Trajetórias do mercado imobiliário nas cidades de Marília e Presidente Prudente – SP, 1995 – 2012. A produção imobiliária do PMCMV, seus agentes e a diferenciação e desigualdades socioespaciais intra-urbanas

Coordenador:

Prof. Dr. Everaldo Santos Melazzo

Equipe:

Prof. Dr. Everaldo Santos Melazzo  
Profa. Dra. Encarnita Salas Martin
Prof. Ms. Sergio B. Magaldi
Doutoranda Edna Maria Jucá Amorim
Doutorando Jovenildo Cardoso
Mestrando Marlon Altavini de Abreu
Mestrando Danilo Marcondes
Graduando Vitor Augusto Luizari Camacho

Resumo do projeto:

Este projeto tem como objetivo principal analisar os projetos habitacionais inseridos no Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), implantados e em fase de análise, nas cidades de Marília e Presidente Prudente, ambas cidades médias do Estado de São Paulo frente às dinâmicas do mercado imobiliário em cada uma das citadas cidades. Os marcos teóricos fundamentais que guiam a presente proposta partem da necessidade compreender e analisar as particularidades das chamadas cidades médias, frente à diversidade urbana brasileira; a compreensão do papel dos mercados fundiários e imobiliários no contexto da dinâmica econômica e social brasileira, seja historicamente, seja no momento atual e analisar a dimensão espacial do mercado imobiliário frente às diferenciações e desigualdades socioespaciais presentes nas cidades em questão. Do ponto de vista dos procedimentos metodológicos o projeto lidará com a reunião e análise conjunta de três bases de dados: os anúncios das ofertas imobiliárias no período de 1995 a 2012, para a elaboração de um quadro de referência das principais características dos produtos imobiliários (o que, onde e a que preço?); os dados e informações censitários (IBGE 2000 e 2010) para a análise de indicadores socioeconômicos espacializados e as informações completas de cada um dos empreendimentos habitacionais do PMCMV. Para além do conhecimento das interações acima sugeridas entre os resultados do Programa, as desigualdades socioespaciais e o funcionamento do mercado imobiliário, espera-se gerar subsídios à formulação e reformulação de políticas públicas habitacionais e urbanas. O projeto de pesquisa, formulado no âmbito de grupos de pesquisa consolidados e programa de pós-graduação em geografia da FCT-Unesp conta, ainda, com as sinergias geradas a partir da ReCiMe – Rede de Pesquisadores sobre Cidades Médias.

Apoio:

CNPq – Período 2013-2014