Plistocénico

Série inferior do Quaternário pertencente ao Cenozóico

Idade
Inicio - 2,6 M.a. 
Final - 0.01 M.a.

Origem do Nome

Do grego  πλεῖστος (pleistos, o mais) and καινός (kainos, novo), significando o "mais recente".

Geologia

A nível morfológico, poucas alterações ocorreram neste período, pelas mesmas razões que não aconteceram nos períodos adjacentes a este: o intervalo de tempo, a nível geológico, é relativamente curto. Por isso, apesar da Deriva Continental ocorrer, os continentes não se terão movido mais de 100km entre si. 

Biologia

Biologicamente, tanto os animais marinhos como os terrestres eram, essencialmente, modernos, com as características que conhecemos presentemente. No entanto, eram, genericamente, de maior porte, com especial foco para os mamíferos de grande porte. As alterações climáticas de grande amplitude resultaram em extinções em massa, causando o recuo das espécies para o Sul, para as zonas de temperaturas mais elevadas. Os seres de grande porte, no final desta época, começaram a extinguir-se, devido à escassez alimentar, que se estendeu até ao holocénico. Foi também nesta época que se deu o desaparecimento dos Neandertais.

Clima

O clima do Plistocénico é caracterizado pelos períodos de glaciação e pelos períodos que os intervalam, conhecidos como interglaciares. Estas alterações cíclicas são explicas à luz dos ciclos de Milankovich, ou Variação Orbital, e justificam as alterações biológicas que ocorreram neste espaço temporal. 

Registo em Portugal

   Em Portugal, podem ser encontrados registos do limiar plio-plistocénico na Serra da Arrábida, conforme descrito por investigadores da Universidade Nova de Lisboa:

"(...) que os permite colocar próximo do limite PlioPlistocénico (Azevêdo et al., 1979b, Azevedo & Cardoso, 1986). Sobre o Conglomerado de Belverde existem depósitos de leques aluviais gerados na dependência da Serra da Arrábida. Constituem a Formação de Marco Furado. É representada por conglomerados com clastos que podem atingir 15 cm de dimensão maior suportados por uma matriz areno-argilosa de cor vermelha. Os clastos estão envolvidos por óxidos de ferro e são constituídos, exclusivamente, por rochas paleozóicas (quartzo, quartzitos, jaspe e xistos). São frequentes os encouraçamentos ferruginosos, articularmente para o topo."

Comments