa" interessada em mim. Eu sabia, e ainda sei, que tudo isso são mentiras, mas às vezes eu não percebo as mentiras na hora e elas passam pelas minhas defesas ;( mas todas as vezes que eu levo isso a Ele eu ouço a mesma coisa, que este é o meu "teste". No começo eu tentava lutar com as minhas próprias forças, mas quando enviei o RL foi no momento em que entreguei a situação toda para Ele, sabendo que o meus esforços não estavam me levando a lugar nenhum e desde então eu tenho dado grandes passos ;).

Eu vejo esta "pessoa" duas vezes por semana ou às vezes não, tudo depende do trabalho. Eu sei que Ele tem planos de me tirar do meu cargo atual no meu trabalho para que eu não mais tenha que ver este homem regularmente. Eu tentei ser rude, ignorá-lo e tentei até faltar do serviço (quando eu deveria estar trabalhando) só para não ficar perto dele, mas nada disso adiantou, então eu sei que isso significa que é Ele quem irá agir. A dor no RL foi a dor do meu desejo de fugir. Eu literalmente cheguei a pensar em me mudar para outro estado, mas então ouvi Ele me dizendo para ficar porque eu teria que suportar esta prova. A boa notícia é que este teste em particular me atirou tão profundamente nos Seus braços, e permitiu de verdade que eu não apenas O buscasse de uma maneira completamente diferente, mas que eu também me apoiasse mais Nele do que nunca porque eu sei que não há a menor chance de eu conseguir fazer isto sozinha ou pensar que eu tenho controle sobre esta situação— eu certamente cairia e esta queda não iria ferir somente a mim, mas a Ele também, e eu não desejo isso!!


Não estou interessada neste outro homem ou mesmo em restaurar meu casamento. Eu só desejo a Ele e mais Dele do que eu jamais tive antes. Eu sinto muito, mas tenho que ser honesta com você, e se isso te aflige de alguma maneira, eu realmente lamento muito. Eu compreendo que você terá que BD e qualquer coisa que Ele te guie a fazer eu aceitarei, eu desejo somente a vontade Dele. Obrigada por me perguntar porque eu sei que foi Ele quem quis que você soubesse.

Se você ainda não enfrentou esta situação, confie em mim, você irá. O inimigo não é muito inteligente, ele usa a mesma isca para atrair a maioria das mulheres: o desejo de ser amada por um homem quando, na verdade, você encontrou o Homem dos seus sonhos, o Senhor.

O inimigo tenta a todas nós da mesma maneira, mas quando você não morde a isca e dá atenção, ele fará com que você se sinta envergonhada, te convencendo de que isso aconteceu devido a alguma coisa que você fez ou deixou de fazer. Embora isso possa ser verdade, muitas vezes (se você já avançou o suficiente em sua Jornada de Restauração e experimentou o Seu amor), você não irá acalentar a ideia de ter um outro homem.

Você pode ver que, neste exemplo de email, no fim, Ele usou isso para o bem, mas somente porque ela estava disposta a se apoiar no Senhor e não correr para longe Dele.


Deixe-me dizer também que, ao responder, eu lembrei a ela que o desejo de fugir não era ruim, e que ela deveria continuar BD a esse respeito. Porque há somente UMA situação em que a Bíblia nos diz para fugirmos—fugir da imoralidade. (1 Coríntios 6:18) Eu a encorajaria a ler este versículo em diferentes versões para que você tenha uma compreensão maior e mais duradoura.

Especialmente a versão da Bíblia A Mensagem que poderia ser usada para compartilhar com aqueles a quem você tem expressado amor e estão abertos para ouvir a verdade. (Falaremos mais sobre isso na próxima semana).

Felizmente você está começando a notar que esta mensagem semanal, e todas as outras, têm um ponto em comum. O fato de que tudo que te aflige, todas as dificuldades em que você se encontra podem ser aliviadas e curadas simplesmente se você O buscar: falando com Ele e ouvindo o que Ele diz.

E em segundo lugar, você  percebeu também que o inimigo não vai simplesmente te deixar em paz na estrada estreita depois que você sair do fosso. Ao contrário, ele irá falsamente acusá-la até que você recue para o fosso com que estava familiarizada e fique temerosa de que irá cair nele novamente. Em seguida, ele  irá te empurrar para cada vez mais perto da margem até que você caia no fosso oposto. Lembre-se, é na estrada estreita que você irá progredir e o Único que pode ajudá-la a navegar neste caminho apertado é Aquele que também irá te manter seguindo na direção correta,  enquanto você permanecer perto o suficiente para segurar a Sua mão.

Seja uma tarefa trivial do dia a dia ou um vale difícil que você esteja tentando atravessar no escuro, você será capaz de não apenas  realizar aquilo que espera conseguir, mas, no processo, você sentirá e experimentará o Seu amor. Eu planejo falar sobre isso também na lição da semana que vem.


Neste meio tempo, por favor PARE AGORA (ou marque uma hora para mais tarde) para selá o que você aprendeu, ou em outras palavras, meditar sobre tudo isso. E certifique-se de que você não irá apenas pensar sobre o que aprendeu, mas marque um encontro com o seu Marido para ficar sozinha com Ele e PEDIR que Ele compartilhe com você sobre como esta mensagem se aplica à sua vida. E PERGUNTE a Ele qualquer outra coisa que você queira saber. Em seguida, sente-se em silêncio e ouça ;) E mantenha o seu amor vivo vivendo desta maneira todos os dias.

Meu Diário



Dia 11

“Dando Sermões"


Na semana passada, eu li 1 Coríntios 6:18:


“Sexo é mais do que pele sobre pele: é tanto um mistério espiritual quanto um ato físico. Como está nas Escrituras: ‘Os dois se tornam um.’ Já que queremos nos tornar espiritualmente um com o Senhor, não devemos buscar o tipo de sexo que foge do compromisso e da intimidade, ficando mais solitários ainda—o tipo de sexo que nunca se ‘torna um’. Há um aspecto no qual os pecados sexuais são diferentes de todos os outros. No pecado sexual, violamos a sacralidade do corpo, que foi feito para o amor idealizado por Deus, para ‘tornar-se um’ com a outra parte. Ou vocês não sabem que o corpo é um lugar sagrado, onde mora o Espírito Santo? Vocês percebem que não podem viver de qualquer maneira, desperdiçando algo pelo qual Deus pagou um preço tão alto? A parte física não é mero apêndice da parte espiritual. Tudo pertence a Deus. Portanto, deixem que as pessoas vejam Deus no corpo de vocês e através dele.”


e encorajo você a ler esse versículo na Bíblia A Mensagem para alcançar uma compreensão maior e mais duradoura, que pode ser usada para compartilhar com aquelas pessoas a quem você demonstrou amor e estão abertas para ouvirem a verdade. Enquanto eu escrevia essa afirmação Ele me revelou o que Ele queria que eu escrevesse a respeito na mensagem de hoje. Uma mensagem que Ele tem falado comigo a respeito muitas vezes e que estou animada para compartilhar com você agora.

Frequentemente nós não usamos os RLs que nos são enviados porque o tom deles soa como se fosse um Sermão.

A maioria das pessoas, especialmente alguém que esteja em pecado, NÃO quer ouvir o que ela deve fazer. Isto é comum nas igrejas e no mundo. Em vez disso, Ele diz que todos nós somos uma Epístola [uma carta ou uma forma de comunicação] lida por todos os homens. Em outras palavras, nossa vida precisa ser o que as pessoas leem sobre nós— a maneira como elas nos veem viver nossas vidas.


No entanto, é tolice pensar, por um segundo que seja, que viver uma vida de autojustiça ou religiosa fará com que qualquer pessoa queira seguir seu exemplo, ou pedir conselhos, ou que elas estarão abertas para qualquer coisa que você disser. Em vez disso, as pessoas em pecado SOMENTE serão atraídas para você quando você demonstrar amor incondicional e uma atitude não julgadora em relação a elas e a todo mundo mais.

Leia estes versículos para estabelecer o alicerce deste princípio.

João 3:17 —

“Pois Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar (rejeitar, julgar, dar uma sentença) o mundo, mas para que este fosse salvo por meio dele.”

Provérbios 20:19—

“Quem vive contando casos não guarda segredo; por isso, evite quem fala demais.”

1 Pedro 4:8—

“Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados.”

1 Coríntios 13:8—

“O amor nunca falha.”

Se você me permite dizer, eu não posso deixar de pensar em minha mãe quando leio estes versículos. Embora ela estivesse longe de ser perfeita, o amor dela pelos filhos era perfeito. Ela nunca falou de ninguém, e se nós falássemos, ela dizia, “Se você não tiver nada de bom para dizer a respeito de alguém, então não diga nada.” E mesmo não conseguindo manter a casa em ordem (como você deve saber se leu o livro Trabalhadoras no Lar), e nem chegando na hora certa em lugar nenhum (ela estava sempre horas atrasada), mesmo com todos estes defeitos, a parte dela que todo mundo notava era que ela nos amava e amava as pessoas! Nenhum dos seus filhos jamais poderia negar esse fato e por causa disso, nenhum deles nunca se perdeu. E esta assim que ela tratava todo mundo que encontrava também.


Eu não estou certa de que eu tenha o mesmo amor que ela tinha, embora eu realmente acredite que eu demonstre o mesmo amor, devido ao exemplo da minha mãe, para os meus filhos e para as outras pessoas. Mas se eu tivesse que adivinhar, eu diria que testemunhar a sua epístola de vida me fez querer ser como ela, mas que foi o vivenciar o amor Dele que me transformou! Sem isso eu jamais seria capaz de amar quem não merecia. E isso quase sempre é demonstrado através da paciência e não dando sermões para as outras pessoas.

 

1 Coríntios 13:4–8—

“O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha . . .”

Este versículo diz muito mais do que parece à primeira vista: como, por exemplo, sobre a atitude de vangloriar-se.

Frequentemente vemos que alguns Relatórios soam cheios de vanglória e esta é uma atitude inaceitável que, infelizmente, prevalece tanto entre os cristãos. Eles se vangloriam de sua retidão, enquanto o tempo todo a sua retidão não passa de um trapo imundo. (Leia Isaías 64:6 para saber o quão imundo.)

Voltando ao assunto de dar sermões às pessoas. Não é que seja de todo mal falar para uma mulher em um relatório de louvor, mas somente depois de você ter sido verdadeira e transparente sobre os seus próprios pecados. E sempre tenha em mente, antes de mais nada— que é ELE quem merece o louvor, então como poderíamos jamais nos vangloriar — a menos que seja sobre as nossas próprias fraquezas? (Leia 2 Coríntios 12: 9-10 para alcançar uma compreensão maior e mais duradoura deste princípio.)


Contudo, isso vai muito além de quando você nos envia um RL e NÓS conseguimos proteger as pessoas dos seus sermões! E quando você fica pregando e acredita tolamente que isto irá beneficiar os seus colegas de trabalho ou os seus filhos ou até mesmo os seus pais? Honestamente, você pensa mesmo que os seus sermões ou julgamentos ou sua atitude cheia de autojustiça irá ajudá-los a conhecer o Senhor? Não, não irá. Ao contrário, isso colocará uma grande barreira entre eles e Deus— e o que é mais perigoso, eles poderão a vir a detestar o Salvador, que é Aquele que é capaz de mudar tudo e é quem você diz estar seguindo. Ser um cristão significa literalmente um seguidor de Cristo.


Somente quando uma pessoa se sente AMADA, especialmente quando ela não está merecendo, é que ela se abre para ouvir qualquer coisa que tenhamos a dizer— em humildade— e quando somos transparentes quanto às nossas próprias falhas.

— E isto significa amar a cada pessoa “enquanto” ela “ainda for uma pecadora”, exatamente como Jesus fez com Seu desejo de morrer por elas.

O que Ele nos chama a fazer é sermos Suas embaixadoras, o que significa que demonstraremos às pessoas o amor e o respeito que elas merecem, o que nos vêm por sermos Sua noiva. É assim que um relacionamento amoroso, que não inclui julgamentos, é assegurado e se torna um alicerce sobre o qual se pode construir.


Confie em mim, se a sua epístola, a sua vida, for lida assim, então você não precisará sair procurando— as pessoas virão até você para descobrir mais sobre Ele—tudo devido à sua humildade verdadeira que agirá como um ímã.

Viver o lado oposto destas “epístolas”, viver cheia de arrogância e orgulho, fará com que você se torne repugnante— afastando as pessoas não só de você mesma, mas Dele também.

A atitude de vangloriar-se e dar sermões para mim se parece com a de uma aluna do Ensino Médio imatura que fica alardeando suas roupas de marca ou os carros caros— quando ela, na verdade, não fez nada para ganhá-los. Ao contrário, tudo que ela tem pertence e foi dado pelos pais, então ela deveria permanecer humildes e grata em vez de se vangloriar ou ostentar.

Para concluir, com um coração cheio de gratidão e humildade, lembre-se de que em vez de pregar— seja transparente e vanglorie-se das suas fraquezas— e então veja o que acontecerá. AME as pessoas, com o amor incondicional que você está recebendo do Senhor e veja se a sua vida não irá mudar. Se você acredita que está tendo dificuldades nesta área, lembre-se de renovar a sua mente lendo os versículos desta mensagem diariamente, até que você tenha um desejo de mudar.

Meu Diário



Dia 12

“Eu Deveria Saber!!"


Você se lembra do que eu disse no Dia 10, “Se você ainda não enfrentou esta situação, confie em mim, você irá."?

Depois de tanto tempo ministrando eu me dei conta de uma coisa—o inimigo não é tão inteligente—e por isso ele usa a mesma isca para pegar a maioria das mulheres.

O desejo de ser amada por um homem é uma coisa pela qual a maioria das mulheres anseiam desde muito jovens. E este desejo é exageradamente aumentado especialmente quando o pai não as ama da maneira que ele foi criado para fazer.

A Bíblia nos diz que todas as pessoas são tentadas da mesma maneira, e isto se aplica às mulheres também. E mesmo que você não acalente o pecado da infidelidade (ao seu MT ou ao seu MC), o inimigo fará com que você se sinta envergonhada, te convencendo de que você foi a culpada de seja lá o que tenha te acontecido, devido à alguma coisa que você tenha feito.

Embora isto posso ser verdade, muitas vezes (se você tiver avançado o suficiente em sua Jornada de Restauração e experimentado o Seu amor), você não irá acalentar a ideia de ter um outro homem. Se você ainda não chegou a esse ponto, e ainda está ansiando por um outro homem, eu a encorajaria a ler e reler sobre Quem deseja ser o seu Amado em  Encontrando Meu Marido Celestial . Agora de volta ao tópico de hoje...

Quando eu escrevi, e mais tarde reli, a parte sobre "isca e vergonha" e especialmente quando eu disse — “te convencendo que você foi a culpada de seja lá o que tenha te acontecido, devido à alguma coisa que você fez"— eu fui  instantaneamente transportada no tempo, para 2005, quando eu estava visitando alguns membros do ministério e amigas no Colorado.

Uma mulher que eu não conhecia ainda, que fora restaurada, graciosamente me convidou para me hospedar nas montanhas em uma cidadezinha, em uma casa que pertencia à sua família há gerações. Posso dizer que nunca fui tão mimada ou me senti tão relaxada quanto daquela vez? E pode ter sido isso que me levou a estar no local  em que, pela primeira vez, eu tive a experiência de  me aninhar com Ele. :)

No entanto, minha ida para aquelas montanhas foi mais pelo que Ele estava me chamando para fazer por outra pessoa do que para simplesmente me abençoar. Mas eu não me dei conta disso até muito depois.

Enquanto estava lá no chalé naquela cidadezinha eu ouvi um barulho alto de água correndo e parei para perguntar a minha anfitriã o que/de onde estava vindo aquele som. Ela me explicou que era a água que vinha da montanha quando a neve derretia, e eu continuei a perguntar se havia alguma maneira de eu poder ver aquilo. Mas, por estar olhando de longe, eu não consegui ver o horror que devia estar estampado no rosto dela, mas eu pude sentir pela sua voz. Percebendo o pânico dela eu imediatamente descartei a ideia, mas logo depois eu me vi pedindo para ir ver a água outra vez.


Honestamente, só depois que eu levei o assunto ao Senhor, depois de me censurar pela minha estupidez por ter pedido para ver outra vez, foi que eu compreendi. Eu honestamente acreditei que deveria ter alguma coisa errada comigo porque eu continuava tocando no assunto vez após vez. E então o momento "Ahhh" finalmente aconteceu, e eu percebi que tinha que ter uma razão para que Ele quisesse que ela fosse lá comigo.

Assim, mais tarde, enquanto caminhávamos de volta para o centro da cidade, eu vi uma trilha que ia para a casa, e perguntei se ela levava até o rio. Quando ela balançou a cabeça confirmando, sem dizer nada, eu me senti guiada a pegar aquela trilha. Eu não tinha certeza se minha anfitriã estava vindo atrás de mim ou não, mas eu confesso, ficar de pé naquela pontezinha estreita sobre as águas que corriam foi uma experiência magnífica e emocionante!!

Mas logo eu vi a minha anfitriã ao pé da ponte. Uma mulher a quem eu havia começado a amar e que eu via que também já me amava, devido a maneira como nós duas adorávamos ao Senhor, nosso Marido. Por vários minutos ela ficou lá me observando, e quando eu sorri e abri os meus braços ela caminhou na minha direção. Perto de mim na ponte, ela explodiu em lágrimas e caiu nos meus braços soluçando e tremendo.


Depois que ela chorou nós caminhamos de volta para casa e foi lá que ela começou a se abrir e me contar como, quando adolescente, ela havia sido violentada. Foi para aquela ponte que o homem a havia atraído, para um lugar isolado, e a tinha agarrado e arrastado para o carro dele. Eu não falei nada, meu coração estava disparado, mas eu continuei ouvindo o que ela me dizia com atenção e ouvindo também ao Senhor, que estava compartilhando coisas comigo ao mesmo tempo em minha mente e em meu coração. Coisas que eu nunca compreendi antes e que eram incrivelmente profundas.

O que sobrou para esta vítima, e para a maioria de todas as vítimas, foi um sentimento de culpa, que falsamente permitiu que a responsabilidade recaísse e permanecesse  SOBRE ela.

O tempo todo ela me dizia, "Eu deveria saber!!", todas as vezes em que eu tentava consolá-la ela repetia isso. No entanto, quando eu recontei os eventos para ela, lentamente ela começou a compreender que não havia como ela ter antecipado a armadilha que esse homem havia preparado. Alguém havia lhe dito que a sua melhor amiga estava esperando por ela e foi ele que ela encontrou lá à sua espera, escondido nas moitas do outro lado.

Então, se você assumiu uma culpa que não é sua, não importa o tamanho dela, e se você tem sido incapaz de se livrar desse sentimento, na semana que vem eu compartilharei MAIS sobre esta verdade que é maravilhosa e profunda—e o motivo  pelo qual o inimigo é capaz de continuar a atormentar a VÍTIMA para que a pessoa que pecou não seja afetada.

Enquanto isso, por favor PARE agora (ou marque uma hora para mais tarde) para selá o que você aprendeu, ou em outras palavras, meditar sobre tudo isso. E certifique-se de que você não irá apenas pensar sobre o que aprendeu, mas marque um encontro com o seu Marido para ficar sozinha com Ele e PEDIR que Ele compartilhe com você sobre como esta mensagem se aplica à sua vida. E PERGUNTE a Ele qualquer outra coisa que você queira saber. Em seguida, sente-se em silêncio e ouça ;) E mantenha o seu amor vivo vivendo desta maneira todos os dias.

Meu Diário



Dia 13


“Falsa Culpa e Perdão”


Na semana passada nós terminamos a mensagem semanal com esta verdade:

O que sobra para a maioria das vítimas é um sentimento de culpa, falsamente permitindo que a culpa recaia e permaneça SOBRE elas—para que assim— a pessoa que precisa do perdão nunca sinta o pleno efeito do seu pecado.

Então,mais uma vez, se você aceitou uma culpa que não é sua— não importa o tamanho dela, e você não conseguido se livrar dela, se libertar, esta semana eu estou animada para compartilhar ainda MAIS sobre a verdade maravilhosa e profunda —e sobre o motivo pelo qual o inimigo é capaz de continuar a atormentar a VÍTIMA para que a pessoa que pecou continue não sendo afetada.

No voo de volta para casa, depois de minha anfitriã e eu termos dirigido até o lugar onde ela foi estuprada, té onde aquele homem costumava morar, e outros lugares que ela não conseguia chegar nem perto antes do Senhor a curar da sua falsa culpa, Ele me disse :

Há somente UM CONJUNTO de emoções negativas para cada pecado. Então, se você  assumir a culpa falsamente,  o pecador real não sentirá remorso. E sem remorso não há necessidade dele se arrepender—consequentemente ele permanece no pecado, e pior, muitas vezes continuará repetindo o pecado e a ofensa vez após vez.

Nos foi dito muitas e muitas vezes para perdoarmos, certo? E não somente quando a pessoa está arrependida, mas imediatamente. Deus criou o mundo e todos os princípios e leis e nos disse como isso era importante por muitas razões. A principal delas é para que possamos ser curadas daquilo que aconteceu conosco. Embora a nossa mente possa não esquecer, eu tenho vivido a experiência de ser capaz de pensar no acontecimento, e usar a minha experiência com outras pessoas, sem nenhuma emoção negativa envolvida. Não há nenhuma dor ou vergonha de maneira alguma.

A outra razão por que é igualmente importante perdoar é para que possamos expressar amor por aquele que pecou contra nós. Porque, quando  perdoamos, ficamos livres da culpa (ou do que deveríamos ou não deveríamos ter feito), e então, com o perdão concedido, o pecador pode SENTIR completamente  o peso do seu ato.

Há tantos exemplos passando pela minha mente agora, mas deixe-me pegar apenas um dos meus favoritos, que eu espero que vá te ajudar a alcançar a habilidade de perdoar mesmo o pior dos pecadores.

Quando nossa família estava morando em Pensacola, onde o RMI foi fundado, havia uma ponte de quase 5 quilômetros que era muito perigosa.Até meu cunhado perdeu um primo atingido por um motorista bêbado nesta ponte no ano antes dele mesmo falecer. Então, sempre que ouvíamos falar de um acidente na ponte, eram notícias fortes.


A tragédia atingiu uma família querida que era muito próxima a nossa e que estava no ministério em tempo integral. Foi este casal que Deus usou para me ensinar muito sobre como ministrar. Um dia eles receberam aquela ligação que todos os pais mais temem: o filho deles tinha se envolvido em um acidente na ponte, estava correndo risco de morte e a polícia estava na casa deles para levá-los para o hospital. Enquanto eles dirigiam passando pelo outro lado (o tráfico estava parado devido aos destroços dos carros envolvidos no acidente), com as sirenes tocando, eles viram o que havia sobrado do carro do filho deles e acreditaram que ele poderia não ter sobrevivido. Foi simplesmente por um milagre que ele não tenha morrido— mesmo que agora caminhe mancando significativamente e tenha perdido o uso do braço direito.

MAS foi o que os jornais disseram (tanto na televisão quanto nas manchetes), e o que foi repetido pelos jornais em todo o país, que chamou a atenção de todo mundo. O outro motorista não somente estava bêbado, mas também sob o efeito de drogas e já havia sido flagrado dirigindo nestas condições 7 vezes e sem carteira. Contudo, estes pais pediram para falar com o homem na cadeia— para dizer a ele que eles o haviam perdoado e que mesmo que o filho deles não sobrevivesse, ele não deveria se culpar. Os noticiários reportaram que o homem explodiu em lágrimas e que o pai daquele que estava lutando para sobreviver o abraçou enquanto ele chorava. Por estes pais terem sido capazes de perdoar este homem que já havia feito isso antes— ele sentiu o efeito completo dos seus atos. E durante o julgamento estes pais deram um depoimento e pediram a corte que tivesse misericórdia.

Este extraordinário ato de perdão permitiu que a imprensa também ouvisse sobre a maneira como se é salvo, o que aconteceu em uma das vezes em que mais tarde visitaram a cadeia. Todos os dias, depois de visitarem o filho,como um casal, eles visitavam aquele homem na cadeia para assegurar a ele que o filho deles havia saído do coma, que já estava falando e que estava começando a mover os membros novamente. E devido ao exemplo deles de compaixão, quando saiu do hospital,mesmo sem poder andar, a primeira parada que o filho deles fez foi ir até a prisão para perdoar este homem pessoalmente— e isto também foi noticiado!

A maioria de nós nunca será chamada para fazer algo assim tão maravilhoso e tão público, mas a cada dia nós podemos viver da maneira que Ele diz que devemos e mudar a vida das pessoas ao nosso redor que estejam lendo a epístola das nossas próprias vidas.

Nota: Este casal tem um casamento restaurado! Quando eu conheci a minha amiga, o marido dela estava servindo no ministério em tempo integral, dirigindo a distribuição local de sopa que também incluía um abrigo e um programa para mulheres que haviam perdido os filhos por intervenção do tribunal (onde eu fui voluntária e ensinei classes). Minha amiga compartilhou comigo que ela foi salva de uma vida desregrada, enquanto casada, e mais tarde orou para que o seu marido tivesse uma experiência de "Damasco". E ele teve. Quando Deus o tocou, ele imediatamente começou a carregar a enorme Bíblia de família que eles tinham para qualquer lugar que ele fosse. E a coisa mais incrível aconteceu—Deus deu a ele o dom de reter palavra por palavra do que ele lia.

Naquela época ele possuía um pequeno restaurante e começou a distribuir comida para os sem teto quando fechava seu estabelecimento todas as noites. Isso o levou a abrir a cozinha para distribuição de sopa e, mais tarde, a prefeitura deu a eles o terreno abaixo da rodovia para que pudessem expandir. Contudo, como eles me disseram, "Erin, você não imagina as bênçãos e como a sua vida mudará quando você começar a ministrar em tempo integral. Mas lembre-se apenas de que aí é que as suas provas irão começar e não terminar."


Agora é hora de PARAR novamente (ou marque uma hora para mais tarde) para selá o que você aprendeu, ou em outras palavras, meditar sobre tudo isso. E certifique-se de que você não irá apenas pensar sobre o que aprendeu, mas marque um encontro com o seu Marido para ficar sozinha com Ele e PEDIR que Ele compartilhe com você sobre como esta mensagem se aplica à sua vida. E pergunte a Ele qualquer outra coisa que você queira saber. Em seguida, sente-se em silêncio e ouça ;) E mantenha o seu amor vivo vivendo desta maneira todos os dias.

Meu Diário



Dia 14


“O DOBRO pelos Meus Pecados?!"

Na semana passada nós falamos sobre quando somos as vítimas inconscientes e não tinha como “sabermos” o que aconteceria.

Esta semana eu quero falar sobre uma dificuldade ainda mais complicada, que acontece quando as mulheres se colocam um caminho perigoso. Portanto, neste caso, não é tão fácil ser libertada como no caso daquelas que não sabiam, e é exatamente com isso que o inimigo irá te atormentar.


Que esperança há para as mulheres que não são completamente inocentes? Mulheres que talvez estejam bebendo ou que se colocaram em situações de perigo ou escolhem ficar sozinhas com um homem, sabendo que elas, na verdade, sentiram que não havia nenhum perigo nisso? Em outras palavras, elas deveriam saber.

Há esperança para as mulheres que têm uma culpa parcial ou até mesmo completa?

ABSOLUTAMENTE!


O versículo chave que fundamenta a nossa fé é o que diz, “enquanto éramos pecadores!” (Romanos 5:8). Jesus não morreu por nós porque éramos boas pessoas, ou boas em parte, nenhum de nós éramos inocentes do pecado. Não. Foi quando éramos pecadores, que Ele nos amou o suficiente para morrer por nós!

Isto significa que mesmo quando nós desempenhamos um papel naquilo que nos acontece, Ele está lá de braços bem abertos e pronto para nos falar com benignidade e amor!! E nós não  recebemos apenas o Seu amor, mas Ele vai ainda além do que poderíamos sequer imaginar!

Isaías 40:2—

“Falai benignamente… e bradai-lhe que já a sua malícia é acabada, que a sua iniqüidade está expiada e que já recebeu em DOBRO da mão do SENHOR, por todos os seus pecados.”

Então, isto significa que se você tem estado lutando contra a vergonha e a culpa, contra o remorso— e aquilo que você fez fica se repetindo na sua mente, “Eu deveria saber!!”, e isso, pelo menos em parte for verdade, SIM, você deveria saber— é chegada a hora de entregar a batalha a Ele e empregar a sua energia e se concentrar em colher as bênçãos DUPLAS que Ele morreu para dar a você!

Êxodo 14:13—

“Não temais; estai quietos, e vede o livramento do Senhor, que ele hoje vos fará..."

Se você precisar confessar sobre alguma coisa com a qual não deveria ter se envolvido, pergunte  ao Senhor como Ele gostaria que você tratasse deste assunto. Não espere, pare e pergunte a Ele agora. Assim, quando você for acusada ou atormentada novamente, você conseguirá se lembrar de que foi perdoada, e não somente perdoada, mas também que foi abençoada em dobro!!


Desse momento em diante, todas as vezes em que o acusador tentar atormentá-la, você pode sorrir e olhar para cima com gratidão em seu coração, porque a verdade é que o inimigo não pode roubar a sua paz. Está terminado.

Você não precisa criar um projeto para limpar o seu passado. Apenas lide com essas coisas uma a uma, à medida em que elas vierem à sua cabeça e à sua mente.

Ao se certificar de que está limpa, a verdade que irá libertá-la  é que, embora você possa (e provavelmente irá) se lembrar de algumas coisas, você verá que ao entregá-las ao Senhor e se desfazer da dor, da vergonha e de todas as outras emoções negativas— quando você pensar nisso de novo, não haverá NENHUM sentimento negativo incluído. Em outras palavras, SIM, você se lembrará, mas isso estará somente em sua cabeça, sem que as emoções do seu coração estejam envolvidas.

É importante que você saiba disso porque o inimigo é astuto e ardiloso, e por isso ele ama mentir o suficiente para te atormentar ainda mais: quando você se lembrar do pecado, ele te dirá que se você ainda lembra é porque ainda não foi perdoada. Isso é mentira.

A razão pela qual ELE ainda faz com que você se lembre é somente para que você possa ministrar para outras mulheres! Quando a dor, a vergonha e todos os outros sentimentos negativos se forem, deixando para trás somente as bênçãos duplas, é que você começará a “semear” estas verdades na vida das outras pessoas.

E para ajudá-la a fazer isto, nós queremos encorajar mais mulheres a começarem a buscar Deus para receberem sabedoria a respeito de escreverem as suas próprias Histórias de Jornadas de Restauração.


Se você  tem preenchido fielmente todos os formulários de lições, escrevendo o seu diário para o Senhor, então você tem documentado a sua jornada e ela pode ser usada para criar os capítulos do seu livro.

Para quem estiver interessada, clique aqui para aprender como começar.

Meu Diário



Dia 15

"Talvez"


Existem alguns versículos difíceis na Bíblia, mas como ela mesma diz que vale a pena procurar uma pérola, assim também há alguns princípios escondidos, dos quais, com frequência, não se fala a respeito.

Enquanto procurava este versículo em 2 Samuel (abaixo) esta manhã, eu fiquei surpresa porque demorei a encontrá-lo. Honestamente, levou muito tempo, mas eu sabia que precisava lê-lo e relê-lo e também estudá-lo em várias versões para alcançar uma compreensão mais profunda.


Era muito importante que eu encontrasse e estudasse este versículo porque ele traz uma pérola que eu sabia que Ele havia falado ao meu coração, depois que outro ataque de acusação foi lançado contra mim pessoal e publicamente. O primeiro versículo (abaixo) coincide com este princípio, que também pode lançar a base para que você compreenda o versículo mais difícil que se segue, que é o de não “resistir” ao mal de que Jesus falou...

Mateus 5:39

“Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra.”

2 Samuel 16:11-12

“Disse então Davi a Abisai e a todos os seus conselheiros: “Até meu filho, sangue do meu sangue, procura matar-me. Quanto mais este benjamita! Deixem-no em paz! Que amaldiçoe, pois foi o Senhor que mandou fazer isso. [Talvez] o Senhor considere a minha aflição e me retribua com o bem a maldição que hoje recebo”. Assim, Davi e os seus soldados prosseguiram pela estrada, enquanto Simei ia pela encosta do monte, no lado oposto, amaldiçoando e jogando pedras e terra. O rei e todo o povo que estava com ele chegaram exaustos a seu destino. E lá descansaram.”


Talvez é a palavra que eu memorizei anos atrás, a palavra que eu estava procurando e que pode ser definida como: quiçá, porventura. Sinônimos: quem sabe, possivelmente, provavelmente, decerto.

É interessante notar que poeira frequentemente é uma representação da vergonha e da aflição na Bíblia. É por isso que quando as pessoas perdiam seus entes queridos elas jogavam poeira em suas cabeças e é por isso que nos foi dito para a sacudirmos dos nossos pés.

Deixe-me explicar que isto aconteceu durante o período da vida de Davi em que ele estava fugindo do próprio filho, Absalão, que estava determinado a destruí-lo. Infelizmente, os nossos dias agora estão se tornando cada vez piores à medida que vamos nos aproximando do fim dos tempos, mais e mais pais piedosos infelizmente terão que experimentar este desgosto.


Sim, hoje, o que eu quero que você aprenda com este maravilhoso princípio, que é dolorosamente difícil para nós de ser aplicado, mas que, contudo, é como qualquer outro princípio que conseguimos compreender e em seguida abraçar— é que ao abraçá-lo nós iremos colher recompensas imensuráveis.

Davi não somente estava se recusando a resistir ao mal, mas ele impediu que as outras pessoas parassem esse mal. E nós encontramos a razão disso quando ele pondera sobre o motivo da sua atitude. Talvez...

“Talvez o Senhor considere a minha aflição”, Davi esperava que receber algo de Deus. Em vez de parar os ataques, ele está olhando para Deus para receber a sua retribuição. E, como sabemos, as bênçãos verdadeiras, duradouras e mais poderosas não vêm dos homens ou deste mundo— elas vêm de Deus.

Como eu disse no início, mais e mais ataques de calúnias têm sido lançados sobre mim pessoal e publicamente. E o Senhor me disse que a razão principal de eu ter que experimentar estes ataques é porque Ele está prestes a levar a mim e este ministério para um nível mais alto. Eu não tenha certeza se os ataques também nos tornam mais humildes ou nos forçam a nos aproximar mais do Senhor porque precisaremos mais Dele, ou se é simplesmente o inimigo tentando parar  o que Deus está para fazer. Se eu tivesse que apostar eu diria que as três razões são possíveis, e até mais, que eu ainda não alcancei maturidade espiritual suficiente para compreender. No entanto, eu quero poder não apenas aceitar este princípio, mas também abraçá-lo. E não apenas para o meu próprio bem, mas pelo bem daquilo que eu creio que Ele quer fazer e da maneira como Ele quer usar ainda mais o RMI e as suas ministras.

 

Eu posso dizer estas palavras com toda honestidade, “Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.” Filipenses 3:12-14

E você?

No mundo de hoje, mesmo dentro da igreja, ninguém fala ou vive este difícil princípio. Ao contrário, nós somos ensinados que devemos nos defender e que o mal que é feito contra nós irá nos destruir.


Claro, isto é verdade, é uma outra parte do esquema do inimigo, mas não para o crente que é chamado para viver um chamado mais elevado. E não é para que nós, crentes, possamos ser elogiados e nem para impressionar as outras pessoas, mas nós precisamos lidar bem com essas situações com o propósito de permitir que o Senhor escreva as Suas Boas Novas na epístola de nossas vidas. A epístola de nossas vidas que as pessoas leem todos os dias.

Isto significa que devemos viver nossas vidas de maneira tal que o mundo veja que, muito embora um inimigo esteja tentando nos ferir e nos destruir, com Ele, nós podemos passar por isso, e mais ainda, podemos nos beneficiar no final. Isso, querida, se chama testemunho simplesmente e é importante que o tenhamos a fim de ajudar as outras pessoas a vencerem o maligno.

Apocalipse 12:11—“Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do testemunho que deram; diante da morte, não amaram a própria vida.”

Estas lições começam com pequenos rumores dentro das próprias famílias, no seu local de trabalho ou em sua vizinhança.  Quando você conseguir passar pelos insultos menores, sem se defender, Ele então continuará a avançar tanto a você quanto o nível dos ataques, a fim de te levar para um nível ainda mais alto.

Sim,  por sermos humanos, nós preferimos receber louvores e  elogios das pessoas, mas quando nós os recebemos chegamos perigosamente perto de nos tornamos inimigos de Deus.

“Vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus.” (Tiago 4:4).

A mensagem de hoje é muito difícil para a maioria de nós aceitar, então, por favor, PARE agora (ou marque um horário para mais tarde) para selá o que você aprendeu, ou em outras palavras, para meditar sobre tudo isso. Leia os versículos que compartilhei e medite sobre eles. E, como sempre, marque um encontro com o seu Marido para ficar sozinha com Ele e PEÇA a Ele que compartilhe com você como aplicar esta mensagem à sua vida. E em seguida sente-se tranquilamente e ouça;) E mantenha o seu amor vivo vivendo desta maneira todos os dias.

Meu Diário



Dia 16

Um Entendimento Maior sobre Ministração"


Há cerca de um mês atrás, eu disse ao Senhor que sentia que Ele poderia estar me mostrando que era chegada a hora de deixar ir o RMIOU, devido às enormes e constantes dificuldades que estavam me esgotando. E também porque não estávamos vendo os frutos do nosso trabalho. Ajudar a treinar mulheres para que elas se tornem ministras e ajudem o RMIEW, trabalhar com nossas ministras e tentar treiná-las, estava tomando a maior parte do meu tempo e eu sabia que esse estresse e esgotamento claramente não estavam vindo Dele e que esse não era o Seu jugo.

Mateus 11:30

“Pois Meu jugo é suave e Meu fardo é leve.”

Logo depois que falei com o Senhor que eu ia deixar ir, as coisas tomaram um outro rumo surpreendente, claro, porque eu estava deixando ir. Contudo, mesmo elas tendo melhorado ainda havia algumas questões para as quais eu continuei a BD.


Então, como seria de se esperar, o verdadeiro avanço aconteceu devido à uma grande prova, que não estava relacionada ao RMIOU. Deus usou um teste em minha vida pessoal para o bem, a fim de me mostrar aquilo que agora parece óbvio, mas que, honestamente, tinha me escapado por todos estes anos. O que nós realmente fomos chamadas a fazer como Ministras— e, portanto, o que eu preciso fazer para treinar as ministras na RMIOU— é simplesmente alimentar as mulheres com as verdades espirituais.

Alimente Minhas Ovelhas

João 21:17-19  A Mensagem

"Jesus perguntou pela terceira vez: ‘Simão, filho de João, você me ama?’ Pedro ficou aborrecido por Ele ter perguntado a terceira vez ‘Você me ama?’.  Então respondeu: ‘Senhor, tu sabes de tudo. E Tu sabes que Te amo.’


Jesus disse: ‘Alimente minhas ovelhas.’”


O que eu compreendi finalmente foi que não se trata de interagirmos ou ministrarmos pessoalmente porque, quando as mulheres estão feridas terrivelmente como elas estão quando nos procuram, elas precisam é do Consolo do Senhor, o seu Marido.

Sim, nós compreendemos isso já faz um tempo, mas mesmo assim eu ainda vacilava, ou me envolvia muito acreditando que de alguma maneira nós precisávamos ajudá-las de uma maneira individual, uma a uma, o que tem a tende a acabar se transformando em aconselhamento.


Eu também acreditava, erroneamente, que ajudar a “corrigir” aquelas que buscam a nossa ajuda seria benéfico para elas. Não foi de se estranhar que pouquíssimas delas lidaram bem com a nossa correção, devido, mais uma vez, ao fato de elas estarem muito feridas, motivo esse que as levou a nos procurarem. Honestamente, eu deveria saber disso porque, afinal de contas, o nome do nosso ministério é Encorajando Mulheres!

O que eu compreendi foi que o que poderá Alimentar mais as Suas Ovelhas (e jovens carneirinhas), o que trará também uma quantidade maior de Encorajamento, o que fará mais para ajudar a espalhar a verdade e as Boas Novas—é darmos um passo atrás e simplesmente ALIMENTARMOS as mulheres com uma variedade de Encorajamento. Em outras palavras, através do nosso Encorajamento Diário, do Relatório de Louvor e dos nossos vários cursos— todos eles cheios da Sua Palavra que cura.

Salmos 107:20

"Ele enviou a Sua palavra, e os sarou, e os livrou da sua destruição."

Sempre que nos cansamos, e nos tornamos ineficazes como ministras, é porque estamos nos embaraçando com uma mulher ferida e desesperada que está se afogando e precisa de um Salvador, um Marido Celestial, o Príncipe da Paz, e de todas as outras Pessoas que Ele pode ser para ela.

Quando eu finalmente compreendi esta revelação completamente, eu pude então entender por que o RMIOU não estava florescendo da maneira que eu sabia que ele poderia ou deveria florescer— porque o seu alicerce não estava estabelecido corretamente. Em vez de treinar “Ministras de Casamento”, no sentido em que eu estava tentando fazer, nos envolvendo e entrincheirando com as mulheres que preenchem os “Questionários de Avaliação”, Ele quer que possamos dar um passo atrás e simplesmente oferecer a elas o nosso Curso 1 GRATUITAMENTE, encorajando-as a começar a sua cura.


Nós então seguimos em frente e atualizamos o link que é enviado a elas quando preenchem seus QAC e, como esperado, como estávamos tentando treinar as Ministras de Casamento antes— o Senhor simplesmente começou a fazer que desse certo!!

E para todas as nossas ministras que ainda não estão prontas para serem treinadas como Ministras de Casamento, o primeiro objetivo do nosso treinamento ministerial agora será encorajar “primeiramente” através dos RLs das Ministras e dos Comentários da Mensagem Semanal (quando elas preenchem seus formulários), que agora começamos a usar aos domingos em nossos Encorajamentos.

A definição do verbo “ministrar” é “atender às necessidades de (alguém)”. E se tem uma coisa que eu sei com certeza é que o Seu povo, que é chamado pelo Seu nome, está perecendo desesperadamente por falta de conhecimento e alimento espiritual nutritivo— o alimento espiritual pelo qual estão famintas. É por isso que o Senhor tem me lembrado constantemente que a minha maior prioridade, e a deste ministério, é alimentar as mulheres espiritualmente todos os dias, como eu disse, através das mensagens que enviamos.

E, além desta maneira espiritual de começar o dia, com nossos Encorajamentos (a fim de que as mulheres possam já acordar indo na direção certa e seguir no caminho estreito ao longo do dia), elas precisam também de uma série de verdades espirituais, para sustentá-las, e é aqui que entra a nossa grande variedade de lições. Embora nossos livros tenham mudado muitas vidas, é através da combinação da leitura e de em seguida derramar o seu coração nos formulários “O que Aprendi”, que temos testemunhado tantas mulheres se recuperando de suas crises com uma rapidez muito maior— e com resultados duradouros! Elas finalmente encontram alegria ao serem encorajadas a não segurar nas nossas mãos ou olhar para nós de maneira alguma, mas sim segurar na mão DELE e olhar para ELE para que ELE as guie, pedindo a ELE que revele as verdades que elas precisam e estão desesperadas para encontrar.

Salmos 34:5

“Os que olham para ele estão radiantes de alegria; seus rostos jamais mostrarão decepção.”

É através do nosso relacionamento com Ele que somos capazes de brilhar, e isso é o que irá ajudar as outras pessoas a nos virem, enquanto ainda estão cercadas pela sua escuridão e pela sua dor. Contudo, quando os feridos nos encontram, é o Seu calor e a Sua luz que brilha em nós, e é isso o que eles realmente precisam seguir. É muito parecido com a lua que reflete a luz do sol, mas, “na realidade”, não passa de um deserto empoeirado e estéril.

Meu Diário