Dia Mundial da Consciencialização do Autismo

Publicado a 29/04/2012, 16:21 por Escoteiros - Região Além do Tejo

A chefia da Região Alem do Tejo esteve presente, no passado dia 31 de Março de 2012, na Bibloteca Municipal de Palmela, para apoiar e assinalar as comemorações do Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, no seguimento do protocolo de cooperação entre a AEP-Região Além do Tejo e a APPDA-Setúbal.

Esta comemoração assinalou, também, a apresentação dos dados preliminares de um estudo sobre “A Qualidade de Vida das Famílias com Crianças/Jovens com PEA a residir no distrito de Setúbal – caracterização e apoio à intervenção”, apresentados pelo Dr. José Nogueira, para os escoteiros, chefe José Miguel.

Texto público de APPDA-Setúbal:
A APPDA-Setúbal, Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo, assinalou no passado dia 31 de Março de 2012 o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo - 2 de Abril com um encontro na Biblioteca Municipal de Palmela, com intuito de refletir multidimensionalmente sobre os direitos humanos, igualdade de oportunidades e qualidade de vida das pessoas com perturbações do espectro do autismo (PEA), de forma a promover uma sociedade mais inclusiva, e apresentar e colocar à discussão os dados preliminares do estudo “A Qualidade de Vida das Famílias com Crianças/Jovens com PEA a residir no distrito de Setúbal – caracterização e apoio à intervenção”, realizado pela APPDA-Setúbal em parceria com o Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) e cofinanciado pelo Instituto Nacional para a Reabilitação (INR).

Estiveram presentes cerca de 100 pessoas, contando o evento, para além da participação da presidente de direção da APPDA-Setúbal, Maria José Sobral, com a presença do presidente do Instituto Nacional para a Reabilitação, Dr. José Serôdio, da Dra. Astrid Vicente, coordenadora do Departamento de Promoção de Saúde e Doenças Crónicas do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge e investigadora na área do autismo, em representação do Sr. Ministro da saúde e da Dra. Maria José Fonseca, neuropediatra do Centro de Desenvolvimento da Criança Torrado da Silva.

Os dados preliminares do estudo foram apresentados pelo Dr. José Nogueira (pai, sociólogo e investigador na área da deficiência) e pelo Dr. Rui Godinho e Dra. Ana Salvado, em representação do Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE). A parceria APPDA/IESE encontra-se a testar um dispositivo/indicador compósito de carácter inovador sobre qualidade de vida. Salienta-se que os dados preliminares apresentados indiciam já um possível impacto das PEA na qualidade de vida das famílias em todas as dimensões analisadas, ou seja, nas áreas de bem-estar físico e psicológico, material, social e ao nível da autodeterminação.

Agradecemos a todos os que estiverem presentes e a todas as entidades que no Dia 2 de Abril se juntaram ao Movimento Mundial “Light it up Blue” (Acendam uma Luz Azul) e iluminaram os seus edifícios públicos.

Muito obrigado a todos os que abraçaram a Onda Azul do Autismo.

A Direção

Maria José Sobral
Comments