Tronca Regional - RAT

Publicado a 04/02/2013, 17:56 por Escoteiros - Região Além do Tejo   [ atualizado a 13/02/2014, 03:23 ]
No passado fim de semana, 02 e 03 de Fevereiro de 2013, realizou-se, no concelho de Palmela, a Tronca Regional da Região Além do Tejo, tendo como mote o que é, o que deve ser e o que realmente é o caminheirismo na AEP.

Esta atividade iniciou-se com um raid, onde foram abordados os temas: Princípios Básicos do Escotismo, A Importância da Fé, A Necessidade de Pensar, A Observação, História e Cultura. Tendo sido, posteriormente, efetuadas troncas/debates temáticos. No segundo dia houve workshop´s de defesa pessoal e preparação do ACAREG para o Clã.

Para a Chefia Regional esta atividade foi uma oportunidade desperdiçada, por quem não esteve e uma oportunidade a aplicar, por quem esteve presente.

Porque foi uma atividade de caminheiros, aqui fica a avaliação individual dos participantes:
Grupo 231 - Diogo 
"Nesta atividade regional, Tronca, foi trabalhado entre outros temas, o mote do que é o caminheirismo, Piara mim, caminheiro há apenas 2 meses, foi uma experiência muito enriquecedora pois permitiu-me entrar no espírito escotista.
Aqui deixo um grande bem haja à equipa organizadora e a promessa de futuras organizações por parte dos clãs da Região."
Grupo 232 - Nuno
"O Nuno Bem achou interessante e inovadora esta atividade regional.
O conceito é diferente do que estamos habituados em atividades de Clã da AEP, mais espiritual e séria, e menos física, tendo-nos obrigado a refletir sobre o que é o escotismo e o caminheirismo na nossa vida.
Aprendi bastante, percebi muita coisa nova e sinto-me mais ilucidado sobre o que é pertencer ao Clã."
Grupo 232 - Verónica
"Gostei Muito da atividade, porque fizemos ativiidades que eu sempre gostei e gosto de fazer. Fazer um Raid Cultural é Fixe!
Conhecer o "cantinho" do Teatro O Bando também foi único, não só porque fomos acolhidos como família, como também tivemos a oportunidade de participar na recuperação de uma máquina de cena, que tanto lhes é querida, fazendo agora parte dos seus já longos anos de história. Os momento de "Tronca" foram bem dinamizados e elucidativos. Por fim, a defesa pessoal foi enriquecedora para os desafios urbanos que hoje nos surgem.
Que venham mais troncas regionais"
Grupo 232 - Bruno
"Gostei bastante desta atividade, aprendi que devo criar/aperfeiçoar certas competências como caminheiro e aprendi bons valores enquanto pessoa.
As discussões geraram questões excelentes que não pensaria ter.
Queria definitivamente referir que nesta tronca aprendi bastante e gostei de conviver com os outros clãs."
Grupo 232 - Vanessa
"Gostei imenso da atividade, senti a diferença entre ser caminheira e exploradora. Houve uma parte mais espiritual e conversas sobre "a vida", senti a liberdade, a maturidade e também a responsabilidade de ser caminheiro nas várias discussões da atividade.
Achei uma atividade necessária na qual gostei bastante de paticipar."
Grupo 232 - Pedro
"Tenho de admitir que quando o meu chefe me falou de uma atividade de clã de "discussão" , eu fiquei algo perplexo. Sempre pensei que uma atividade de clã tinha de ser "pró-ativa" e cheia de diversão, ação, desgaste físico e psicológico, Mas agora entendo que uma atividade de discussão era mesmo o que este clã precisava. Ficámos a conhecer-mo-nos melhor, descobrimos as opiniões uns dos outros relativamente ao caminheirismo e posso até dizer que fiquei impressionado com as minhas opiniões relativamente à AEP e ao seu caminheirismo. Assim, quero deixar aqui escrito que me diverti IMENSO nesta 1ª tronca regional e só gostava que o "resto" do Clã da Região tivesse estado presente, pois acho que todas as opiniões seriam bem vidas."
Grupo 232 - Xana
"Gostei bastante da atividade, apesar de, infelizmente, não ter vindo ao raid percebi que todos gostaram e que foi bastante interessante. De resto, foi um pouco diferente do habitual, pois como falámos durantes estes dois dias, teve uma componente física e teórica onde refletimos sobre a nossa vida e o nosso ser como caminheiros!
Adorei a manhã de domingo, gostei de aprender aqueles movimentos para percaver situações de carjaking e violação e gostava de aprender mais em relação a essa área, de modos de defesa, pois cada ves mais o mundo está mais pertigoso e nós, como escoteiros, temos que servir a comunidade!
Conclusão, gosto de ser pseudo-chefe e até uma próxima TRONCA."
Grupo 206 - André
"Bem, eu posso dizer que gostei imenso de ter este acantonamento de "tronca", a primeira atividade foi bastante interessante, tive novas aventuras e conhecimentos. Foi a primeira vez que tive uma conversa/debate com vários clãs, foi uma nova experiência.
Também gostei de ter a atividade do dia seguinte, fiquei a ter novos conhecimentos."
Grupo 206 - Ana
"Penso que esta atividade foi bastante positiva e teve um bom aproveitamento para todos. Desde a caminhada, aos jogos ao longo do percurso, às troncas, ao workshop de defesa pessoal, e até às bolhas nos pés, acho que tudo contribuiu bastante para a formação não formal de todos os caminheiros presentes. Neste momento sou aspirante a caminheira mas espero que estes encontros de caminheiros se repitam imensas vezes. Ter convivência com todos os outros clãs foi bastante bom. Ser caminheiro é isso mesmo, uma irmandade."
Grupo 206 - Cláudia
"Gostei bastante da tronca regional, apesar de não ter participado no percurso da estação dos comboios até ao castelo de Palmela, devido a doença. Mas apesar desse contratempo, a mim pareceu-me que tivemos um bom proveito e que levamos daqui mais uma boa vivência/experiência.
Penso que todos os caminheiros presentes levam novas ideias, e que apesar de tudo foi bastante divertido e ao mesmo tempo realista da vida de um caminheiro.
Só posso dizer que adorei mesmo conseguir estar aqui presente e que a região consiga fazer mais atividades, de clã, em conjunto.
Espero voltar a repetir, pois os caminheiros são uma irmandade."

Comments