Mirako Sucos‎ > ‎

Dieta Alimentar

Dieta Alimentar Colorida hipolipídica

Coma alimentos orgânicos .

Embora haja uma quantidade menor de proteínas em dietas vegetarianas isso é, na verdade, uma vantagem. As carnes contêm proteínas em excesso, de péssima qualidade, impróprias para o ser humano. Elas sobrecarregam o aparelho digestivo, causando doenças, primeiro neste (prisão de ventre, gases, colite, gastrite, etc.), e depois em qualquer parte do corpo, que, bombardeado de proteína, vai necessitar de maior quantidade de vitaminas e sais minerais.
Uma dieta hiperprotéica rouba a energia, aumenta o colesterol, provoca doenças cardiovasculares, osteoporose, diabetes em idade avançada, circulatórias, de memória, dilata o estômago (por isso, quando se deixa de ingerir excesso de proteína, ou seja, as carnes, fica uma sensação de fome após as refeições) e provoca câncer. Incluem-se nesta relação tanto a carne branca quanto a vermelha.

A gordura que dificulta a digestão, forçando o fígado e o estômago a produzir ácido em excesso e levando à corrosão das paredes dos intestinos, o que provoca mutações cancerígenas, conforme explicou o oncologista suíço Fabio Levi, da Universidade de Lausanne. Outra suspeita é o enxofre das carnes, que é devorado pelas bactérias contidas no intestino – depois estas bactérias expelem substâncias tóxicas e malignas.
O amino-heterocíclico também é uma substância perigosa, ausente na carne crua, criada com a quentura da grelha ou da panela, formando o preto crocante dos churrascos e das frituras. “Os aminos acabam no interior das células, onde se ligam ao DNA e provocam mutações cancerígenas”, diz Barbara Pence, da Universidade Técnica do Texas, nos Estados Unidos. Ela demonstrou que esses compostos chamuscados em altas doses atacam o intestino, o estômago e os seios. Em contrapartida, substâncias presentes nas frutas, verduras e grãos dificultam o crescimento de vários tipos de câncer, agindo em combinação umas com as outras, conforme constataram pesquisadores dos EUA.

Radicais livres são moléculas instáveis, pelo fato de seus átomos possuírem um número ímpar de elétrons. Para atingir a estabilidade, estas moléculas reagem com o que encontram pela frente para roubar um elétron.

Uma parte do oxigênio que respiramos se transforma em radicais livres, que estão ligados a processos degenerativos como o câncer e o envelhecimento. Deve ser lembrado os radicais livres também tem um papel importante atuando no combate a inflamações, matando bactérias, e controlando o tônus dos "músculos lisos".

Os antioxidantes protegem o organismo da ação danosa dos radicais livres. Alguns antioxidantes são produzidos por nosso próprio corpo e outros - como as vitaminas C, E e o beta-caroteno - são ingeridos.


AGE´S - Produtos finais da glicação avançada

A glicação ocorre quando uma molécula de açúcar em excesso (por aumento da ingestão ou por lentidão do metabolismo da glicose) adere a uma molécula de proteína.

A partir desse processo são formados os produtos finais de glicação avançada AGEs(
advanced glycation end-procuts), caracterizados por um complexo de açúcar e proteína rígido que altera as estruturas dessas proteínas e impedem o desempenho eficiente de seus papéis mais importantes no organismo. Na pele, o resultado é o aparecimento de rugas.
A formação de AGE´s nos alimentos é potencializada por métodos de preparo que utilizam altas temperaturas e baixa umidade (fritar, assar ou grelhar).
O fumo também é considerado importante fonte exógena de AGE´s. Durante a conbustão do tabaco, espécies reativas de AGE`s são volatilizadas, absorvidas pelo pulmão e podem reagir com proteínas do sangue.

Os efeitos patológicos dos AGE´s estão relacionados com a capacidade desses compostos de modificar a propriedade química e funcionais das mais diversas estruturas biológicas.

Por meio de geração de radicais livres, da formação de ligaçõe cruzazdas com proteínas ou de interação com receptores celulares, os AGE´s promovem, repectivamente, estress oxidativo, alteração morfofuncional e aumento da expressão de medicadores inflamatórios.

As AGE`s podem danificar o organismo por 3 mecanismos:
Modificação de estruturas intracelulares, incluindo aquelas da transcrição gênica. Interação de AGE´s com proteínas da Matriz Extracelular, modificando a sinalização entre as células e as moléculas da matriz, gerando disfunção. Modificação das proteínas e lipídios plasmáticas. Essas substancias modificadas podem ligar-se a receptores específicos , causando a produção de citocinas inflamatórias e fatores de crescimento que, por sua vez, contribuem para patologias vasculares.


Em nosso organismo, as gorduras têm como principal função fornecer energia e ajudar no transporte das vitaminas não solúveis. Os tijolos que compõem as gorduras chamam-se ácidos graxos.

Importantes para o estímulo das reações químicas que ocorrem em nosso corpo, as gorduras podem se apresentar na forma saturada, mono-insaturadas ou poli-insaturadas, a diferença entre elas será em sua composição e na forma que afetam o organismo.
Elas podem ser de origem animal ou vegetal. As de origem animal são gorduras saturadas e tendem a elevar os níveis de colesterol LDL.
No caso da vegetal, em sua maior parte, o tipo da gordura obtida é a insaturada, mais saudável por ajudar a prevenir as doenças do coração elevando os niveis de colesterol HDL.
O colesterol é um tipo de gordura que está presente em alimentos de procedência animal. Uma de suas funções é participar da formação de hormônios.
O colesterol é uma substância gordurosa complexa, metabolizada pelo fígado e existente no sangue dos animais superiores.
Sua fórmula é C27H45OH
O colesterol é transportado no sangue em diferentes tipos de pacotes chamados de lipoproteínas.
A porção do colesterol LDL (low-density-lipoprotein), também chamado de colesterol mau , transporta o colesterol para o organismo. A porção do colesterol HDL (high-density lipoprotein), também conhecido como colesterol bom, remove o colesterol da corrente sanguínea.
O colesterol pode se depositar nas artérias e formar placas de gordura "cimentando-as" parcialmente e as deixando mais estreitas (estenose), o que impede a boa circulação do sangue.


Insuficiência de ferro??
Apenas 1/5 do ferro da dieta comum é obtida a partir da carne. Os vegetais mais ricos em ferro são os de folha verde escura, produtos de soja, leguminosas, grãos integrais, frutas secas, nozes e sementes. O uso de panelas e recipientes de ferro também contribui para uma ingestão adequada. A adição de alimentos ricos em vitamina C às refeições, tais como frutas e verduras, aumenta a absorção de ferro.


E onde está a proteína vegetal?
- No tofu (queijo de soja), encontra-se uma proteína completa de excelente qualidade, muito melhor que a da própria soja, que tem seus inconvenientes .
- No leite de soja, em vez do leite de vaca (o motivo é o fato do adulto não digerir bem a lactose, que é o açúcar do leite. O leite de vaca contribui para o envelhecimento precoce e inflamações, como gastrite e outras doenças. Ele foi feito para o bezerro, que tem uma constituição física diferente do ser humano). Já os derivados do leite de vaca, como coalhada, iogurte, queijos frescos e ricota, sem conservantes, transformados, semidigeridos por ação das bactérias, podem ser consumidos, pois têm digestibilidade mais fácil.
- Em sementes de girassol, gergelim, cogumelo, pólen de flores, ovos caipiras.
- Em sementes oleaginosas, como castanha, noz, avelã, pinhão, etc.
- Aveia integral, germe de trigo e levedura de cerveja também são fontes de proteínas.
- Frutas oleaginosas, como abacate e coco são ricas em proteínas; frutas doces e ácidas, assim como as verduras e a batata, contêm excelentes proteínas, embora em pequena quantidade.