3.B2B-Bussines to Bussines

 
Conceito B2B:

 B2B é um termo que se tornou mais popular a partir de 1999,e se refere a negociações, normalmente envolvendo empresas, sendo parceiras que padronizam formas de comunicação para reduzir seus custos internos e aumentar a eficiência. As transacções entre empresas são realizadas electronicamente pela Internet, extranets, intranets ou redes privadas. Essas transacções podem ser realizadas entre a empresa e os seus membros, como também, entre uma empresa e outra qualquer. Neste contexto a palavra empresa indica qualquer organização, privada ou pública, com ou sem fins lucrativos. O B2B divide-se basicamente em dois campos: Mercado vertical: englobando negociações entre grandes empresas de um ramo de actividade específico, como sector auto motivo, sector de semicondutores, sector químico, entre outros. Mercado horizontal: englobando pequenas e grandes negociações entre as empresas em diversos ramos de actividade comercial que se concentram em serviços ou produtos comuns as indústrias

 

 

 

Business to Business -

 B2B é o nome dado ao comércio associado a operações de compra e venda, de informações, de produtos e de serviços através da Internet ou através da utilização de redes privadas partilhadas entre duas empresas, substituindo assim os processos físicos que envolvem as transacções comerciais. O B2B pode também ser definido como troca de mensagens estruturadas com outros parceiros comerciais a partir de redes privadas ou da Internet, para criar e transformar assim as suas relações de negócios.

A Internet tem revolucionado os negócios, desempenhando um papel fundamental na transformação do mundo em um enorme mercado global, criando assim uma "economia digital".

A Internet tem criado oportunidades para as empresas expandirem os seus mercados, reduzindo os custos, aumentando a eficiência e a satisfação dos clientes e colaborando com os seus parceiros, bem como com os concorrentes. O comércio B2B é uma área em que tais empresas podem atingir tais níveis de eficiência. Para responder ao desafio da globalização do comércio electrónico, as empresas precisam de um processo eficaz e eficiente que satisfaça os negócios da necessidade de comprar e vender produtos de forma mais económica e eficaz.

 

 

 

Em que consiste:

 

A capacidade para actualizar e fornecer informação fiável, em tempo real, é outro desafio enfrentado pelas empresas na implementação de aplicações B2B.

O conteúdo na Web deverá ser preciso e corrente. As empresas que não têm boa gestão das operações internas não são capazes de perceber todos os benefícios de e-Business. Quer esteja a empresa a vender ou a comprar, é necessário estabelecer eficácia das operações in-house.

 

Por exemplo, se a empresa está a vender o lado de eBusiness tem de fornecer conteúdo dinâmico personalizado, como por exemplo informações sobre produtos, preços, disponibilidade de produtos e informações. Se a organização não tem sistemas em vigor não será capaz de fornecer essa informação atempada e rigorosa. Do mesmo modo, na compra a organização pode consolidar compras de bens similares em toda a divisão e, assim, alcançar uma maior eficiência. No entanto, se estas gestões não forem devidamente aplicadas, as empresas não saberão o que estão a comprar e por que estão a compra ou se estão a obter o melhor preço. Se este sistema for devidamente implementado e integrado, os sistemas de ERP em toda a empresa podem desempenhar um papel muito positivo.

 

 

 

Comércio electrónico entre empresas e parceiros, abrange actividades de compra e venda, troca de informações, produtos e serviços utilizando a internet. A actividade de Business toBusiness (B2B) substitui as tarefas executadas fisicamente.

 

O B2B ocorre em redes privadas e na Internet. Estas empresas aproveitam a expansão da globalização através da rede e as oportunidades nela surgidas. É necessário que as empresas e seus parceiros comerciais possuem sistema de dados e segurança para esta actuação.

 

 

Existem três tipos básicos de portais B2B :

 

 

• Portais de intranet

 

– Portal que promove o encontro e a comunicação interna entre os colaboradores de uma empresa. É uma área restrita para troca de informações e tomadas de decisão em locais remotos;

 

• Portais de extranet

– São redes que possibilitam a troca entre a empresa e seus parceiros comerciais;

 

• Portais de e-markeplaces –

Plataformas virtuais que realizam a intermediação entre várias empresas,nestes espaços virtuais, várias organizações e instituições privadas podem contratar e oferecer serviços mutuamente.

 

 

 

 

 

 
 
Comments