História


A Associação Recreativa, Cultural e Desportiva -  JUNQUEIRA FUTEBOL CLUBE, foi fundada com data referenciada a 10 de Junho de 1969, com a designação de JUNQUEIRA FUTEBOL CLUBE, fruto de vários convívios efectuados numa sala de uma mercearia do nosso lugar, tendo por finalidade a prática de futebol popular.

Foram responsáveis por esta iniciativa vinte amigos, que subscreveram um documento que poderemos considerar ter sido a primeira acta, passando a ser considerados os primeiros vinte Associados fundadores deste Clube.

Entretanto, os anos foram passando e as responsabilidades passaram a ser cada vez maiores, tais como a efectivação de deslocações com a equipa de futebol para localidades fora da nossa área, levando atrás se si muitos Associados e famílias.

Deu-se início à prática do Atletismo. Os nossos atletas saíram do nosso meio à descoberta de outros lugares, com excelentes resultados.

Com esta actividade, porque estávamos a caminhar para chegar aos motivos que levaram os fundadores atingir os seus objectivos, os Corpos Sociais do Junqueira, nomeadamente a sua Direcção, em 1982, mais propriamente a 11 de Março, resolveram oficializar o Clube.

Para tal, foi neste dia e ano lavrada escritura exarada as folhas 132 verso a 137, do livro 72-A do 2.º Cartório da Secretaria Notarial de Matosinhos, a constituir oficialmente esta Colectividade com o nome actual ou seja, ASSOCIAÇÃO RECREATIVA, CULTURAL E DESPORTIVA – JUNQUEIRA FUTEBOL CLUBE, publicada no diário da República da III Série n.º 71, de 26 de Março de 1982, onde se diz que os objectivos são a promoção de actividades Desportivas, Culturais e Recreativas vocacionadas para os Associados.

Assim, iniciaram-se outras práticas desportivas, como o Ténis de Mesa; Damas; e até a atracção principal da altura que era o jogo de cartas.

Nas comemorações dos seus treze anos de fundação, facto que aconteceu em 10 de Junho de 1982, foi inaugurada pelo Presidente da Câmara Municipal de Matosinhos – José Narciso Rodrigues de Miranda  a actual Sede Social, construída com o trabalho dedicado e a pulso dos seus Associados.

Ao longo destes anos muitas foram as vicissitudes porque passou a Colectividade, como muitas foram as realizações que nos deixaram na memória gratas recordações.Por motivos de ordem financeira, falta de espaço acabámos com o Ténis de Mesa e Futebol de Onze.

Surgiu então a ideia de nos filiarmos na Associação do Porto de Futsal, primeiro com uma equipa de Séniores e mais tarde com uma equipa de Juvenis, esta  constituída por jovens pertencentes à Obra do Padre Grilo.

 Apareceram os resultados e tão bons foram que estivemos presentes na Sertã, em 1995, a disputar a final da Taça de Portugal e em 25 de Maio de 1996, disputámos a Super-Taça.

Esta foi para nós a época de Ouro do Junqueira.

Presentemente a nossa equipa Sénior  disputa o Campeonato Nacional da 3ª Divisão e neste últimos anos a Junqueira, começou a postar na formação, tendo neste momento mais 3 escalões, juntando ao de Juniores, que já existe há vários anos. 

                                                        

Entretanto, duas modalidades dão os seus primeiros passos. O Cicloturismo e a Pesca Desportiva de Alto Mar.

A primeira participa em todas as provas organizadas pela Associação da Modalidade, merecendo destaque o nosso Convívio, que percorre todas as Freguesias do Concelho de Matosinhos.

Quanto à Pesca, a mais jovem das modalidades desportivas da Colectividade é, uma das que, neste momento, com altos feitos, com atletas Campeões e a representarem a Selecção Nacional.

Deixemos o Desporto e passemos a abordar os sectores ligados à Cultura e ao Recreio. Quer num caso quer noutro, a prioridade desta Associação vai para o apoio à Juventude o que é para nós fundamental.

No sector da Cultura merece referência especial a criação ao longo destes trinta cinco anos das bandas musicais, que abrilhantam as nossas festas.

Assim, em 1982 apareceu o “JUNQUEIRA RITMO” que, para além de abrilhantar as nossas festas, também actuou extra muros. A partir do ano de 1995 apareceu os “ECOS DO SOTÃO” e mais tarde a partir de 1999, surgiu os “NOVOS SOTÃOS”, formados por jovens que frequentavam a nossa escola de música.

São as várias actividades levadas a efeito por ocasião do Aniversário da Colectividade, com os jovens a ser vedetas.

Organizámos jogos tradicionais e outras actividades de índole Cultural, bem como a nossa participação de apoio à Juventude na época balnear.

As nossas actividades vão mais longe com a realização de aulas de dança de manutenção; dança ritma; e teatro infantil.

Para além de todas as actividades atrás referenciadas, não podemos esquecer uma festa com um significado muito especial e que se realiza à mais de 30 anos, porque é dirigida aos mais pequenos, como é a Festa de Natal.

 De realçar, porque provado superiormente, somos uma INSTITUIÇÃO DE ÚTILIDADE PÚBLICA, conforme consta do despacho publicado no “Diário da Republica”, II série, n.º 132 de 07 de Julho de 2001.