Mensagens

Ouve e reflete

postado em 30 de mai de 2016 13:10 por Vanessa Cardoso

Independentemente da tua idade, tu sabes que há sempre alguém com mais experiência que ti. Se és jovem, ouve os mais experientes, pois sabes que eles já passaram por provações que ainda não vivenciaste. Já erraram e acertaram, conheceram o lado bom e o mau. Se eles sucumbiram no pretérito, jamais desejariam para ti a decepção que tiveram, um dia, por não ouvirem os mais experimentados e porque, como tu, agiram impensadamente.

Aqueles que ouviram, refletiram e obedeceram aos mais experientes, com certeza, se sobressaíram e venceram. No entanto, os que não ouvem, não refletem e não se esforçam para mudar o próprio comportamento, sucumbem pelas decepções da vida e, não raro, não encontram um caminho de volta. Por isso, sê sábio e prudente, para não te decepcionares no futuro. E lembra que nem todas as atitudes errôneas que possas tomar em tua vida são impossíveis de serem revertidas, para que possas recomeçar.

Na maioria das vezes, quando alguém vem te alertar, na tentativa de evitar catástrofes em tua vida, tu dizes que essa pessoa quer impedir tua felicidade, que é exigente e que tu sabes o que fazes. Mesmo quando te deparas com o fracasso, ainda não consegues aceitar as advertências e culpas a Deus ou ao destino pela tua derrota. Sabe que Deus ou o destino não são culpados pelos teus desacertos. Tu serás sempre responsável por todas as tuas atitudes, sejam elas acertadas ou errôneas.

Se, por ventura, estás passando por momentos difíceis, certamente tomaste atitudes impensadas, não ouvindo e não acatando aos conselhos daqueles que já passaram pelas mesmas provações que hoje vivencias. Reflete um tanto mais antes de tomar atitudes incertas e jamais te permitas ser influenciado por alguém que ainda não experimentou na vida mais do que ti.

 

Gema Casasanta

Psicografia de José Alves

27/02/2016

Caminhos

postado em 10 de abr de 2016 16:34 por Vanessa Cardoso

O livre arbítrio, ou a liberdade de ação, te proporciona várias alternativas na tua caminhada pela crosta terrestre. Não raro, os caminhos que te parecem viáveis e mais fáceis de percorrer serão os caminhos mais decepcionantes para a tua vida futura.

Mas, na condição em que o mundo se encontra, por mais apartados da religiosidade que sejam os habitantes da Terra, eles conhecem as leis morais ou qual é o caminho do bem e do mal.

Jesus disse: “Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduzem à perdição e muitos são os que entram por ela” (Mateus, cap. VII, v. 13).

A porta estreita se refere às dificuldades do curso de tua vida, quando te deparas com a enfermidade, com as injustiças, com os maus tratos e com a opressão calamitosa exercida por uma minoria de encarnados censuráveis. Esses encarnados estão caminhando pela  porta larga e, com toda certeza, estão recebendo sua recompensas na Terra, mas, na verdadeira vida, que é a do Espírito, irão perecer.

A porta larga está na concupiscência desmesurada, na ganância, no comodismo, na crueldade para com teus consanguíneos e para com todos aqueles que te rodeiam.

A escolha do caminho cabe a ti. Não te esqueças de que todo aquele que usufruir das benesses da vida corpórea, dificilmente conseguirá paz na vida de Espírito.

Sê um vencedor! Tem humilde. Jamais blasfemes. Ora por todos os teus ofensores e perdoa-os. Sabe, ainda, que toda a dor que hoje te tortura será lenitivo para curar as enfermidades de tua alma. Trabalha um tanto mais, oferecendo teus préstimos a todos aqueles que te procuram, pois que fora da caridade não há salvação.



Psicografia de José Alves de Sousa

Pelo Espírito Gema Casasanta

(23/02/2016)

Transição

postado em 22 de mar de 2016 18:08 por Vanessa Cardoso

Em todos os tempos, desde a sua formação, a Terra está constantemente em transição. Sempre houve transformações no planeta, como as catástrofes naturais e as mudanças climáticas, que, não raro, causam grandes transtornos. No entanto, a transição planetária que hoje vivenciais, e que tem causado enorme alarde dentre os conhecedores do fato, não é mais que a alavanca bendita que trará aos encarnados grandes benefícios em prol da paz e da felicidade dos herdeiros da Terra.

Se és espírita ou simpatizante da doutrina, tu és responsável por amenizar esse alarde e levar conforto aos menos esclarecidos. Não deves temer o inevitável. Não faças ufania, mas ora confiante. Busca conhecer a verdade e faz todo o bem que puderes. Procura reparar tuas faltas e auxilia sempre. Sabe que se, por ventura, a morte física te encontrar, ela será uma bênção, porque ficarás livre das tormentas da sucessão dos dias.

Sê exemplo. Não utilizes de comentários que possam causar mais pânico entre aqueles que ainda estão alheios à verdade.

Viemos dizer também que o caos político é benção e instrumento reparador para os humildes e mansos de coração, mas é também utensílio ou meio para o necessário expurgo de todos aqueles que são os causadores da incurável epidemia chamada cupidez.

Procura suprimir teus pensamentos negativos. Não sejas instrumento do maligno. Observa um tanto mais ao teu redor e repara que há sempre irmãos teus em pior situação que a tua e que estão mais distantes de Deus ou da verdade que tu.

Bastam os pensamentos e comentários negativos, que alimentam sempre os filhos do maligno e causadores do grande escândalo político. Procura formar correntes positivas e ora por todos os causadores dos referidos escândalos. Sabe que somente através de bons pensamentos e de muita oração podereis abreviar os sofridos dias na crosta terrestre e auxiliar um tanto mais a transição planetária, que somente trará paz para os humildes.

 

Disse Jesus a seus discípulos: É inevitável que haja escândalos, mas ai daquele que os causar! (Lucas, cap. XVII, v. 1).

                                                                                          

Bezerra de Menezes

Não entra em conflito

postado em 8 de mar de 2016 12:25 por Vanessa Cardoso

Se tu entraste em contenda com teu irmão ou com teu cônjuge; se o litígio veio a causar uma separação, por meio do divórcio; se a atitude praticada te traz dúvidas quanto a teres tomado a decisão correta, procura buscar a resposta nos recônditos de tua alma. Pergunta a ti mesmo se o que fizeste com o outro ou o modo como o trataste condiz com a ação que gostarias que ele tivesse contigo. Pergunta a ti mesmo se as atitudes desagradáveis e as exigências corriqueiras durante o tempo de conflitos foram causadas somente por teu adversário ou se tu também foste culpado pelas desarmonias.
O código das leis morais recomenda tolerância e perdão. Sendo tua a decisão da união, às vezes por necessidade reparatória, nada justifica a falta do perdão e da tolerância. Recorda de que jamais conseguirás libertar-te da condição de provas e expiações se não houver o perdão e a reconciliação com teu adversário. Busca, no evangelho de Jesus, em Mateus, capítulo V, versículos vinte e cinco e vinte seis, o ensinamento: “Assume logo uma atitude conciliadora com o teu adversário, enquanto estás com ele no caminho, para não acontecer que o adversário te entregue ao juiz e o juiz ao guarda e, assim, sejas lançado na prisão. Em verdade te digo: dali não sairás, enquanto não pagares o último centavo”.
Se não há como retroagir no tempo para reparares as faltas cometidas, procura modificar tuas atitudes. Abranda-te um tanto mais. Exige um tanto menos. Sê mais humilde, perdoando sempre que necessário. Faz todo o bem que for possível, auxiliando aqueles que estão passando pelos mesmos conflitos que passaste, e segue em frente.
Sabe que aquele que reconduz o pecador desencaminhado salvará sua alma da morte e cobrirá uma multidão de pecados. [1]
 
João Rodrigues de Oliveira
30/01/2016

Vigia

postado em 27 de fev de 2016 12:25 por Vanessa Cardoso

Procura evitar ambientes obscenos, onde a desordem poderá surgir a qualquer momento. Disse Jesus: “Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres”. [1]
O ambiente que aprecias, não raro, revela, verdadeiramente, quem tu és. Não te esqueças de que os desencarnados insurretos estão à espreita, aguardando qualquer deslize da tua parte para induzir-te a más ações.
Há um adágio que diz: “Diz-me com quem andas que te direi quem tu és”. Sabe que constantemente tu és avaliado pelos Espíritos do bem e eles te reconhecem pelos ambientes que frequentas, pelas palavras que proferes e pelas tuas atitudes no cotidiano.
Tu mesmo podes avaliar o teu grau evolutivo analisando teus próprios intentos. Se pretendes evoluir e ser um protegido de Deus, afasta-te de ambientes infaustos e busca ambientes profícuos.
Sabe, ainda, que quando buscas ambientes tormentosos, teus protetores espirituais não conseguem encontrar meios de te dar plena proteção. No entanto, aqueles que se assemelham com os referidos lugares encontram forças negativas para te intuir ao malfazejo.
Vigia um tanto mais e renuncia a lugares de grande proporção de pessoas, para que tua segurança seja completa.
Sabe, ainda, que tu és responsável pelos deslizes de tua vida. E recorda, mais uma vez: “Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres”.
    
Gema Casasanta
31/01/2016
Dimensão Espirita

Não julgues

postado em 17 de fev de 2016 13:40 por Vanessa Cardoso

“Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar aos ombros dos homens; mas eles mesmos, nem com o dedo, querem movê-los.” Mateus, cap. XXIII, v. 4.

 

Tu exiges do teu próximo a perfeição, mas em momento algum de tua vida te preocupas em te tornares perfeito, porque pensas que nunca fracassaste.

Substituis o diálogo comedido por palavras ásperas e promíscuas dirigidas aos teus familiares e a terceiros, enquanto não admites que façam o mesmo contigo.

Demandas do teu adversário até arrancares tudo o que ele tem, somente para satisfazeres teu ego. Mas não podes avaliar a dor que lhe proporcionaste ou até mesmo as dificuldades que causaste para ele conseguir uma migalha de pão. No mesmo ínterim, teu bolso está abarrotado de valores que jamais servirão para comprares tua passagem para a outra margem da vida.

No lar, esbravejas, reclamando das mínimas desordens, mas sequer auxilia aqueles que se esforçam para organizá-lo e não reconheces as dificuldades daqueles que te servem.

No trabalho, decretas rapidez e perfeição, sendo que tu jamais podes compreender o quanto é difícil para teus subordinados te ouvirem calados e sem direito a revidar.

Tu te ajuízas perfeito e sem máculas, mas todos os que te rodeiam estão repletos de falhas.

Discordas, com frequência, das opiniões alheias, pensando seres o mais sábio de todos.

Dizes, com bravura, que teus pertences são os melhores e difamas os bens do teu próximo.

Na verdade, atas fardos pesados aos ombros de todos os que te rodeiam e te esqueces de que um dia, quando te despires do corpo carnal, terás de resgatar todo o mal que fizeste ao teu adversário e carregar em teus ombros todos os fardos que, impiedosamente, ataste aos ombros do teu próximo.

No entanto, ainda há tempo de corrigires tuas falhas, de abrandares teu coração, de olhares para o teu interior e reconheceres que ninguém, na condição de Espírito encarnado na Terra, conseguiu alcançar a perfeição.

 

Dr. Neto  

24/01/2016

Cuida-te

postado em 31 de jan de 2016 16:26 por Vanessa Cardoso   [ 31 de jan de 2016 16:26 atualizado‎(s)‎ ]

As energias do teu físico se exaurem com o passar do tempo. As da tua alma permanecem, porque são perenes.

Teu físico se extinguirá um dia, voltando ao pó da terra,  mas tua alma é eterna.

O alimento do teu físico deve ser à base de proteínas, minerais, vitaminas e outros compostos, para que ele sobreviva. O da tua alma são as orações cotidianas, o bem que fazes ao teu próximo, o  sacrifício, renunciando aos excessos que o mundo te proporciona, e a manutenção da paz contigo mesmo, sem desejares ou fazeres a outrem o que não desejas ou não queres que façam a ti.

Cuidar do teu corpo físico é cuidar também da tua alma. Tudo o que se contrapõe às leis morais é infausto também para o teu físico, além de contaminar tua alma.

A dor física e as turbulências da vida não foram criadas por Deus. Mas são as consequências das transgressões das leis que regem o grande todo, do mau uso dos benefícios a ti doados, da ganância em que te envolves, do sensualismo animalesco e da dedicação exacerbada aos cuidados com o corpo, olvidando que ele é mortal.

Sabe que levarás contigo da Terra apenas aquilo que és, não aquilo que tens. Sabe, ainda, que nada fica impune diante do tribunal de tua consciência, pois que os homens terrenos recebem diuturnamente todas as informações necessárias para o inevitável avanço rumo a uma vida melhor.

Se hoje pereces, é pelas consequências do ontem. E o amanhã nefasto ou de glórias depende exclusivamente das atitudes do momento.

Zela do teu físico, mas recorda que tua alma também necessita de cuidados.

                                                            

Minerva

(17/01/2016)

Natal 2015

postado em 22 de dez de 2015 14:49 por Vanessa Cardoso

        Diante das calamidades que os seres humanos da Terra enfrentam, não há nada mais necessário que o renascimento de Jesus, principalmente nos corações endurecidos. A falta de amor que envolve as pessoas, as distancia cada vez mais da Verdade e da presença do Cristo.

         No dia alusivo do renascimento de Jesus, tudo fica mais calmo. As cidades ficam mais pulcras, os povos se sensibilizam e o amor eclode na alma de cada ser. Bom seria se o Natal fosse todos os dias do ano, para que todos se voltassem um tanto mais para o amor e para a caridade.

         No entanto, a competição descomedida em busca de bens materiais, a cupidez sem limites, a vaidade interminável, que causa desolação aos menos favorecidos, a violência, que estruge nos ambientes domésticos e fora dele, demonstram que Jesus foi expulso da Terra, pois Seus ensinamentos foram esquecidos.

         Infelizmente, somente em um dia do ano o mundo permite que Ele se aproxime.

         Que neste dia, Ele possa fazer um único prodígio: semear amor em cada coração. Que rogue ao Pai Celestial piedade para aqueles que choram e clemência para os que fazem chorar.

         Que o teu Natal não seja constituído apenas por momentos de festividades, mas também por momentos de reflexão. Que possas abrir teu coração e fazer dele todos os dias do ano a manjedoura para que Jesus renasça em ti.

           Feliz natal!     Ditado pelo espírito de Nohovan.  15/11/2015 

Eu, José Alves e minha família desejamos a você e aos seus familiares um feliz Natal, e um 2016 repleto de saúde, paz e muitas realizações.

 

 

No momento em que forem brindar, ou fazer vossas orações, digam feliz natal, mas digam também.

((((((Feliz aniversário Jesus. )))))

ENERGIA E BRANDURA

postado em 10 de nov de 2015 07:07 por Vanessa Cardoso

Emmanuel

Na marcha do dia-a-dia, urge harmonizar as manifestações de nossas qualidades com o espírito de proporção e proveito, a fim de que o extremismo não nos imponha acidentes, no trânsito de nossas tarefas e relações.

Energia na fé; não demais que tombe em fanatismo.

Brandura na humildade; não demais que entremostre relaxamento.

Energia na convicção; não demais que se transforme em teimosia.

B
randura na humildade; não demais que degenere em servilismo.

Energia na justiça; não demais que seja crueldade.

Brandura na gentileza; não demais que denuncie bajulação

Diante da calamidade

postado em 14 de set de 2015 16:18 por Vanessa Cardoso

Diante das catástrofes naturais, do uso desenfreado de tóxicos, dos incontáveis homicídios por causa da falta de instrução moral e intelectual; Diante das aberrações políticas e da imoralidade que assola o teu planeta, tu ainda vives indiferente. Tu te preocupas apenas com tua vida e esqueces de que, não raro, a dor pode visitar teu lar e as hecatombes poderão ser dolorosas.

Deus tem vos alertado, constantemente, através do caos. E não despertas para a necessidade de mudar teu estado vibratório.

Sabe que tu também estás sujeito ao desastre doméstico se não te cuidares, vibrando positivamente em favor daqueles que sofrem, passam por dificuldades ou enfermidades mórbidas.

Procura voltar um tanto mais tua atenção para a situação ao teu redor, dirigindo tuas preces aos menos esclarecido, para que a atmosfera terrestre possa melhorar.

Sabe que a vibração negativa gerada por vossos pensamentos impresumíveis é responsável pela situação calamitosa de vosso planeta. Portanto, procura espalhar vibrações positivas, principalmente nos lugares onde a discordância tem predominado.

Não esperes por mudanças radicais em teu lar ou em teu planeta. Muda, antes, tuas atitudes. Sê um tanto mais paciente. Tem um tanto mais de fé. E jamais permitas que teu estado vibratório venha a contribuir para o agravamento dos problemas.

Sabe, ainda, que o teu planeta somente mudará para melhor quando tu mudares teu estado vibratório e tuas atitudes, fazendo tua parte. Jamais esperes que alguém o faça primeiro.

 

                                                Sírius          

(22/08/2015)

1-10 of 121